Página inicial
 
Mural de recados
28.06 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Aqui estou eu em Fortaleza, daqui a pouco vou assistir SALG ...
28.06 | ojuara
CONCORDO NELHOR PAGAR SAFADAO DE QUE INVESTIR NESSE CLUBE SAFADO DE LADROES PORQ ...
28.06 | Paulo Junior
Parabéns pela atitude dos torcedores do Central em dividir o dinheiro com os fun ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/09/2012
11h35 | esportes - AMISTOSO
SUPERCLÁSSICO DAS AMÉRICAS: Brasil x Argentina - 22h - Serra Dourada - Goiânia-GO
Clique e Confira.

Do globoesporte.com 

A defesa da Argentina terá de ser forte, muito forte, para segurar a artilharia pesada que a seleção brasileira preparou para o jogo desta quarta-feira, às 22h, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pelo Superclássico das Américas. Afinal, o trio formado por Lucas,Neymar e Luis Fabiano soma 71 gols nesta temporada.

Principal jogador da Seleção, Neymar balançou 36 vezes as redes pelo Santos. Lucas, negociado recentemente com o Paris Saint-Germain por R$ 108 milhões, fez 11 gols pelo São Paulo. Também pelo time do Morumbi, Luis Fabiano, longe da Seleção desde a Copa do Mundo de 2010, colocou 24 bolas nas redes adversárias.

Se a isso forem somados os gols que cada um deles tem com a camisa da seleção brasileira, o número passa a ser 117. Luis Fabiano, com 28 gols, é o maior artilheiro dos últimos dez anos com a amarelinha. Neymar, principal goleador da era Mano Menezes, já tem 16. Lá atrás aparece Lucas, com apenas dois.

Luis Fabiano, Lucas e Neymar, Seleção Brasileira (Foto: Mowa Press)Lucas, Neymar e Luis Fabiano: força ofensiva na Seleção de Mano Menezes (Foto: Mowa Press)

Um desses dois, no entanto, foi justamente contra a Argentina, na grande decisão do Superclássico do ano passado, em Belém. Lucas abriu o placar aos oito minutos do segundo tempo e Neymar, aos 29, sacramentou a vitória por 2 a 0. Aquele feito, por sinal, não sai da cabeça do meia-atacante são-paulino.

- Foi um momento muito especial jogar contra a Argentina e fazer um gol. Aquele foi meu primeiro e único título como profissional até aqui - comentou Lucas.

Luis Fabiano é outro que tem ótimas recordações de duelos com a Argentina. O atacante do São Paulo jamais perdeu para os hermanos. São duas vitórias e dois empates. Em um deles, aliás, a vitória nos pênaltis deu o título da Copa América de 2004. O Fabuloso ainda fez dois no triunfo por 3 a 1, em 2009, pelas eliminatórias.

- Aqueles gols tiveram um sabor especial pelo que envolvia a partida. A vitória nos deu a classificação para a Copa do Mundo e falavam muito de Messi lá. Levaram o jogo para Rosario para fazer uma pressão na gente. Ganhar da Argentina e ver um estádio inteiro calado é mais gostoso - relembrou Luis Fabiano.

'Brasileiros' da Argentina não querem aliviar no Superclássico - Brasil x Argentina (Foto: Fernando Vasconcelos / Globoesporte.com)Guiñazu, Montillo, Barcos e Martinez: os 'brasileiros' da Argentina (Foto: Fernando Vasconcelos)

Curiosamente, neste primeiro desafio do Superclássico das Américas, o ataque da Argentina também pode ser "brasileiro": o técnico Alejandro Sabella deve mandar a campo a dupla Barcos, do Palmeiras, e Martinez, do Corinthians. Os argentinos que atuam no Brasileirão, porém, prometem não aliviar.

- É uma oportunidade única, sempre trabalhei para isso. Creio que posso ajudar a Argentina. Tenho que aproveitar este momento - disse o palmeirense Barcos.

A provável escalação da Argentina, porém, prevê um time bem defensivo para encarar a artilharia pesada do Brasil. São três volantes, incluindo também Guiñazu, do Internacional. O outro "brasileiro", Montillo, do Cruzeiro, pode aparecer no lugar de Martinez. Essa é uma das dúvidas do treinador hermano.

BRASIL X ARGENTINA
Jefferson; Lucas Marques, Dedé, Réver e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Jadson; Lucas, Neymar e Luis Fabiano.Ustari; Vergini, Sebá Dominguez e Desábato; Peruzzi, Maxi Rodriguez, Ponzio (Braña), Guiñazu e Clemente Rodríguez; Martinez (Montillo) e Barcos.
Técnico: Mano MenezesTécnico: Alejandro Sabella
Data: 19/09/2011. Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai). Auxiliares: Rodney Ubaldo Aquino e Carlos Santiago Caceres (ambos do Paraguai)

.
 
 
 
eXTReMe Tracker