Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
14.10 | MARCOS LEITE
GUSTAVO, NA SEGUNDONA TEM MUITOS BONS JOGADORES O CENTRAL TEM Q FIK D OLHO COM U ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/06/2013
19h25 | esportes - AMISTOSO
Haiti faz a festa da torcida e arranca empate da Itália em São Januário
Clique e Confira >>>

Haiti x Itália (Foto: Vincenzo Pinto/AFP)

Com gols aos 39 e 45 minutos do segundo tempo, o Haiti conseguiu um empate histórico na tarde desta terça-feira, em São Januário, no Rio. Saurel e Jean Philippe marcaram os gols do Haiti, que deixou o campo sob gritos de "Ih, é Haiti!", "Ih, é Haiti!". Pouco mais de duas mil pessoas pagaram ingresso. O amistoso foi em benefício das vítimas do terremoto que matou quase 300 mil pessoas no Haiti, em 2010.

A Itália marcou o primeiro gol com o meia Giaccherini, aos 19 segundos, após cruzamento de Candreva, em que a defesa haitiana dormiu. O técnico Cesare Pradelli escalou o time reserva, e decepcionou os poucos presentes no estádio, que esperavam ver Balotelli, El Shaarawy, Buffon e Pirlo desde o início do jogo.

- Talvez, se os titulares jogassem, o público seria melhor. Se eu soubesse que a Itália jogaria com os reservas, talvez não viesse também... Mas vamos esperar que a Itália faça um grande jogo - disse antes da bola rolar o italiano Augusto de Rossi, 78 anos, engenheiro aeronáutico, que mora no Brasil desde 1957. Ele foi ao estádio com o filho e a nora e uma amiga.

Italianos e haitianos confraternizam nas sociais do Vasco (FOTO: Tom Dib/LANCE!Press)

Os demais torcedores, claro, preferiram torcer para o Haiti. Com maioria de vascaínos, divertiram-se com os dribles do baixinho atacante Jeff Louis e do meia Maurice, a quem chamaram de William Barbio por causa da cabeleira. E cantavam musiquinhas nada amistosas para torcedores do Fluminense que se aventuraram em São Januário com a camisa tricolor.

Por mais da metade do primeiro tempo, o Haiti chegou a pressionar a Itália. Sirigu, reserva de Buffon, fez uma defesa em chute de Louis e saiu da área uma vez para chutar a bola para longe. O repertório de dribles dos haitianos, porém, fazia a torcida delirar.

O Haiti vinha de cinco derrotas seguidas, para Cuba, Chile, Omã e República Dominicana, além da Espanha, no último sábado. A seleção se prepara para a Copa Ouro, em julho, nos Estados Unidos.

Pouco mais de 2 mil pessoas pagaram ingresso para ver o amistoso (FOTO: Tom Dib/LANCE!Press)

No segundo tempo, o Haiti continuou pressionando a Itália. Até que uma sequência de três ataques fez Prandelli lançar os titulares. Diamanti, Gillardino e Giaccherini saíram para a entrada de Montolivo, Balotelli e De Rossi. Mais tarde, El Shaarawy substituiu Cerci.

Aos 26 minutos, Balotelli fez jogada pela direita e cruzou para El Shaarawy chutar, o goleiro rebateu e Marchisio, que havia acabado de entrar, fez o segundo gol da Itália.

A seis minutos do fim, o árbitro brasileiro Marcelo Lima Henrique marcou pênalti de Astori em Jean Philippe. Saurel fez o gol. No último minuto, o zagueiro Desmarets deu um chutão da defesa, Jean Philippe ganhou de Astori (de novo ele...) e chutou na saída de Marchetti. Gol e empate histórico, para festa da maioria da torcida.

Hospedada no Rio de Janeiro e com o campo anexo do Engenhão como base para os treinos, a Itália está no Grupo A da Copa das Confederações, ao lado de Brasil, Japão e México. A Azzurra, atual vice-campeã europeia, estreia contra os mexicanos, no próximo domingo, às 16h, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
HAITI 2 X 2 ITÁLIA

Local: São Januário
Data-Hora: 11/6/2013 - 15h45
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Renda e público: R$ 65.450,00 / 2.022 pagantes / 3.257 presentes
Cartões amarelos: Maurice e Joseph (HAI)
Cartões vermelhos: -
Gols: Giaccherini 19"/1ºT (0-1), Marchisio 26'/2ºT (0-2), Saurel 39'/2ºT (1-2) e Jean Philippe 46'/2ºT (2-2)

HAITI: Montrévil, Alchenat, Lafrance (Desmarets), Avestra (Meshack) e Guerrier; Monura, Alexandre, Herold (Saurel) e Maurice; Jeff Louis (Joseph) e Leonel Saint (Jean Philipe) - Técnico: Israel Blake Cantero.

ITÁLIA: Sirigu (Marchetti), Maggio, Astori, Bonucci e De Sciglio; Candreva, Aquilani (Marchisio), Giaccherini (De Rossi) e Diamanti (Montolivo); Cerci (El Shaarawy) e Gilardino (Balotelli) - Técnico: Cesare Prandelli.




.
 
 
 
eXTReMe Tracker