Página inicial
 
Mural de recados
29.04 | Paulo alvinegro
Gostei muito da contratação de Marcelo bonan excelente goleiro. ...
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/04/2014
18h55 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Com dois de Careca, Náutico bate o Vila Nova-GO na Arena Pernambuco
Clique e confira!

Do Blog do Torcedor.

O atacante Careca não vinha sendo utilizado nos últimos jogos do Náutico. Parecia esquecido pelo técnico Lisca. Mas, na tarde deste sábado, no confronto diante do Vila Nova, pela segunda rodada da Série B, o atacante foi acionado e não decepcionou. Diante dos goianos, o Náutico venceu a partida por 2×0, com dois gols do até então esquecido Careca.

Vida nova para Careca e vida nova para o Náutico. O time alvirrubro mostrou vontade para vencer o Vila Nova. Com o resultado, o Timbu chega aos quatro pontos, o que garante ao Timbu a liderança provisória da Série B. Na próxima rodada, dia 3, em Fortaleza, o Náutico encara o Ceará.

O Jogo

O Náutico mostrou na primeira etapa da partida contra o Vila Nova, na Arena Pernambuco, que está mesmo focado na Série B do Campeonato Brasileiro. A perda do título estadual faz parte do passado. O time alvirrubro mostrou um futebol solto, de muita velocidade e sempre buscando o ataque. O Vila Nova deu certo trabalho porque também não se intimidou e foi à frente.

Como era esperado, o Timbu entrou em campo com praticamente a mesma formação que atuou na decisão do Pernambucano. A diferença foi a entrada de Careca no lugar de Marcelinho. O time alvirrubro trabalhou bem a bola no meio de campo , variando as jogadas pelas laterais. Os erros cometidos nas trocas de passe, no entanto, proporcionavam contra-ataque velozes do time goiano. O Vila Nova, em alguns momentos, chegou a pressionar, mas faltou ser objetivo, agudo. Melhor para o Timbu.

O Náutico foi melhor. Logo aos 15 minutos, Marinho recebeu bola pela direita e chutou cruzado. A bola passou por todo mundo e bateu na trave. Aos 27 minutos, Marinho novamente chutou forte e mais uma vez a bola explodiu no travessão. O Náutico continuou martelando até que aos 34, após cruzamento da esquerda, Elicarlos, dentro da área, de cabeça, serviu Careca. O atacante, sozinho, também de cabeça, abriu o placar do jogo.

Depois do lance, o Náutico ganhou mais tranquilidade para jogar. E o time continuou buscando o ataque, mas a defesa do Vila Nova conseguiu se posicionar bem e evitar mais um gol.

Para o segundo tempo, o técnico Lisca procurou dar ainda mais ofensividade ao time. O comandante tirou o apagado meia Zé Mário e escalou o atacante Paulo Júnior. A mudança não surtiu muito efeito, pois a equipe perdeu  a posse de bola no meio de campo e, assim, Paulo Júnior pouco acrescentou. O Vila Nova cresceu, passou a buscar mais o ataque, mas sem conseguir agredir a defensiva alvirrubra.

E assim o jogo ficou chato. De um lado o Náutico tentando buscar o ataque pelas laterais, já que o meio de campo continuava confuso. Do outro, o Vila Nova que tinha mais posse de bola, no entanto, não tinha qualidade para superar o sistema defensivo do Timbu.

Até que Lisca percebendo que o Náutico estava perdendo espaço, fez duas mudanças. Vinícius e Leleu entraram no lugar de Elicarlos e Marinho, respectivamente. E logo depois, a equipe pernambucana conseguiu ampliar o placar. Numa rápida cobrança de falta, a bola chega para Vinicius, que serviu para Careca, que livre de marcação, fuzilou Cléber.

O Náutico passou a “cozinhar” o adversário. O Vila Nova voltou a investir pesado no ataque, mas sem conseguir penetração para oferecer perigo ao goleiro Alessandro. Feliz da vida, a torcida aplaudiu mais uma vez o empenho da equipe e, principalmente, pela conquista de três pontos na Série B.

Ficha técnica

Náutico
Alessandro; Jackson, Leonardo Luiz, Flávio e Raí; Dê, Yuri, Elicarlos e Zé Mário (Paulo Júnior); Marinho e Rodrigo Careca. Técnico: Lisca.
 
Vila Nova-GO
Cléber Alves; Ângelo (Gustavo), Álvaro, Gabriel e Christiano; Gilmak, Radamés, Léo Rodrigues e Almir; Marcelo Toscano e Rafael Oliveira (Tiago Furlan). Técnico: Sidney Moraes.

Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Avelar Silva (CE). Assistentes: Ailton da Silva e Daniel Pimentel (ambos de SE). Gol: Careca, aos 34 minutos do primeiro tempo e aos 31 do segundo. Cartões amarelos: Gustavo, Radamés, Vinicius. Público: 3.075. Renda: R$ 118.550,00.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker