Página inicial
 
Mural de recados
22.09 | Aldery
É nítido ver como é desastroso ao Central há tanto tempo estar fora de uma série ...
22.09 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Bela iniciativa da diretoria. Aproveitar a oportunidade par ...
22.09 | MARCOS LEITE
TAVA VENDO SITE D RECIFE, O SANTA TÁ VENDENDO BOLO D ROLO PRA AJUDAR NO CT NINHO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/11/2014
23h33 | esportes - SÉRIE A
Cruzeiro vira, complica o Grêmio e fica a apenas uma vitória do título
CLIQUE E CONFIRA.

Do Lancenet 

 

No domingo, podemos ter o campeão do Brasileirão de 2014. Depois de um primeiro tempo muito ruim, o Cruzeiro conseguiu virar para cima do Grêmio, dentro da Arena, ganhou por 2 a 1 na noite desta quinta-feira e tem a chance de garantir o bicampeonato no Mineirão, na próxima rodada. Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro marcaram os gols cruzeirenses, enquanto Riveros fez o gremista no primeiro tempo.

 

O time mineiro, que foi a 73 pontos, parou uma ascensão do Tricolor, que não perdia desde o início de outubro - seis partidas.  O time gaúcho ficou em sexto na rodada, fora do G4, com 60 pontos. 

 

 

Na próxima rodada, o Tricolor enfrentará o Corinthians, em briga direta pelo G4, na Arena Corinthians, domingo, às 19h30. Já a Raposa joga no Mineirão, contra o Goiás, para se sagrar bicampeão brasileiro.

ESFORÇO GREMISTA RECOMPENSADO

 

 

A promessa era de uma jogão, pela disputa dos dois na ponta da tabela. No início, se viu muito chutão e pouco toque de bola, algo característico do time mineiro, que tentava marcar a saída de bola rival. Teve sucesso nos primeiros minutos, mas logo o Grêmio conseguiu se soltar. Zé Roberto finalizou de dentro da área e mostrou que o Tricolor não ficaria submetido a ela.

E na verdade os gaúchos passaram a dominar o jogo. Logo aos 12 minutos, Barcos girou na área e cruzou. Ceará conseguiu tirar parcialmente. A bola subiu, parecia óbvio que Júlio Baptista ganharia no corpo de Riveros. Mas o paraguaio esticou a perna esquerda, dominou antes do cruzeirense e abriu o placar. O camisa 16 ganhou uma logística especial para retornar de Lima, onde jogou com o Paraguai. Esforço do clube recompensado em campo.

Aos 31, quando Júlio Baptista deu a primeira finalização do Cruzeiro no jogo, o Grêmio já havia acertado a trave com Barcos, em cabeçada que correu a linha antes de ser tirada por Bruno Rodrigo, e perdido chance de dentro da área, com o multifunção Ramiro.

Irreconhecível, a Raposa não criava. A dupla dinâmica Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart, que tão bem se entende, parecia ter sido apresentada na Arena, nesta noite. E Marcelo Oliveira ainda perdia jogadores: Ceará e Marquinhos sentiram problemas e deixaram o campo na etapa inicial. Luan, aos 38, recebeu de Dudu pelo meio e só não ampliou porque Samúdio se jogou na bola para salvar.

 

RAPOSA MOSTRA POR QUE É LÍDER

 


O crescimento do Cruzeiro, aliado à inércia gremista, resultou no empate. Após cobrança de escanteio, Júlio Baptista desviou e Willian finalizou. Marcelo Grohe espalmou, mas Ricardo Goulart, na pequena área, escorou para o gol e colocou um pingo de justiça no placar. O Tricolor se intimidou após o grande primeiro tempo e a Raposa mostrou a razão de ser o grande time do Brasil nos últimos dois anos. Tão logo a bola rolou, ficou claro que o primeiro tempo não se repetiria. O Cruzeiro voltou bem melhor. Willian entrou cara a cara com Grohe, mas finalizou errado. Parecia ter se dado um clique: "Oh, somos o líder e melhor time do Brasil'. Ricardo Goulart fez acrobacia para desviar bola aos 12 e não marcou por detalhe. "Uai, temos um jogo!", gritou o mineiro. "Bah, tchê, não tá morto quem peleia", respondeu o gaúcho.

 

 


Ainda assim, o time de Felipão perdeu uma chance extraordinária: Bruno Rodrigo cortou errado cruzamento e deu passe para Barcos. Mas o Pirata, quase na pequena área, parou em Fábio. O que iniciou uma espécie de pressão gremista, com muitas bolas levantadas na área e escanteios. E deu o que o Cruzeiro mais gosta: um contra-ataqu. 

Aos 30 minutos, o apagado Éverton Ribeiro recebeu de Mayke, invadiu a área tranquilamente e deslocou Grohe com um chute forte. A virada veio com a cara de líder, com a cara do melhor time do Brasil, com a cara do time que pode ser campeão no próximo domingo. 

 

 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 2 CRUZEIRO

 

 

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data-hora: 20/11/2014 – às 21h50
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP)
Público-renda: 43.012 (40.497 pagantes)- R$ 1.441.00,00
Cartões amarelos: Mayke, Samúdio, Willian Farias (CRU) Zé Roberto, Riveros, Pedro Geromel (GRE)

 

Gols: Riveros - 12'/1°T (1-0), Ricardo Goulart - 20'/2°T (1-1), Éverton Ribeiro - 30'/2°T (1-2)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Pedro Geromel e Zé Roberto; Walace, Riveros (Alán Ruiz - 33'/2°T), Ramiro, Luan (Giuliano - 36'/2°T) e Dudu; Barcos (Lucas Coelho - 37'/2°T) - Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Mayke - 22'/1°T), Léo, Bruno Rodrigo e Samúdio (Egídio - 19'/2°T); Willian Farias, Nilton, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Marquinhos (Willian -31'/1°T) e Júlio Baptista - Técnico: Marcelo Oliveira.





.
 
 
 
eXTReMe Tracker