Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | kaio
Licius saiu ? ...
25.04 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! CONCORDO PLENAMENTE DO Alcino PM. Venho falando isso a ano ...
25.04 | Beltrão
Digamos que a espinha dorsal de uma equipe, seja formada de 5 jogadores que rece ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/12/2012
01h48 | esportes - Mundial de clubes
MUNDIAL DE CLUBES: A estreia do Corinthians é daqui a pouco (7h30 - PE)
Oferecimento: Bezerra Engenharia

Chegou a hora da estreia! Milhares de torcedores atravessaram o mundo, os jogadores se prepararam durante meses e, nesta quarta-feira, o Corinthians, enfim, tem seu primeiro desafio no Mundial de Clubes da Fifa. Às 8h30m (horário de Brasília, 19h30m no horário local), contra o Al Ahly, do Egito, em Toyota, o Timão inicia sua última missão na temporada: conquistar o bicampeonato do torneio - foi vencedor na edição feita no Brasil, em 2000, vencendo o Vasco no Maracanã - e quebrar uma marca de 20 anos. 

Tite no treino do Corinthians Mundial (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Corintianos iniciam caminhada pelo bi nesta quarta-feira (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Desde 1992 um clube brasileiro não conquista a tríplice coroa formada por Brasileirão, Libertadores e Mundial. O último a alcançar esse feito foi o rival São Paulo, que levou o nacional em 1991, garantindo vaga no torneio sul-americano, e no ano seguinte conquistou a América e o Mundo. Tal feito coroaria um processo de reconstrução do Timão, iniciado em 2008, ano em que disputou e venceu a Série B.

- Temos responsabilidade e alegria. É talvez a maior conquista que um clube pode ter. Não só de um título, mas de fazer uma sequência de Brasileiro, Libertadores e Mundial. Treinamos com intensidade e concentração. Essa é a cara do Corinthians. A partir disso vamos buscar a vitória na semifinal e tentar estar na final - declarou Tite, comandante alvinegro nas conquistas do Brasileirão 2011 e Libertadores 2012.

Se vencer o Al Ahly nesta quarta-feira, o Corinthians assegura vaga na decisão do próximo domingo, em Yokohama. O adversário sairá do confronto entre os ingleses do Chelsea e os mexicanos do Monterrey. A partida será realizada na quinta-feira, dia 13, no mesmo estádio da final. O duelo, no entanto, ainda não mexe com os corintianos, que mantêm discurso focado nos egípcios.

- Não tem como pensar em Chelsea agora. Esse jogo está em segundo plano para nós. Temos um adversário muito difícil pela frente e vamos concentrar todas as nossas forças nessa partida contra o Al Ahly. O que vai acontecer no dia 16 de dezembro depende muito do que vamos fazer na nossa semifinal - afirmou o capitão Alessandro.

A expectativa para a estreia do Corinthians é de que o estádio de Toyota receba, pelo menos, 20 mil alvinegros. Essa é a estimativa feita pelo consulado japonês no Brasil.

- Nós temos uma responsabilidade muito grande com o torcedor. Podemos fazer 35 milhões de pessoas felizes (essa é a estimativa do tamanho da torcida corintiana, segundo o clube). Sabemos da história do torcedor corintiano. Tem gente que deixou o emprego, abriu mão de valores importantes, de ficar com a família. A responsabilidade do grande clube tem de ser respeitada - falou o comandante.

As equipes

Mohamed Aboutrika gol Al Ahly (Foto: Getty Images)Mohamed Aboutrika é o destaque da equipe
egípcia (Foto: Getty Images)

Em nenhum momento a escalação do Corinthians para o Mundial de Clubes foi mistério. Desde o começo, o técnico Tite deixou claro que Paolo Guerrero seria o companheiro de Emerson Sheik no ataque. Só que um dia antes da viagem para o Japão, o peruano se machucou no clássico com o São Paulo, pelo Brasileirão.

Inicialmente, o período de recuperação do jogador era de 15 dias, mas ele reagiu bem a um tratamento intensivo e foi liberado pelo departamento médico.

- Vale tudo. Quando um jogador tem um objetivo em mente, pode fazer tudo. Não foi a primeira vez que fiz infiltração - declarou o atacante peruano.

Do lado do Al Ahly, o técnico Hossam El Badry admitiu, depois de vencer o Sanfrecce Hiroshima, nas quartas de final, que precisaria estudar o Corinthians. Confiante no potencial dos seus jogadores, ele tem apenas uma mudança para o duelo desta quarta-feira: sai o machucado Ghaly e entra Aboutrika, herói do gol da classificação.

 

Info_Escalacao_CORINTHIANSxALAHLY-2 (Foto: infoesporte)


 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker