Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
26/02/2013
10h46 | esportes - Libertadores
Punição é mantida e Timão jogará de portões fechados nesta quarta

Do Lancenet 

Corinthians x Millonários (COL), nesta quarta-feira, no Pacaembu, não terá presença de torcedores. O recurso do Timão no Tribunal Disciplinar da Conmebol foi negado e a punição imposta pela entidade pela morte de Kevin Espada, torcedor do San Jose (BOL), está mantida.

A informação foi passada por Nestor Benitez, diretor de comunicação da entidade, ao blog do jornalista Paulo Vinícius Coelho, da ESPN Brasil, e à rádio Bandeirantes, antes mesmo de a diretoria alvinegra ter ciência da resposta, que emitiu nota oficial posteriormente (veja abaixo). Por meio de uma medida cautelar, a Confederação Sul-Americana anunciou que o Corinthians não poderia mais receber torcedores em seus jogos em casa da Copa Libertadores até que uma decisão final sobre o caso seja tomada ou por um prazo de 60 dias. Ou seja, além do confronto com os colombianos, o Pacaembu estará fechado contra Tijuana (MEX) e San Jose (BOL).

A segunda-feira foi um dia de expectativa para torcida, dirigentes e jogadores do Corinthians. Tudo porque, haveria chance de a resposta do recurso do clube contra a punição imposta pela morte do torcedor boliviano, que veio apenas na manhã desta terça-feira. O clima no Parque São Jorge não era mesmo de confiança total. Pelo contrário. Apesar da certeza de que os argumentos jurídicos derrubariam a medida cautelar com uma certa tranquilidade, analisou-se a situação como um todo, na qual uma mudança de pensamento dos dirigentes sul-americanos, diante da comoção após a perda de Kevin Espada, de 14 anos, era vista como muito difícil de acontecer tão próxima da punição divulgada pela Conmebol - cerca de 48 horas depois da partida San José x Corinthians.

Como a ação de torcedores do Corinthians infrigiu pelo menos três artigos do Novo Código Disciplinar, aprovado em 20 de dezembro, o clube podia até ser eliminado da Libertadores, embora um representante brasileiro na entidade dissesse, nesta quinta, que isso não deveria acontecer. O clube já vendeu quase 85 mil ingressos na internet.

A venda online aos sócios-torcedores ocorria normalmente no site oficial do Fiel Torcedor, mas agora está paralisada. Os ingressos, que podiam ser adquiridos para os confrontos com Tijuana (MEX), no dia 13 de março, e San Jose (BOL), no dia 10 de abril, não aparecem mais na página www.fieltorcedor.com.br. Por precaução, o clube retirou a possibilidade de os sócios comprarem para esses dois jogos. As bilheterias, que estariam abertas para a venda da carga restante, também continuam fechadas.

Cerca de 30 mil ingressos já haviam sido vendidos aos sócios-torcedores para a partida contra o Millonários (COL), nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu. Caso a punição não seja revertida pelo clube, em recurso enviado à Confederação Sul-Americana de Futebol, o clube divulgou as formas de ressarcimento aos participantes do Fiel Torcedor. Veja a nota oficial:

A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, no intuito de defender os direitos dos torcedores, principalmente aqueles que já adquiriram os ingressos de forma antecipada, tentou todos os recursos jurídicos para reformar a medida cautelar imposta ao clube pela Conmebol na última quinta-feira.

Como o pedido de reforma foi negado, o Corinthians acata a decisão da entidade sul-americana e mandará as partidas da Copa Libertadores com os portões fechados até o julgamento, que deverá ocorrer no prazo de 60 dias.

Os torcedores que adquiriram ingressos poderão usar os valores como crédito no programa Fiel Torcedor ou pedir o ressarcimento do dinheiro. No entanto, como o volume de recursos e número de torcedores afetados é muito grande, nem todos poderão ser atendidos nas primeiras horas. Por isso contamos com a paciência dos afetados pelos cancelamentos.

Por fim, pedimos ao torcedor que evite ir às imediações do estádio do Pacaembu durante o período em que a punição valer. Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker