Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/03/2013
18h35 | esportes - Seleção
Só ele salva! Fred marca no fim e Brasil empata com a Rússia

Do Lancenet 

O Brasil com Felipão segue sem vencer. Apresentando um péssimo futebol, a Seleção contou com apenas uma jogada e a regularidade de Fred para empatar com a Rússia em 1 a 1, nesta segunda-feira, em Stamford Bridge. Fayzulin abriu o placar para os russos.

Com o resultado, o técnico Luiz Felipe Scolari segue sem vencer desde que retornou ao comando da Seleção. O próximo compromisso do país acontece no dia 6 de abril, em amistoso contra a Bolívia.

O JOGO

Os primeiros 15 minutos foram um verdadeiro pesadelo para o Brasil. Mesmo com uma formação teoricamente mais conservadora, a Rússia imprimiu uma pressão agressiva sobre a defesa da Seleção. Neste período, os russos tiveram três boas chances de abrir o placar no Estádio Stamford Bridge. Julio Cesar mais uma vez mostrou que estava com os reflexos em dia.

Mesmo repetindo o esquema ofensivo de jogo utilizado contra a Itália, o Brasil errou demais nos primeiros 45 minutos. Além disso, jogadores importantes como Kaká e Neymar estavam pouco inspirados. O jogador do Santos, inclusive, perdeu boa chance ao prender demais a bola. Já o meia do Real Madrid praticamente não foi notado em campo.

Na volta do intervalo Felipão preferiu não fazer alterações. E o início pareceu até promissor. Neymar teve boa chance e o goleiro Gabulov quase falhou. Porém, parou por ai. O festival de erros de passe e jogadas voltaram a ditar a tônica do jogo. Mesmo com maior posse de bola, a Seleção não produzia emoção ou chances reais de gol.

Vendo a apatía em campo, Felipão resolveu colocar Hulk no lugar de Oscar. Talvez na ótica do treinador estivesse o raciocínio de que faltava força. Mas o tempo provaria ao treinador que não era apenas isso. E o castigo pela indolência e desleixo veio em uma jogada com cara do bom e velho Brasil, mas com assinatura russa.

Com inteligência e paciência, a equipe de Fábio Capello abusou da troca de passes e finalizações dentro da área. A valentia e disposição da defesa não foram suficientes para evitar o gol de Fayzulin. Em desvantagem, Felipão resolveu dar nova chance para Diego Costa na vaga de um Kaká que vive de lampejos.

O tempo foi passando e dava a impressão de que a derrota era inevitável. Foi ai que baixou o espírito brasileiro na Seleção. Em jogada bem trabalhada pela esquerda, Hulk tocou para Marcelo cruzar e Fred marcar seu terceiro gol nos últimos três jogos. O empate animou o Brasil, que ensaiou uma pressão, mas não conseguiu a virada.

Após mais um teste, algumas reflexões ficaram para Felipão. Uma foi se o esquema com três jogadores de frente é eficiente com o atual material humano. E o segundo e mais importante: até quando Neymar será intocável? Afinal, após outra fraca atuação, nada mais justo do que ver como o Brasil se comportaria sem o jogador. Seria, inclusive, um bem para a evolução do jogar.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 1 X 1 RÚSSIA

Local: Stamford Bridge, Londres (ING)
Data-Hora: 25/03/2013 - 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (ING)
Auxiliares: Darren Cann (ING) e Peter Kirkup (ING)
Cartões amarelos: Hernanes (BRA); Eshchenko (RUS)
Gols: Fayzulin - 26'/2ºT (0-1), Fred - 43'/2ºT (1-1)

BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiiz e Marcelo; Fernando, Hernanes e Kaká (Diego Costa - 32'/2ºT); Oscar (Hulk - 21'/2ºT), Neymar e Fred - Técnico: Luiz Felipe Scolari.

RÚSSIA: Gabulov, Alexander Anyukov (Kombarov Dmitry - intervalo), Berezutskiy, Ignashevich e Eshchenko; Shirokov, Glushakor, Fayzulin, Bystrov (Shatov - intervalo) e Kerzhakov; Kokorin (Zhirkov - intervalo) (Grigoriev - 40'/2ºT) - Técnico: Fabio Capello.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker