Página inicial
 
Mural de recados
23.05 | MARCOS LEITE
PERDEMOS UMA BATALHA, MAS NÃO PERDEMOS A GUERRA VAMOS GANHAR O CORURIPE, CENTRAL ...
22.05 | Davi
Essa Racreche sei não viu... ...
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
09/04/2013
14h44 | esportes - Futebol
Vasco freia sondagens e garante que não há pressa para negociar Dedé

Do globoesporte.com 

O Vasco estabeleceu 30 de junho como a data mínima para manter Dedé. Mas nas últimas semanas se intensificaram os contatos de clubes interessados no zagueiro, que pode ser uma saída para a crise financeira cruz-maltina. No entanto, o diretor executivo René Simões garante que não há qualquer pressa para concretizar a negociação, embora sejam constantes as reuniões e conversas sobre o assunto.

Na última sexta-feira, René visitou o Corinthians, onde, entre outros compromissos, conversou sobre Dedé. Na última segunda, o diretor executivo se reuniu com os dois empresários do zagueiro, mas mandou-os frear os interessados. Nesta terça, diretoria e comissão técnica terão um encontro para tratar de questões de planejamento, incluindo a provável negociação do jogador.

- Existe muita gente interessada no Dedé. No Brasil, por exemplo, são mais de dois clubes. Mas o prazo é junho. Então, o Vasco não vai se precipitar. Quem quiser vir falar com o Vasco, que fale. Se tivermos que fazer, que façamos um excelente negócio. Mas, por enquanto, nada está partindo de nós - disse.

Segundo René Simões, o ideal era que o Vasco pudesse exercer sua preferência pagando 5 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões) para comprar 45% dos direitos econômicos de Dedé e mantê-lo. Mas admite que hoje não há essa possibilidade. Então, cabe ao clube analisar as ofertas, ouvir a vontade do jogador e, em conjunto, tomar a decisão.

Atualmente o Corinthians é o candidato mais forte a contratar Dedé. O interesse do clube paulista vai ao encontro da vontade do zagueiro de permanecer num clube competitivo do Brasil e, assim, estar mais perto da comissão técnica da seleção brasileira até a Copa do Mundo.

- Vai ser uma decisão muito difícil, que não vai partir de mim, mas de um colegiado. A questão de ficar ou não é um direito do Dedé. Por enquanto não existe nenhuma possibilidade mais próxima do que a outra. Vamos com muita tranquilidade - disse René Simões.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker