Página inicial
 
Mural de recados
12.12 | Pierre Santos
Marcos Leite, é bom pela renda no momento, agora quando lota é de 90% de caruaru ...
12.12 | CLEO
Vdd Marcos Leite se o Centralzão começar com o pé direito a torcida vai comparec ...
12.12 | CLEO
VAMOS PRA FESTA GALERA NESSA TERÇA LANÇAMENTO DA NOVA MARCA E AS MUSAS DO CENTRA ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/11/2013
10h35 | esportes - COPA DO BRASIL
COPA DO BRASIL - 1º JOGO DA FINAL > Atlético/PR x Flamengo - 20h50 (PE) - Vila Capanema - Curitiba
Clique e Confira.

 O Flamengo é o favorito para faturar o título da Copa do Brasil e, consequentemente, uma vaga na Libertadores do ano que vem. Se engana, porém, quem acha que os cariocas terão vida fácil. Além de enfrentar um animado Atlético-PR, o Mengão também terá que superar o apoio vindo das arquibancadas do Estádio Durival de Britto. Os torcedores paranaenses prometem uma grande festa antes e durante o primeiro jogo da decisão, marcado para essa quarta-feira, às 21h50, em Curitiba.

Em busca do tricampeonato - conquistou a Copa do Brasil em 1990 e 2006 -, o Flamengo espera voltar com pelo menos um empate da capital paranaense visando o jogo de volta, marcado para a próxima quarta-feira, também às 21h50, no Estádio do Maracanã. Quase 50 mil ingressos já foram vendidos de forma antecipada. Já o Atlético-PR, que chegou pela primeira vez na final da competição, quer aproveitar o apoio da sua torcida para conseguir uma boa vantagem, prevendo a pressão que vai encontrar no Rio de Janeiro.

Na primeira fase, o Flamengo eliminou o Remo com duas vitórias (1 a 0 fora e 3 a 0 em casa), enfrentando depois o Campinense. Também com duas vitórias (ambas por 2 a 1), o Mengo passou para a terceira fase, quando encarou o ASA e avançou com mais facilidade (vitórias por 2 a 0 e 2 a 1). Com um gol marcado por Elias no último minuto, o time rubronegro eliminou o Cruzeiro nas oitavas de finais (perdeu o primeiro por 2 a 1 fora e ganhou o segundo por 1 a 0), chegando embalado nas quartas, quando enfrentou o rival Botafogo. Após empatar o primeiro jogo por 1 a 1, o Fla goleou a Estrela Solitária por 4 a 0 na volta. Já na semifinal, passou pelo Goiás (duas vitórias por 2 a 1).

A caminhada do Atlético-PR começou com a classificação sobre o Brasil de Pelotas, vencendo os dois jogos (1 a 0 fora e 2 a 0 em casa). Na segunda fase, diferente do Flamengo, o Furacão eliminou o jogo de volta ao golear o América-RN, por 6 a 2, fora de casa. E depois quase que o time acaba morrendo pelo caminho, na terceira fase. Após um empate sem gols em Belém - estreia de Vágner Mancini -, os paranaenses venceram o Paysandu por 2 a 1 em casa. O sofrimento continuaria nas fases seguintes. Nas oitavas, derrota para o Palmeiras por 1 a 0 em São Paulo e goleada por 3 a 0 em Curitiba. Depois, o Atlético eliminaria dois times gaúchos: passou pelo Internacional nas quartas de finais com dois empates (1 a 1 fora e 0 a 0 em casa) e na sequência o Grêmio, com uma vitória em casa por 1 a 0 e um empate sem gols em Porto Alegre.

2º jogo também é preocupação
"Um olho no peixe e outro no gato". O ditado popular define bem a situação do Atlético-PR na Copa do Brasil. Além de estar focado no primeiro jogo da final, nesta quarta-feira, contra o Flamengo, o Furacão também não pode se descuidar da partida de volta, no Rio de Janeiro. Isso porque oito jogadores estão pendurados.

Desses, apenas o atacante Douglas Coutinho não vai começar a partida desta quarta-feira como titular, diferente do goleiro Weverton, do lateral-direito Jonas, dos zagueiros Manoel e Luis Alberto, dos volantes Juninho e João Paulo, e do meia Éverton. Por isso, se algum dos jogadores citados acima receber o cartão amarelo estará de fora da partida no Rio de Janeiro.

Contra o Flamengo, nesta quarta-feira, o técnico Vágner Mancini não poderá contar com dois laterais. O direito Léo recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Grêmio e cumpre suspensão automática, enquanto o esquerdo Pedro Botelho ainda não se recuperou de uma lesão na coxa direita, sofrida no dia 16 de outubro, e por isso Juninho continuará sendo improvisado no setor.

Titular absoluto desde que chegou ao Furacão, Bruno Silva não pode ser aproveitado por Vágner Mancini na Copa do Brasil porque já defendeu a Ponte Preta neste campeonato. Assim, Deivid será o companheiro de João Paulo, Éverton e Paulo Baier no meio-campo. O restante do time dificilmente sofrerá outras mudanças em relação ao que foi goleado pelo Botafogo, por 4 a 0, no Brasileirão.

Mistério no Mengão
Final vale tudo. No último treinamento antes do primeiro jogo da decisão contra o Atlético-PR pela Copa do Brasil, o técnico Jayme de Almeida fechou os portões do Estádio Olímpico para a imprensa e não adiantou quem vai começar atuando. A principal dúvida é o experiente goleiro Felipe.

Com uma lesão no joelho esquerdo, o camisa 1 participou normalmente dos últimos treinamentos realizados em Porto Alegre, mas ainda não teve presença confirmada pelo treinador. Caso não tenha condições, Felipe será substituído por Paulo Victor, que vinha atuando como titular nos últimos jogos. O mistério é tanto no Mengo que até o lateral-direito Léo Moura evitou falar sobre o provável time.

"Infelizmente não posso passar nada para vocês (jornalistas), mas vocês verão quando a bola rolar. Todo mundo está focado e sabemos que será um jogo bastante difícil", comentou o camisa 2, despistando também sobre a situação de Felipe: "É um goleiro experiente e que nos ajudou muito, assim como o Paulo nos jogos que entrou".

No treinamento da última segunda-feira, que também foi realizado com os portões fechados, o volante Amaral acabou sentindo dores na coxa esquerda e deixou a atividade mais cedo. No entanto, o jogador não preocupa o departamento médico rubronegro e deve ser confirmado entre os titulares. A tendência é que a única mudança seja feita no gol, caso Felipe tenha condições de jogo.

Ficha Técnica
AtléticoxFlamengo

Fase
FinalRodada
Data
20/11/2013Horário
21h50Local
Vila Capanema , em Curitiba.Árbitro
Paulo César de Oliveira (SP)

Assistentes
Altemir Hausmann (RS) e Alessandro Rocha de Matos (BA)

Atlético

Wéverton; 
Jonas, Manoel, Luís Alberto e Juninho; 
Deivid, João Paulo, Éverton e Paulo Baier; 
Marcelo e Éderson.

Técnico: Vágner Mancini.

Flamengo

Paulo Victor (Felipe);
Léo Moura, Chicão, Wallace e André Santos; 
Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo; 
Paulinho e Hernane.

Técnico: Jayme de Almeida.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker