Página inicial
 
Mural de recados
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
16/06/2013
21h29 | esportes - Copa das Confederações
Balotelli decide, Itália vence México e ganha torcida brasileira no Maracanã

Gol do Balotelli - México x Itália (Foto: Tom Dib/LANCE!Press)

Com o Maracanã lotado por 71.527 torcedores, recorde de público até aqui na Copa das Confederações, a Itália venceu o México por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã. Pirlo e Balotelli, destaques da Azzurra, marcaram para os italianos. Chicharito Hernandez, de pênalti, descontou.

As duas seleções, que estão no Grupo A, o do Brasil, fizeram um ótimo jogo e o estádio teve maioria para a torcida mexicana. Em alguns momentos apenas, os brasileiros festejaram a Azzurra. Como antes da partida, quando as escalações das equipes foram anunciadas e o polêmico atacante Balotelli foi o mais ovacionado.

Ou, principalmente, aos 26 minutos do primeiro tempo, quando o mesmo Balotelli sofreu falta na intermediária do campo de ataque e os gritos de “Pirlôôô!” tomaram o estádio. Pareciam adivinhar... Com uma cobrança magistral de Pirlo no ângulo direito da trave de Corona, a Itália abriu o placar no Maracanã.

Àquela altura, a Itália dominava o jogo. Balotelli, à frente da linha de três jogadores formada por Giaccherini, Montolivo e Marchisio, era acionado a todo instante e arriscavada chutes de longe. Em um desses lances, Corona soltou e quase Montolivo marcou. Pirlo ainda sofreu pênalti claro não marcado pelo árbitro chileno Enrique Osses.

Torcida do México foi maioria no Maracanã (FOTO: Tom Dib/LANCE!Press)

O gol acordou a seleção mexicana, que espelhava o esquema 4-2-3-1, usado pela Itália. Giovani dos Santos e Chicharito Hernández passaram a trocar de posição e o baixinho Aquino, pelo meio, contra-atacava com Guardado, avançando pela esquerda.

O gol de empate só saiu, no entanto, por causa de uma falha grotesca do zagueiro Barzagli, que foi desarmado por Giovani e cometeu pênalti, quando o meia-atacante mexicano entrou na área. Chicharito bateu e empatou.

'Guerra' das torcidas do Rio e agradecimentos a Balotelli

Pirlo abriu o placar com um golaço de falta (FOTO: Vincenzo Pinto/AFP)

No intervalo da partida, como já havia acontecido antes do início, torcedores dos times do Rio travaram duelo cômico nas numeradas. A torcida do Flamengo entoando gritos de "Mengo" e rivais reagiando com vaias.

O segundo tempo começou com a Itália, de novo, dominando o meio de campo. De la Torre, técnico do México, reforçou a marcação com Mier no lugar de Aquino. Prandelli respondeu com o atacante Cerci no lugar do volante e meia Marchisio.

Balotelli, sempre acionado, recebeu lançamento de Pirlo, enrolou-se com Rodriguez e pediu pênalti. Não funcionou. "Balotelli, viado!!!", responderam os torcedores.

Aos 32 minutos, ele teve nova chance. Giaccherini recebeu de De Rossi e tocou na área. O atacante do Milan ganhou de Rodriguez e chutou na saída de Corona. A torcida gostou.

– Aaaaahhhhh, é Balotelli!!!

Chicharito fez o gol da seleção mexicana, em cobrança de pênalti (FOTO: Vincenzo Pinto/AFP)

A cinco minutos do fim, Prandelli resolveu poupá-lo e o substituiu por Gilardino. E Balotelli deixou o campo ovacionado. Foi o primeiro jogo do atacante, de 22 anos, no Brasil.

O México não conseguiu mais furar o forte sistema defensivo da Itália. Com três pontos, a seleção italiana está em segundo no Grupo A, já que perde no saldo de gols para o Brasil (um a três). A Azzurra encara na quarta-feira o Japão, às 19h, na Arena Pernambuco. O México será o próximo adversário da Seleção Brasileira, também quarta, às 16h, em Fortaleza.

 

FICHA TÉCNICA
MÉXICO 1 X 2 ITÁLIA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 16/6/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Auxiliares: Carlos Asroza (CHI) e Sérgio Román (CHI)
Público: 71.527 torcedores
Cartões amarelos: Moreno (MEX); Barzagli, Balotelli e De Rossi (ITA)
Cartões vermelhos: -
Gols: Pirlo 26'/1ºT (0-1), Hernández 33'/1ºT (1-1) e Balotelli 32'/2ºT (1-2)

MÉXICO: Corona, Flores, Rodríguez, Moreno e Salcido; Torrado, Aquino (Mier 7'/2ºT), Zavala (Jiménez 41'/2ºT), Giovani dos Santos e Guardado; Chicharito - Técnico: José Manuel de la Torre.

ITÁLIA: Buffon, Abate, Barzagli, Chiellini e De Sciglio; De Rossi, Pirlo, Montolivo, Marchisio (Cerci 23'/2ºT) e Giaccherini (Aquilani 42'/2ºT); Balotelli (Gilardino 38'/2ºT) - Técnico: Cesare Prandelli.
 
DO LANCENET 

 





.
 
 
 
eXTReMe Tracker