Página inicial
 
Mural de recados
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
26.04 | Beltrão
A próxima contratação do Central vem do : A) veloclube B) aeroclube C) Cineclub ...
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/09/2012
19h23 | esportes - FUTEBOL NACIONAL
Fisioterapeuta admite que estreia de Ganso pode ficar para ano que vem

Do globoesporte.com 

A chegada de Ganso causou muito entusiamo ao torcedor do São Paulo. Mas pode ser que o meia não entre em campo para defender o novo clube ainda em 2012. Em recuperação de uma lesão na transição da região miotendínea proximal do tendão reto femoral da coxa esquerda, o jogador só será liberado para os departamentos físico e técnico quando estiver 100% curado. Quem afirma é o fisioterapeuta Luiz Rosan, responsável pelo Reffis. Com isso, Ganso não deve enfrentar a LDU de Loja no dia 24 de outubro, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, como esperava o técnico Ney Franco. E nem atuar pelo Tricolor neste Brasileiro.

- O nosso objetivo é que o Ganso jogue ainda este ano, mas não posso afirmar categoricamente que isto irá acontecer. A diretoria nos deu ampla liberdade para recuperar o atleta sem pressa, e se não der para ele jogar este ano não será problema algum. Mas a nossa meta é para que ele volte nesta temporada - explicou Rosan, em entrevista à "Rádio Globo", admitindo que a estreia do meia pode ser apenas em 2013.

Rosan justificou ainda que, pelo histórico de lesões de Ganso e pelo fato de os profissionais tricolores não conhecerem as reações do jogador, é preciso ter cautela. Ele ressaltou também que a coxa direita do atleta apresentou sinais de atrofia e está sendo recuperada.

- É precipitado fazer qualquer projeção, pois o Ganso está conosco há apenas uma semana. Além da lesão, tratamos também a perna direita, que está atrofiada. Assim que a lesão na coxa esquerda estiver totalmente cicatrizada, ela vai passar por um processo de fortalecimento muscular e será comparada à outra coxa. Quando ele não tiver dor e estiver equilibrado, será entregue ao departamento físico e técnico, que dirá quando ele poderá estrear. A partir do momento em que o cara entra no campo, ele é que vai dizer se está bem. Se fosse um atleta que já conhecemos seria mais fácil precisar. Mas eu prefiro ter cautela, pois o histórico de lesões dele é acentuado - acrescentou o fisioterapeuta.

Rosan, aliás, ficou bastante animado ao ver que Ganso abriu mão de um compromisso com um dos patrocinadores, na última segunda-feira, para ficar fazendo fisioterapia. A rotina diária dele começa às 9h, com tratamento para a coxa esquerda e segue à tarde com o trabalho de fortalecimento da perna direita. À noite o jogador ainda vai para casa com um aparelho que promove relaxamento muscular. Tudo isso sem dias de folga.

- Em uma primeira reunião coloquei que era extremamente importante que ele se dedicasse aos tratamentos para voltar ao futebol. Se ele não passar pelo processo intensivo terá dificuldades. E percebi algo que foi uma surpresa. Na segunda-feira ele tinha compromissos comerciais importantes. Mas disse que pediria para adiar ou marcar para um período que não atrapalhasse o tratamento. Isso é surpreendente em um atleta, pois geralmente eles cumprem os compromissos comerciais. Percebo ele muito motivado, com uma ânsia grande de voltar a jogar - elogiou Rosan.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker