Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
21.09 | MARCOS LEITE
FOI UMA BOA PRO CENTRAL, O NÁUTICO FAZER ESSES JOGOS NO LACERDÃO, O CENTRALZÃO P ...
21.09 | cleo
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA NA OUTRA QUARTA EM PESQUEIRA CON ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
22/10/2014
12h10 | esportes - Futebol
Presidente do São Paulo confirma que zagueiro Breno pode vir no fim do ano
CLIQUE E CONFIRA.

Na próxima temporada o Tricolor do Morumbi pode ganhar um reforço para sua zaga sem investir. O presidente Carlos Miguel Aidar confirmou que o São Paulo pode ter o zagueiro Breno de volta na metade de dezembro. O jogador, condenado na Alemanha a quase quatro anos de prisão por incendiar sua casa, deve ser liberado pela Justiça e retornar ao Brasil.

 

De acordo com a legislação alemã, após cumprir dois terços da pena, já se pode ter um contrato de trabalho e como Breno está registrado como atleta do São Paulo as coisas podem ficar um pouco mais fáceis.


- Temos a esperança de ele ser liberado no dia 17 de dezembro (quando Breno completa dois terços da pena), mas ainda não é uma certeza - disse o presidente são-paulino para a ESPN Brasil.

 

Aidar também explicou as condições para o clube receber o atleta, que cumpriu as exigências pedidas pela Justiça alemã.

 

- O Breno cumpriu quase todas as exigências passadas pela Justiça da Alemanha, a última que ele não pôde cumprir, e ele não tem condições de fazer, é o ressarcimento financeiro por causa do incêndio no imóvel, mas ele se acertou com uma seguradora - completou o mandatário.

 

O incêndio aconteceu em 2011, quando o jogador estava afastado do Bayern de Munique por conta de uma lesão. Após analisar o caso, a Justiça da Alemanha condenou o jogador a prisão imediata por 3 anos e 9 meses. Breno passou a ter liberdade condicional no ano passado e voltou a trabalhar pelo seu clube mas sem remuneração.

 

Se voltar ao São Paulo no fim desta temporada, Breno irá trabalhar novamente com Muricy Ramalho, mesmo técnico que em 2007 promoveu o zagueiro da base e o colocou em posição de destaque no elenco profissional do São Paulo, que venceu o Campeonato Brasileiro daquele ano.

 

 Breno - São Paulo (Foto: Tom Dib) 

Do Lancenet! 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker