Página inicial
 
Mural de recados
29.04 | Paulo alvinegro
Gostei muito da contratação de Marcelo bonan excelente goleiro. ...
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/04/2015
11h24 | esportes - Futebol Nacional
12 gols em 16 jogos! Melhor início de Guerrero no Parque São Jorge

LANCEPRESS!

Corinthians atropela o Danubio com show de Guerrero (Fotos: Ari Ferreira)

Um jogador em boa fase costuma dar trabalho aos adversários. Quando esse jogador é o centroavante, a situação dos adversários tende a piorar. É o caso de Paolo Guerrero, que defende o Corinthians neste domingo, às 16h, contra o Santos, na Arena de Itaquera, pelo Paulistão.

O peruano está voando neste início de ano. Em 16 jogos disputados em 2015, o atacante fez 12 gols. O número é 50% maior do que ele alcançou no mesmo período de 2013, quando vivera a melhor fase pelo Timão.

Se a comparação for com os números totais das últimas temporadas, terá mais certeza que é disparado seu melhor ano no Parque São Jorge. Em 2015, em três meses, marcou 12. Em 2014, em 44 jogos, fez 16. Em 2013, em 46 jogos, marcou 18. Em 2012, quando chegou no meio do ano, fez oito em 17 jogos (veja abaixo).

O momento é tão bom que Tite tem tentado brecar os elogios. Questionado pela reportagem do LANCE! sobre a postura focada do peruano mesmo com a novela em torno da renovação de contrato, o treinador lembrou que o sucesso do camisa 9 é parte de toda uma engrenagem.

– A engrenagem estando bem, ela facilita. Os gols são uma construção de Fagner, de Uendel. Se não sair uma bola de qualidade lá atrás, ela não vai chegar, um passe do Jadson, ela não vai chegar. As vezes algum momento, o técnico, o diretor é colocado em uma evidência maior e ele tem aprendido com isso e tem ficado focado no nosso trabalho – afirmou o comandante do Timão, que fez questão de lembrar a expulsão infantil do centroavante no jogo contra o Once Caldas (COL), na Arena, que poderia ter sido fundamental para a eliminação da equipe na Libertadores.

– Tu vês como o importante é o aprendizado, o crescimento. O Guerrero aprendeu. Ele cometeu um erro muito sério contra o Once Caldas e aprendeu. Esse crescimento, essa maturidade é importante para procurar nossos defeitos e evoluir.

Em clássicos na Arena Corinthians, o camisa também tem dado resposta positiva. Tanto que fez gols em todos o que disputou até agora. No primeiro, contra o Palmeiras, abriu o placar com um bonito gol (2x0). No segundo, contra o São Paulo, marcou o tento da vitória (3x2). Assim como ocorreu diante do Santos (1x0) – todos pelo Brasileirão do ano passado. Repete hoje à tarde?

PAOLO GUERRERO CONTRA...

Palmeiras
O arquirrival foi vazado uma vez: no primeiro turno do Brasileirão-2014, primeiro Dérbi da Arena: 2 a 0 Timão.
Santos
Equipe da Baixada Santista foi vazada uma vez: no segundo turno do Brasileirão-2014, na Arena, 1 a 0 Corinthians.
São Paulo
Rival do Morumbi levou três gols no Brasileirão-2012 (1x3), na Recopa-2013 (2x1) e no Brasileirão-2014 (3x2)
Maior vítima
Danubio foi o rival mais vazado por Guerrero no Corinthians. Uruguaios levaram quatro gols na Libertadores (2x1 e 4x0).

 




.
 
 
 
eXTReMe Tracker