Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
21.08 | MARCOS LEITE
GUSTAVO, PELO Q ACOMPANHO O FUTEBOL DOS 26 ESTADOS DO BRASIL E MAIS O DF, O ATLÉ ...
21.08 | Antonio do Salgado
Que vaidade danada desses empresarios em ser presidente do Central, porque nao a ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/08/2013
11h18 | esportes - Futebol
Vasco recebe R$ 800 mil por venda de mando contra o Corinthians

Vasco recebeu R$ 800 mil líquidos da empresa Aoxy pela venda do jogo contra o Corinthians, domingo, no Mané Garrincha, pelo Campeonato Brasileiro. Desse total, R$ 400 mil já estão nos cofres do Cruz-Maltino desde a semana passada. Faltam os outros R$ 400 mil.

A empresa ainda arcará com os custos de passagem e de hospedagem, além de pagar todas as despesas que envolvem a partida, incluindo as taxas para a Federação Estadual de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e para a Federação Brasiliense de Futebol.

Foi a Aoxy responsável pela definição do preço dos bilhetes que variam entre R$ 160 a R$ 300.

É o segundo jogo no Distrito Federal comprado pelo grupo. Na primeira rodada do Brasileirão, o grupo pagou R$ 800 mil ao Santos, que tinha o mando de campo do confronto diante do Flamengo. E a Federação Paulista de Futebol ganhou R$ 200 mil.

Enquanto o Peixe considerava, na época, ter feito um bom negócio, a Aoxy projetava uma arrecadação de até R$ 7 milhões. No fim, a renda da partida foi de R$ 6,9 milhões.

A empresa é ligada ao empresário Wagner Abrahão, empresário conhecido no ramo de turismo e envolvido em muitos escândalos com a CBF desde 1990.

Do lancenet


.
 
 
 
eXTReMe Tracker