Página inicial
 
Mural de recados
26.07 | MARCOS LEITE
SÁBADO DIA 29 AS 15 HS PORTO X NÁUTICO SUB-20 NO VERA CRUZ NO S. FRANCISCO , ESS ...
26.07 | Patativa
Chegamos num momento tão vergonhoso, que eu fiquei sabendo que os clubes da Para ...
26.07 | Eraldo
Já li muita coisa nesse Blog, agora chamar o Porto de time que honra a cidade é ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/11/2014
23h50 | esportes - Futebol
São Paulo sofre e perde para o Emelec, mas avança à semifinal
CLIQUE E CONFIRA.

O São Paulo sofreu com "apagões" no início dos dois tempos e perdeu por 3 a 2 para o Emelec, nesta quarta-feira, no Estádio George Capwell (EQU), mas está classificado à semifinal da Copa Sul-Americana - fez 4 a 2 no Morumbi na ida. A boa atuação de Kaká e os gols de Alan Kardec e Ganso, ambos no primeiro tempo, minimizaram a péssima atuação do sistema defensivo e deram a vaga ao clube paulista. Bolaños fez os três para os equatorianos, dois deles de pênalti.

 

O próximo oponente será definido já na madrugada de quarta para quinta-feira: o Atlético Nacional (COL), que venceu em casa por 1 a 0, vai enfrentar o Cesar Vallejo no Peru.


O início de jogo não foi nada animador para os cerca de dez são-paulinos que estavam no estádio. O time conseguiu a proeza de tomar um gol logo aos 19 segundos de bola rolando, com Bolaños aproveitando a liberdade concedida por um bote errado de um perdido Alvaro Pereira e pela lentidão de Edson Silva no mano a mano.

 

A festa da torcida e o gol-relâmpago empolgaram os equatorianos, que precisavam só de mais um gol e asfixiaram o São Paulo por quase meia hora. Enquanto os mandantes corriam de maneira impressionante e pareciam se multiplicar, os jogadores mais qualificados do Tricolor não se encontravam: Kaká, Ganso e Michel Bastos mal tocavam na bola e o mais lúcido era um marcador, o capitão Denilson (segue o rodízio promovido por Rogério Ceni). Alan Kardec era um mero espectador.

 

Mas não há time no mundo que suporte o ritmo alucinante do Emelec por muito tempo. Além de aproveitar o cansaço natural do adversário, o time de Muricy Ramalho cresceu quando seus meias despertaram e conseguiram segurar a bola. O empate veio na bola parada, aos 29 minutos: Michel Bastos bateu falta, Paulo Miranda escorou e Kardec deu o ar da graça para tocar na saída do estabanado Dreer. A virada veio dez minutos depois com um dos lampejos de "tiki-taka" que o São Paulo vem tendo. Michel Bastos, Souza e Kaká, com direito a giro sensacional e passe açucarado do camisa 8, construíram a jogada que terminou com gol de Ganso.

O apagão no início do segundo tempo foi ainda pior: Paulo Miranda e Alvaro Pereira cometeram pênaltis que Bolaños converteu, aos três e sete minutos. O hat-trick do atacante deixou o Emelec a um gol de levar a decisão para as penalidades. O agravante foi que o Tricolor, vindo de desgastante sequência de jogos, sentiu a perna pesar - sobretudo Kaká.

 

Dessa vez menos afobado, o time da casa soube trocar passes e envolver o São Paulo até achar espaço para finalizar. Rogério Ceni salvou quando deu e contou com a sorte em duas jogadas: aos 27 minutos, Mena ficou cara a cara com ele e bateu por cima; aos 38, Gimenez aproveitou erro de Hudson e carimbou o travessão. Cansado de tanto se esgoelar pedindo para o time valorizar a posse de bola, Muricy tentou tapar o maior dos buracos ao tirar Alvaro Pereira, que vinha em noite infeliz, para a entrada de Ademilson. Michel Bastos foi para a lateral esquerda. Depois, ainda lançou Osvaldo no lugar de Kaká e Lucão no de Kardec para se segurar. E segurou!

 

 

FICHA TÉCNICA
EMELEC (EQU) 3 X 2 SÃO PAULO

 

 

Local: George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Data/Horário: 5 de novembro de 2014, às 22h
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Francisco Mondria e Sergio Roman (ambos do Chile)
Cartões Amarelos: Giménez, P. Quiñoñez, Bolaños (EME), Paulo Miranda, Ganso (SAO)
 

 

GOLS: Bolaños, aos 19''/1ºT (1-0), Alan Kardec, aos 29'/1ºT (1-1); Ganso, aos 39'/1ºT (2-1); Bolaños, aos 3'/2ºT (2-2); Bolaños, aos 7'/2ºT (3-2).

EMELEC: Dreer; Narvaez (Charcopa, aos 39'/2ºT), Achilier, J. Quiñonez e Bagüi; P. Quiñonez (Gaibor, no intervalo), Lastra, Giménez, Bolaños e Mena; Herrera (Mondaini, no intervalo). Técnico: Gustavo Quinteros.

 

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Hudson, Paulo Miranda, Edson Silva e Alvaro Pereira (Ademilson, aos 22'/2ºT); Denilson, Souza, Michel Bastos, Ganso e Kaká (Osvaldo, aos 37'/2ºT); Alan Kardec (Lucão, aos 39'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

 

 Emelec x São Paulo - Copa Sul-Americana (Foto: Rodrigo Buendia/AFP) 



Do Lancenet!



...
 
 
 
eXTReMe Tracker