Página inicial
 
Mural de recados
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/05/2013
06h17 | esportes - Libertadores
Campo pesa, Galo leva dois, mas Tardelli e Luan garantem empate com Tijuana

Do Lancenet 

Mesmo jogando em casa com o apoio da torcida, o Tijuana não conseguiu derrubar a 'sensação da Libertadores' e sentiu o peso de uma equipe com recursos para sair de uma situação complicada. Os Xolos levaram um empate milagroso do Galo em pleno Estádio Caliente.

O colombiano Riascos e o equatoriano Fidel Martínez fizeram os tentos dos donos da casa. Mas foi Diego Tardelli o herói da partida. O atacante fez o gol que diminuiu a desvantagem e produziu brilhante jogada para o empate de Luan, aos 46 minutos do segundo tempo.

A partida de volta das quartas será decidida no Independência, na próxima quinta-feira, dia 30 de maio. Empate sem gols ou por 1 a 1 garante a classificação alvinegra. Caso a partida termine novamente empatada no 2 a 2, a decisão será nos pênaltis. Já os mexicanos precisam vencer ou empatar por uma margem de três gols.

GALO É TOTALMENTE DOMINADO

Com os jogadores sendo obrigados a utilizar chuteiras para gramado sintético, o Galo mostrou grandes dificuldades de imprimir seu ritmo forte de jogo. A bola não só quicava mais como ficava mais rápida mesmo com o mais leve toque. O primeiro tempo de jogo, foi completamente dominado pelo Tijuana, melhor em todos os setores do campo. A defesa do Atlético-MG teve trabalho nas bolas aéreas e nas tabelas entre os atacantes.

Bernard e Diego Tardelli repetiram a péssima exibição defensiva e, como pontas, deixavam as alas do campo livres, com duelos no mano a mano ou no dois contra um entre o Tijuana e os laterais alvinegros.

A velocidade do time visitante não foi vista hora nenhuma. Os volantes Pierre e Leandro Donizete se afundavam na zaga e deixavam a faixa central para a penetração de Arce ou os chutes de Riascos.

E foi o próprio atacante Riascos foi quem abriu o placar. Em tabela, o jogador aproveitou erro de Gilberto Silva, que não conseguiu afastar o perigo, e mandou no canto do goleiro Victor aos 32 minutos do primeiro tempo. O Galo seguia errando muitos passes e não conseguia imprimir um bom volume de jogo.

REAÇÃO ALVINEGRA E EMPATE GARANTIDO

Na volta do intervalo, o Tijuana permaneceu com seu ritmo forte e pegou um Galo, que ainda continuava errando muito na saída de bola. Se o pentacampeão Gilberto Silva era um calafrio para a torcida, foi Réver que vacilou no segundo gol do Tijuana. Em uma cabeçada do meio de campo, os Xolos acionaram seu ataque, que pegou as costas do capitão alvinegro. No chute de Moreno, Victor colocou uma bola 'morta' nos pés de Martínez, o Neymar equatoriano, e o Atlético-MG acabou levando o segundo.

Neste momento, a preocupação era enorme. Tudo bem que decidir em casa é um alento, mas precisar vencer por 2 a 0 para ir aos pênaltis é complicado. Porém, Diego Tardelli devolveu a alegria para o Galo. Ronaldinho bateu escanteio, a defesa do Tijuana falhou e Tardelli só teve o trabalho de empurrar para o gol. O sexto do camisa 9 na Libertadores da América, que assumiu a artilharia da competição, ao lado do companheiro Jõ, com seis gols.

O Galo melhorou consideravelmente na partida, só que o Tijuana não parava de encontrar espaços na defesa alvinegra.

Mas, felizmente para o time brasileiro, Diego Tardelli estava inspirado no final do jogo. Em um dos últimos lances da partida, ele arrancou pelo meio de campo e descobriu Luan, que entrou no intervalo na vaga de Bernard, que venceu a disputa com a zaga e tocou com categoria para o fundo das redes.

Luan abraça Ronaldinho, após marcar o gol de empate do Galo (Foto: Ramiro Fuentes/AFP)

Perdendo por 2 a 0 no começo do segundo tempo e com um empate garantido após o apito final do juiz, o Galo mostra que realmente é um dos favoritos da Libertadores e garante assim uma boa vantagem para o jogo de volta, que acontece na próxima quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
TIJUANA-MEX 2 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Caliente, Tijuana, México
Data e Hora: 23/5/2013, 21h30 (Horádio de Brasília)/17h30 (Horário Local)
Juiz: José Hernando Buitrago (COL)
Assistentes: Wilmar R. Navarro (COL) e Wilson Berrio (COL)
Renda e Público: Não divulgados
Cartões amarelos: Pierre e Diego Tardelli (CAM); Pellerano (TIJ)
Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Riascos, 32'/1ºT (1-0), Martínez, 7'/2ºT (2-0) e Diego Tardelli, 20'/2ºT (2-1) e Luan, 46'/2ºT (2-2)

TIJUANA-MEX: Cirilo Saucedo, Juan Carlos Núñez , Javier Gandolfi, Olivier Ortiz e Edgar Castillo; Cristian Pellerano, Fernando Arce e Ruiz (Márquez, 36'/2ºT); Fidel Martínez (Piceño, 41'/2ºT); Duvier Riascos e Moreno (Joe Corona, 26'/2ºT) - Técnico: Antônio Mohamed

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior Cesar; Pierre e Leandro Donizete (Josué, 36'/2ºT); Diego Tardelli, Ronaldinho e Bernard (Luan, Intervalo); Jô (Alecsandro, 45'/2ºT) - Técnico: Cuca


.
 
 
 
eXTReMe Tracker