Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/11/2014
09h11 | esportes - Futebol
Queda na Copa do Brasil e perda de vaga na Libertadores fazem Luxa diminuir pedidos para permanecer
CLIQUE E CONFIRA.

Vanderlei Luxemburgo - Flamengo (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

 

 

Após a eliminação na Copa do Brasil e sem a chance de disputar a Copa Libertadores da próxima temporada, o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu diminuir as exigências para permanecer no Flamengo até o fim de 2015. Depois de ter solicitado R$ 700 mil para assinar o contrato – atualmente, ele recebe R$ 300 mil como pessoa jurídica –, o comandante rubro-negro agora aceita um aumento de R$ 200 mil, passando a receber a quantia de R$ 500 mil mensais.

Outro ponto que Vanderlei Luxemburgo recuou foi em relação aos pedidos por jogo. Anteriormente, o treinador exigiu premiação, 30 camisas oficiais por mês e 15 ingressos por jogo, além de carta branca para indicar os reforços e a contratação de pelo menos três jogadores de peso (veja mais na página ao lado). Agora, as exigências em premiação, camisas, carta branca e reforços de peso estão mantidas, sendo amenizada a questão dos ingressos para jogos.

A mudança de atitude de Luxemburgo para permanecer na Gávea é justificada por conta da menor previsão de receita para 2015 com a não participação do Flamengo na Libertadores. Para que as outras exigências tenham condições de serem cumpridas, o treinador entendeu que precisava abrir mão de certos pontos para assinar o contrato – como está em pessoa jurídica, existe a chance de encerrá-lo a qualquer momento sem ônus.

Vale destacar que parte da diretoria do Flamengo trabalha para que Luxemburgo permaneça com o mesmo salário. Internamente, o técnico não tem apoio total dos dirigentes, até porque não foi consenso para substituir Ney Franco, antecessor dele. Parte da cúpula (como o executivo geral, Fred Luz, e o vice de marketing, Luiz Eduardo Baptista) queria a contratação de Tite.
 
Do Lancenet! 

 





...
 
 
 
eXTReMe Tracker