Página inicial
 
Mural de recados
23.05 | MARCOS LEITE
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA VAMOS GANHAR O CORURIPE, CENTRAL ...
22.05 | Davi
Essa Racreche sei não viu... ...
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/11/2014
19h36 | esportes - Futebol Nacional
SÉRIE C -> Paysandu 3 x 3 Macaé - Macaé campeão na terra do Papão
CLIQUE E CONFIRA.

Do Futebol Interior 

A Série C conheceu o campeão deste ano na tarde deste sábado. Jogando em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Macaé ignorou a pressão da torcida, empatou em 3 a 3 com o Paysandu e sagrou-se campeão da Terceirona. O gol do título foi marcado por Diego Corrêa, por debaixo das pernas do goleiro Paulo Rafael.

A conquista do título só veio pelo critério dos gols marcados fora de casa. Como o primeiro jogo da final, em Macaé, no Rio de Janeiro, terminou empatado em 1 a 1, o Alvianil praiano levantou a taça por ter marcado mais gols na casa do adversário.

 

TUDO IGUAL

A partida, que já era marcada pelo nervosismo por se tratar de uma decisão, criou ainda mais contornos de tensão devido ao atraso da delegação do Macaé, que começou pressionado. Jogando a decisão em casa, em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Papão foi quem tomou a iniciativa primeiro.

A primeira chance de perigo veio aos nove minutos, quando o atacante João Carlos quase marcou um belo gol depois de girar em cima de dois marcadores, mas bater mal. Aos poucos, o Alvianil praiano foi se soltando e equilibrando a partida, mas aos 16 veio o balde de água fria.

O lateral Airton cruzou na cabeça de Zé Antônio, que, completamente livre, voou pra estufar a rede e abrir o placar para o Paysandu. Daí até mais da metade da primeira etapa, o jogo perdeu em emoção e qualidade, principalmente pelo festival de passes errados dos dois times. Apesar de mais organizado, a primeira chance de perigo criada pelo Macaé só veio aos 35, quando Diego cobrou falta com violência e a bola acertou a trave de Paulo Rafael.

No fim do primeiro tempo, a emoção voltou. O time carioca empatou também com uma cabeçada. João Carlos subiu mais que toda a zaga do Papão e mandou um tiro de cabeça, deixando tudo igual. Na sequência, o atacante só não marcou outro de cabeça, pela boa intervenção do goleiro Paulo Rafael. Aos 47, quase outro do Papão. Yago Pikachu fez fila e quase marcou um golaço de esquerda.

FESTIVAL DE GOLS E EMOÇÃO ATÉ O FINAL

A segunda etapa reservou ainda mais emoção para os torcedores dos dois finalistas e também para quem aprecia um futebol bem jogado. O jogo foi aberto do início ao fim da etapa complementar, com os dois times buscando o gol a todo o momento. Ele veio antes a favor do Paysandu, logo aos sete minutos, quando Ruan chutou de primeira no canto esquerdo de Milton Raphael para delírio total da apaixonada torcida do Papão.

Mas a felicidade paraense não durou muito. Aos 14, brilhou a estrela de João Carlos mais uma vez. Como um típico centroavante, ele se antecipou à marcação para desviar com a ponta do pé, a bola encobriu o goleiro e ainda bateu no travessão antes de entrar. Pouco tempo depois, aos 23, um golaço à altura desta decisão emocionante. Esperto, o lateral Pikachu roubou a bola e cruzou rasteiro para Rômulo, que fez um lindo gol de letra para recolocar o Papão na frente.

Enganou-se quem pensou que, jogando em casa, o time de Belém fosse conseguir segurar o resultado. Muito corajoso, o time carioca saiu pro jogo e insistiu até conseguir o empate, que veio com uma falha do goleiro Paulo Rafael. O autor do gol do título foi Diego Corrêa. Ele tabelou com João Carlos e, de dentro da área, bateu de esquerda. A bola passou caprichosamente por baixo das pernas do goleiro do Papão.

Na base do “abafa”, o Paysandu lutava bravamente e ainda insistia em busca do quarto gol, principalmente com as bolas alçadas na área. Mas em todas as bolas levantadas, o goleiro Milton Raphael foi seguro e conseguiu se sobressair sobre o ataque do Papão. Com o Papão lançado ao ataque, o Macaé ainda desperdiçou algumas boas chances em contra-ataques. Mas não fez falta, pois o time carioca conseguiu suportar a pressão final e sagrou-se campeão da Série C de 2014.

FICHA TÉCNICA

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
22/11/2014
Horário
17h00
Local
Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Manoel Nunes Lopo Garrido - BA

Renda
R$ 1.670.710,00
Assistentes
Luiz Carlos Silva Teixeira - BA e Lincoln Ribeiro Taques - MT

Público
37.960 presentes
Cartões Amarelos
Macaé-RJ: Tiago Pedra

Gols
Paysandu-PA: Zé Antônio 16' 1T, Ruan 7' 2T, Rômulo 22' 2T
Macaé-RJ: João Carlos 43' 1T, João Carlos 13' 2T, Diego Corrêa 30' 2T
Paysandu-PA
Paulo Rafael; 
Fernando Lombardi, Reniê (Jeferson Maranhense) e Ricardo Capanema (Djalma); 
Yago Pikachu, Augusto Recife, Lenine (Rômulo), Zé Antônio e Airton; Ruan e Bruno Veiga
Técnico: Mazola Junior
Macaé-RJ
Milton Raphael; 
Dos Santos, Leandro Cardoso, Filipe Machado e Diego Corrêa; 
Lucas, Gedeil, Tiago Pedra (Bruno Santos) e Marquinho (Leandro Cardoso); 
Juba e João Carlos (Laerte).
Técnico: Josué Teixeira

...
 
 
 
eXTReMe Tracker