Página inicial
 
Mural de recados
29.04 | Paulo alvinegro
Gostei muito da contratação de Marcelo bonan excelente goleiro. ...
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/02/2013
23h42 | esportes - LIBERTADORES 2013
Sempre ele! Fred decide e Fluminense estreia com vitória na Libertadores
Artilheiro tricolor faz o único gol do jogo contra o Caracas na Venezeuela

Para um time que sonha em conquistar o inédito título da Copa Libertadores, a melhor maneira é estrear com uma vitória. Foi o que o Fluminense fez ao vencer o Caracas (VEN) por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Venezuela, pela primeira rodada do Grupo 8. O único gol da partida foi marcado pelo artilheiro Fred.

As duas equipes voltam a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira. O líder Flu, com três pontos, recebe o Grêmio, às 22h, no Engenhão. Os venezuelanos, laternas ainda sem pontuar, visitam o Huachipato (CHI), às 19h45, no Estádio CAP, na cidade chilena de Concepción.

 

FRED: SEMPRE ELE

Mesmo jogando fora de casa, o Fluminense entrou em campo sem tomar qualquer conhecimento do Caracas. Aliás, parecia que a equipe brasileira era a mandante, já que tomou a iniciativa de atacar e trocava passes de forma envolvente no campo ofensivo, embora o gramado estivesse ruim.

Ainda assim, o controle da partida não era revertido em chances claras de gol. O time venezuelano se fechou bastante na defesa e não deixava o Tricolor entrar. A primeira oportunidade brasileira só veio aos 21 minutos, quando Wellington Nem acertou a trave, mas estava impedido.

    
Fred comemora o gol da vitória tricolor
(Foto: Bia Figueiredo/Photocamera)

Conforme o tempo passava, a pressão do Flu aumentava. E aos 31, finalmente a superioridade se transformou em gol. Após um chute de Rafael Sobis, a bola sobrou perfeita para Fred. O artilheiro sequer precisou dominar a bola para colocá-la no canto com categoria e abrir o placar.

Com a vantagem, a equipe do técnico Abel Braga diminuiu um pouco o ritmo. Exemplo disso é que poucas foram as chances criadas na parte final do primeiro tempo. Enquanto isso, o Caracas tentava chegar ao ataque. Mas as tentativas se resumiam a chutes de longe e contra-ataques. Nenhum com sucesso.

 

SEGURA O RESULTADO!

Com a necessidade de atacar para buscar o resultado em casa, o Caracas voltou mais ofensivo na etapa final e por pouco não igualou a partida logo no início. A sorte dos tricolores foi que o goleiro Diego Cavalieri reviveu a boa fase do ano passado e fez uma bonita e importante defesa.

Ainda assim, a diferença de qualidade entre as equipes era gritante. Tanto que mesmo sem ter a necessidade de ir para o ataque, o Fluminense seguiu melhor na partida. Os tricolores trocavam passes sem problemas e conseguiam manter o controle do confronto.

Mas com a aproximação do fim da partida, o Caracas partiu com tudo para o ataque. Restou ao Flu se precaver, se segurar na defesa e fazer muitas faltas na equipe venezuelana. As saídas de bola da equipe brasileira se baseavam praticamente em chutões para o ataque.

Nos últimos minutos do jogo na capital venezuelana, o volante Valencia recuou uma bola para Diego Cavalieri e o goleiro pegou com a mão. Um tiro livre indireto foi marcado e gerou apreensão para todos os tricolores. Na cobrança, porém, Otero mandou para fora. Foi o último susto. Agora o Flu só precisa pensar no Grêmio, adversário na próxima rodada da Libertadores.

 

FICHA TÉCNICA


CARACAS (VEN) 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Olímpico, em Caracas
Data/Hora: 13/02/2013, às 22h (de Brasília)
Árbitro: José Hernando Buitrago (COL)
Auxiliares: Wilson Berrio (COL) e Rafael Rivas (COL)
Renda/Público: Não divulgados
Cartão amarelo: Fred, Edinho (Fluminense)
Cartão vermelho: Não houve

GOLS: Fred, aos 31'/1ºT (0-1)

CARACAS: Baroja; Carabalí, Edwin Peraza, Sánchez e Amaral; Jiménez, Guerra (Peña 34'/2T), Meza (Gonzalez, 30'/2ºT) e Otero; Cure e Febles (Cabezas, 19'/2ºT) - Técnico: Ceferino Bencomo.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Valencia, 39'/2ºT); Rafael Sobis (Marcos Jr., 30'/2ºT) , Wellington Nem (Rhayner, 46'/2ºT) e Fred - Técnico: Abel Braga.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker