Página inicial
 
Mural de recados
09.12 | Rubro Negro
Campeão com mérito? Como assim,série B de 86 tem um monte de time q se intitula ...
09.12 | CLEO
pra ajudar o central< temos q se associar, tem 3 categoRIas de SÓCIOS PRAS 3 CLA ...
09.12 | MARCOS LEITE
PAULO VC FALOU DO SALGUEIRO, E OS OUTROAS DO INTERIOR NÃO VÃO DIPSUTAR NADA? VÃO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/11/2014
18h40 | esportes - SÉRIE C
SÉRIE C > CRB 0 x 0 Macaé - Empate sem graça clube Carioca está na final da competição
CLIQUE E CONFIRA.

Precisando fazer cinco gols para avançar à final da Série C, já que levou uma goleada de 4 a 0 no primeiro jogo da semifinal, o CRB empatou em 0 a 0 com o Macaé na tarde deste sábado, no Estádio Rei Pelé, e viu o time carioca chegar à final.

O Macaé, que pela primeira vez em sua história disputará a Série B do Campeonato Brasileiro no ano que vem, terá a chance de coroar a bela campanha na Terceirona com um título. O time carioca aguarda o resultado do confronto entre Paysandu e Mogi Mirim, que acontece neste domingo, às 19 horas. A tendência é que o Alvianil Praiano faça a final com o Papão, já que este tem ampla vantagem, por ter derrotado o Mogi por 4 a 1 no jogo de ida.

 

TRUNCADO

Precisando ganhar por cinco gols de diferença, o CRB, evidentemente, começou tomando a iniciativa da partida. O time alagoano logo se atirou ao ataque até de forma inconsequente e, por isso, viu que poderia ser perigoso, já que o Macaé começava a sair com perigo nos contra-ataques, liderado pelo jovem Bruno Alves, tanto na hora de acelerar, quanto quando o momento pedia uma maior cadência no jogo.

A primeira chance real de perigo veio aos oito minutos, quando João Victor, lateral esquerdo do CRB, quase abriu o placar com um chute forte. O time da casa ia criando chances e, aos 19, mais uma perigosa. O experiente lateral direito Paulo Sérgio, ex-Palmeiras, cobrou falta com muita categoria, mas o goleiro Milton Raphael mergulhou para fazer uma bela defesa.

O jogo ficou truncado a partir da metade da etapa inicial, com muito mais faltas do que futebol, de fato, tanto que o árbitro distribuiu seis cartões amarelos em todo o primeiro tempo. Claramente, a missão árdua de ter que fazer cinco gols deixava o CRB nervoso, fazendo com que o time regatiano chegasse de forma desorganizada ao ataque.

LÁ E CÁ, MAS SEM GOLS

Como na primeira etapa, o CRB voltou para o segundo tempo se atirando ao ataque para tentar abrir o placar e, daí, sonhar em reverter a grande vantagem. A exemplo também do primeiro tempo, as chances mais perigosas do time alagoano eram oriundas de bolas paradas. Aos dois minutos, em cobrança de escanteio, a bola ficou viva na pequena área, mas Juba, atacante do Macaé afastou o perigo.

A pressão continuou e o atacante Diego Clementino, descansado pois entrou no começo do segundo tempo, dava trabalho ao goleiro Milton Raphael. Aos 14 e aos 18 duas boas chegadas do atacante. Na primeira ele subiu bonito para cabecear, mas, esperto, o arqueiro carioca fez a defesa com muito reflexo. Na última, após limpar a marcação, o atacante bateu com muito perigo sobre o gol do Macaé. Aos 23, Clementino ainda carimbou a trave, mas o árbitro já havia parado o lance e assinalado o impedimento do ataque.

Dos trinta minutos em diante, a peleja ficou aberta e, com o CRB pressionando, o Macaé tinha bastante espaço para contragolpear. Em um dos contra-ataques, Balotelli teve a chance de sair na cara do gol de Júlio Cesar, mas a zaga regatiano se recuperou a tempo.

No fim a pressão do time mandante aumentava e o goleio Milton Raphael reiterou a bela atuação. Em linda jogada, o atacante magrão chapela o adversãrio, bate pro gol e o goleiro defende. No rebote, Clementino, mais uma vez enche o pé e Milton fecha o gol com outra bela defesa. Muito por culpa do goleiro, o placar não saiu do zero e o Macaé avançou à final da Série C.

Do Futebol Interior 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker