Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
03/07/2013
23h55 | esportes - Recopa
Renato Augusto faz golaço, Corinthians derrota São Paulo e sai na frente na Recopa

Do Lancenet 

Um Majestoso, por si só, atrai atenções e cria um grande clima de disputa. Adicione ainda a briga por um título internacional, declarações provocativas e as próprias provocações antes do jogo...Mesmo sem um bom nível técnico, o Corinthians saiu na frente do São Paulo pela disputa da Recopa Sul-Americana, ao vencer por 2 a 1, nesta quarta-feira, no estádio do Morumbi.

O "raivoso" Guerrero e o herdeiro da camisa 8 de Paulinho, Renato Augusto, garantiram a vitória. Aloísio fez o do time do Morumbi. Com a vitória, o Timão largou na frente na disputa.

Para o jogo de volta, o São Paulo precisa ganhar por dois gols de diferença, por conta do saldo de gols, para ser campeão. Vitória do Tricolor por um gol de diferença leva a disputa para a prorrogação e, caso persista, aos pênaltis. Empate ou nova vitória alvinegra garantem o título ao clube do Parque São Jorge.

GOL DE RAIVA!

O clássico Majestoso reúne jogos históricos, rivalidade, heróis, vilões e disputa por cada centrímetro de campo. Ingredientes estes que turbinam ainda mais uma decisão de 180 minutos para coroar ou o vencedor da Libertadores de 2012 ou o campeão da Sul-Americana da temporada passada. E, o primeiro jogo da final vem após a pausa para a Copa das Confederações.

Na terça-feira, o peruano Guerrero disse que o elenco corintiano entrava com mais "raiva" no Morumbi por fatores extra-campo, como latas de cerveja atiradas em direção ao ônibus da equipe e até pedras. Na quarta, torcedores "recepcionaram" o veículo do adversário com o que o atacante havia falado. Cenas lamentáveis para manchar uma decisão histórica...

Nas arquibancadas, menos são-paulinos do que o esperado. Pelo lado do Alvinegro, com a liberação da Conmebol, o Timão pôde ser incentivado fora de casa. Em campo, um jogo disputado, com muitas faltas - algumas evitáveis, mas que o juiz Ricardo Marques quis marcá-las. Pelos bons jogadores em campo, o nível técnico foi abaixo do potencial deles. O sempre decisivo Danilo, que fez história nos dois clubes, teve de sair ainda no primeiro tempo, após choque com Rodrigo Caio, em que levou a pior.

Sem boas chances para os dois lados, mas com o Corinthians mais insinuante, Sheik até jogou com a chuteira na mão por alguns instantes. Por quê? Não queria dar brechas na marcação. E, quem deu bobeira foi Juan, que deixou Romarinho fazer um cruzamento pela direita e, após a bola ficar livre na área, Guerrero mandou para o gol. Raiva? Mais ímpeto? Vontade dobrada? O peruano provou mesmo o que havia dito.

Do outro lado, Ganso pouco participou do jogo. Jadson e Luis Fabiano arriscaram bons chutes, mas não obtiveram êxito. Osvaldo segue como válvula de escape, mas sempre para na marcação. O 4-4-2 e por momentos 4-2-3-1 de Ney Franco não surtiram efeito no sólido sistema do rival. E, nesse semblante, o confronto se encaminhou para o intervalo.

EMOÇÃO, ATRITOS E RESERVAS ILUMINADOS!

Na etapa final, Ney Franco, pressionado para faturar esse título, sacou Douglas e Ganso. E não deu nem tempo de os críticos esboçarem possíveis reclamações com a saída do Maestro, pois Aloísio, que o substituiu, arriscou chute de fora da área e Cássio...Ah, Cássio...O goleiro do Timão engoliu um frango. Na comemoração, o sempre efusivo e contagiante atacante correu e deu um carrinho à beira do banco de reservas. Haja emoção! Celebração à la o mais fanático dos são-paulinos.

O jogo adquiriu emoção e disputa. Apoiado pelos torcedores, o São Paulo foi à frente, deixando espaços na defesa. Em contra-ataque, Sheik e Wellington se estranharam, discutiram, mas segue o jogo... Desse modo, o Timão chegou duas vezes à trave, uma com Guilherme, de cabeça, e outra com Romarinho, de peito. Antes, machucado, Douglas deu lugar a Renato Augusto, que voltou ao time após longo período inativo por conta de uma lesão.

Se Danilo saiu para entrada de Douglas. Douglas saiu para a entrada daquele que seria o herói da partida...Terceira opção no jogo, Renato Augusto recebeu passe longo de Fábio Santos, viu Rogério Ceni adiantado e mandou por cima do goleiro. Golaço do novo camisa 8 do Timão, que herdou o número de Paulinho.

À frente, o Alvinegro recuou. Com isso, o São Paulo se lançou mais ao ataque. Tentou jogadas pelo meio da defesa e pelas laterais, mas não conseguiu reverter o placar. Luis Fabiano teve poucas chances para ser decisivo, enquanto Jadson pouco criour. Agora, o Tricolor tem 90 minutos para conquistar o 13º título internacional da história, enquanto o Timão busca o seu quarto.

PRÓXIMOS JOGOS

A decisão agora fica para o estádio do Pacaembu, no próximo dia 17, às 21h50. Enquanto isso, as equipes voltam às atenções ao Campeonato Brasileiro. No domingo, o São Paulo encara o Santos, em casa, às 16h, pela sexta rodada do torneio nacional. Nos mesmos dia e horário, o Corinthians enfrenta o Bahia, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 2 CORINTHIANS

LOCAL: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
DATA/HORÁRIO: 3/7/2013, às 21h50
ÁRBITRO: Ricardo Marques (MG)
ASSISTENTES: Marcelo Van Gasse e Kléber Lúcio Gil
RENDA/PÚBLICO: R$ 1.237.275,00 / 31.691 pagantes
CARTÕES AMARELOS: Ganso, Jadson, Juan, Welington (SPA); Ralf, Sheik, Renato Augusto, Guerrero (COR)
CARTÕES VERMELHOS: -
GOLS: Guerrero, aos 28'/1ºT (0-1); Aloísio, a 1'/2ºT (1-1); Renato Augusto, aos 30'/2ºT (1-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas (Wellington - intervalo), Lúcio, Rafael Toloi e Juan; Denilson (Lucas Evangelista - 33'/2ºT), Rodrigo Caio, Jadson e Paulo Henrique Ganso (Aloísio - intervalo); Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

CORINTHIANS: Cássio, Edenilson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Danilo (Douglas - 28'/1ºT) (Renato Augusto - 7'/2ºT) e Romarinho; Emerson (Ibson - 37'/2ºT) e Guerrero. Técnico: Tite.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker