A fase de grupos da Copa do Nordeste passou e os decisivos confrontos do primeiro mata-mata da competição estão definidos. Próxima quarta-feira (13) a batalha entre as equipes classificadas será iniciada.

As surpresas ficaram para a melhora do ABC, que chegou a ser o lanterna do grupo A, e acabou classificando-se na liderança, e a prematura desclassificação do então favorito Bahia.

No restante dos grupos, a “lógica” venceu possíveis zebras. A melhor equipe da primeira fase foi o Santa Cruz, com 15 pontos ganhos, em seis jogos. O aproveitamento tricolor foi de 83,3%.

Entre os classificados, a equipe da ASA carimbou seu passaporte com míseros 50% de aproveitamento. Ou seja, nove pontos conquistados em três vitórias e três derrotas.

O Sport terminou a fase de grupos como único invicto da competição, com três vitórias – todas em casa – e três empates. O ataque mais produtivo e a defesa menos vazada também ficaram sobre a tutela leonina. Os rubro-negros marcaram 13 gols e sofreu apenas três.

O torcedor já acostumado com a Copa do Brasil tem de riscar o regulamento da competição de sua memória. Na Copa do Nordeste, os mata-matas serão definidos de forma diferente.

Quem acumular mais pontos nos dois jogos passa de fase. Em caso de igualdade, a sequência para o desempate segue a seguinte ordem: saldo de gols; maior número de gols na casa do adversário; e pênaltis.

A vantagem no mando de campo nas próximas fases será definido de acordo com a pontuação geral, somando a fase de grupos e o desempenho no mata-mata.

Do Blog de Primeira