Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
25.04 | Patativa
Que time é esse em ? O vexame vai ser pior do q do ano passado jogadores que nun ...
25.04 | Patativa
Quem tem que sair é esse bodeiro que nunca fez nada pelo central e só faz atrapa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/03/2014
17h14 | esportes - SELEÇÃO BRASILEIRA
Neymar faz 3, e Brasil vence África do Sul no último jogo antes da lista final

Fernandinho mostrou que 90 minutos foram mais do que suficientes para entrar de cabeça na disputa por uma das vagas na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo. O volante, assim como Rafinha, recebeu a chance no amistoso desta quarta-feira, contra a África do Sul - o último jogo antes da convocação final para o Mundial -, e, com uma pintura de gol, aproveitou a oportunidade. O Brasil, assim como Fernandinho, jogou fácil e goleou por 5 a 0. Destaque também para Neymar, que balançou as redes três vezes no Soccer City, em Johanesburgo. Oscar também deixou o dele, completando a lista de artilheiros do amistoso.

 

Agora, quem ainda quiser uma das valiosas vaga na Seleção Brasileira da Copa-2014 precisará mostrar serviço exclusivamente no clube, porque o Brasil só volta a campo nos amistosos às vésperas do Mundial, nos dias 3 e 6 de junho (contra Panamá e Sérvia), com os 23 já convocados.


JOGO FÁCIL

O Brasil não demorou muito para mostrar a eficiência no ataque. Eram 10 minutos quando Hulk, com um primor de passe feito quase da linha do meio-campo, deixou Oscar na cara do gol. O meia esbanjou categoria ao tocar por cima do goleiro. Oscar foi o principal nome da Seleção na etapa inicial (ele saiu no intervalo). Além do gol, ele exibiu vasto repertório, com passes precisos e até auxílio na marcação.

 

Em relação aos jogadores colocados à prova, tanto Rafinha quanto Fernandinho não foram muito exigidos na primeira etapa. O time sul-africano mostrou-se muito deficiente e não demandou muito trabalho ao lateral-direito e ao volante, que tiveram atuação um tanto quanto burocrática.

 

Os Bafana Bafana não conseguiram se ajeitar na marcação. O resultado? Novo buraco na zaga e espaço justamente para Neymar. Aí não teve discussão: 2 a 0 Brasil, depois de um chute que passou entre as pernas do goleiro.

 

Para o segundo tempo, o Brasil voltou diferente: com a camisa azul. E a equipe só precisou de 21 segundos para fazer o terceiro, novamente com Neymar, fazendo belo gol de cobertura - Fred foi o garçom.

 

Grupo festeja após primeiro gol, marcado por Oscar (Foto: Vipcomm)

 

GOLAÇO E GOLEADA

 

Voltando aos testes, Felipão cumpriu a promessa de deixar Rafinha e Fernandinho em campo durante os 90 minutos. O treinador resolveu dar mais liberdade ao volante, colocando Luiz Gustavo para começar o segundo tempo.

Rafinha não conseguiu produzir muito. E a chance também vinha sendo sem valor para Fernandinho, porque o ritmo do jogo caiu, ainda mais com o recuo dos sul-africanos. Mas o jogador tomou a iniciativa e, com um golaço num chute de muito longe, deixou todo mundo de boca aberta.

 

O quarto gol brasileiro fez Felipão dar uma risadinha marota no banco de reservas, como quem estava lisonjeado por receber um presentaço para "tirar onda" na Copa. Neymar ainda marcou o quinto - o terceiro dele -, já aos 45 minutos. Agora a bola está com o treinador, que no dia 7 de maio acabará com o mistério e divulgará a lista para a Copa.

 

 

ÁFRICA DO SUL 0 X 5 BRASIL
Local: Soccer City, em Johanesburgo (AFS)
Data/Hora: 5/3/2014, às 14h (de Brasília)
Árbitro: Antonio Caxala (ANG)
Auxiliares: Jerson dos Santos e Julio Gonçalves da Silva Lemos (ANG)
Gols: Oscar, 10'/1ºT (0-1); Neymar, 40'1ºT (0-2) e 1'/2ºT (0-3); Fernandinho, 33'/2ºT (0-4), Neymar, 45'/2ºT (0-5)
Cartão amarelo: Ramires (BRA)

 

ÁFRICA DO SUL: Williams, Ncongca, Matlaba, Khumalo (Xulo, 19'/2ºT) e Nthethe; Furman, Jali (Zungu, 9'/2T), Serero e Claasen (Ndlovu, 6'/2ºT); Parker (Patosi, 17'/2ºT) e Rantie (Manyisa, intervalo). Técnico: Gordon Igesund

BRASIL: Julio Cesar; Rafinha, David Luiz (Dante, 19'/2ºT), Thiago Silva e Marcelo (Daniel Alves, 12'/2ºT); Fernandinho, Paulinho (Luiz Gustavo, intervalo), Hulk (Willian, intervalo) e Oscar (Ramires, intervalo); Neymar e Fred (Jô, 16'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari





..
 
 
 
eXTReMe Tracker