Página inicial
 
Mural de recados
16.10 | MARCONDES
É VERDADE CLEO, SE PESQUEIRA É AZUL E AMARELO ELES USA TODO D AZUL , TEM CABENSE ...
16.10 | VICTOR HUGO
OS 2 CAIXÕES DE PANCADA DA SEGUNDONA, FERROVIARIO DO CABO E CHÃ GRANDE JÁ ESTÃO ...
14.10 | CLEO
EU ACHO Q O PESQUEIRA TEM JOGAR TODO DE AMARELO SÓ O NUMERO AZUL, JÁ TEM MUITOS ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/09/2012
12h00 | esportes - BRASILEIRÃO
BRASILEIRÃO: Náutico enfrenta o Grêmio em Porto Alegre no meio do furacão no Brasileiro
Clique e confira!

 DO SUPER ESPORTES.

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Volante e capitão Martinez retorna ao time timbu após cumprir suspensão

O Náutico passa pelo seu momento mais delicado na Série A. Após uma campanha regular, contando principalmente com os resultados em casa, o Timbu entrou para a complicada série contra adversários do primeiro escalão do Brasileiro. Sabia que não seria fácil e que a chance de sofrer arranhões nessa sequência era grande. Seria preciso paciência da torcida e, acima de tudo, tranquilidade do elenco.

O momento é de tormenta. E o Náutico está bem na metade do caminho. Já enfrentou Vasco e Botafogo. Empatou e perdeu. Hoje, às 21h, pega o Grêmio, no estádio Olímpico. Em seguida, tem como desafio o Atlético/MG e o Fluminense. Precisa de uma resposta imediata após os últimos resultados ruins. Tem que fazer isso, inclusive, para frear a queda na tabela. E se manter longe da zona de rebaixamento, principal objetivo do Timbu na competição.

O adversário é indigesto. No Olímpico, o Grêmio costuma criar um clima hostil aos oponentes. Some-se a isso a fragilidade do Náutico atuando fora dos Aflitos. Se dentro de casa o Timbu é uma equipe que se impõe frente a qualquer adversário, longe dos seus domínios tem se mostrado inofensivo. Chega a ser um paradigma. Como um time pode mudar tão radicalmente a forma de jogar?

Contra-ataques
Os próprios alvirrubros se questionam quanto a isso. E a cada jogo fora tentam provar o contrário. Na partida passada, diante do Botafogo, assim como outras vezes, o futebol mostrado pela equipe não foi ruim. Mas os vacilos na marcação e as inúmeras chances desperdiçadas comprometeram o resultado. Hoje, o Náutico tenta não repetir os erros. 

A aposta dos alvirrubros na partida será os contra-ataques. Assim como fez contra o Inter, quando conseguiu segurar o empate em pleno Beira-Rio, o Náutico deve armar uma forte retranca. O volante Josa deve ganhar uma vaga no time titular, provavelmente na vaga de um atacante. Assim, só restará um homem de frente na equipe. Brigam por este posto três jogadores: Kim, Dimba e Rogério.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker