Página inicial
 
Mural de recados
29.05 | Batista
É Marcos Leite, espero que essa torcida tão inocente, não precise acessar o YouT ...
29.05 | MARCOS LEITE
Q VENHA O JUAZEIRENSE DE JUAZEIRO O CANCÃO DE FOGO. VAMOS GANHAR MAIS UMA E OUVI ...
29.05 | Patativa
Na minha opinião escapam , ....O goleiro , O zagueiro Danilo Dias (ótimo zagueir ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/08/2010
09h29 | esportes - LIBERTADORES
Mais um título na década de ouro: Inter tenta reconquistar a América
Com coleção de conquistas e bom futebol, Colorado encara campo sintético do Chivas, em Guadalajara, no primeiro duelo da decisão da Libertadores

Por Alexandre Alliatti Direto de Guadalajara, México

Alecsandro treino Internacional MéxicoInter conta com os gols de Alecsandro para bater o
Chivas (Foto: Alexandre Alliatti / globoesporte.com)

É para subir de quilate, é para incrementar o colar, é para colocar mais uma pérola na década de ouro do Inter. A última joia? Que não seja. Vem aí Abu Dhabi, talvez novo título mundial, mas antes o Colorado precisa se preocupar em acrescentar outro caneco continental a sua recente rotina de conquistas. Bobagem pensar que é um jogo de futebol o que acontecerá às 21h50m (de Brasília) desta quarta-feira no gramado sintético do Estádio Omnilife, em Guadalajara, no primeiro duelo com o Chivas pelo título da Libertadores. É muito mais: um passo de gigante, a entrada definitiva no grupo dos maiores do mundo, a consolidação dos tempos mais gloriosos de um clube centenário.

Fica tudo tão pequeno perto do que representarão esses 11 sujeitos correndo atrás de uma bola de futebol. O passado de derrotas de Celso Roth, a polêmica do campo artificial, a presença de Giuliano ou Wilson Matias na vaga de Tinga: é tudo complemento daquilo que realmente importa, são fatos coadjuvantes à margem dessa maluquice que é imaginar o Inter, depois de tanto sofrer nos anos 80 e 90, sendo bicampeão da Libertadores e do mundo em um intervalo de quatro anos.

Campeão de tudo e mais um pouco

Foi nos últimos anos que o Inter resolveu se autoproclamar "campeão de tudo". Com as conquistas da Libertadores, do Mundial, da Recopa e da Sul-Americana, todas desde 2006, o Colorado virou o único clube do Brasil a abocanhar todos os torneios em disputa na atualidade. Mas ainda não tem os três títulos mundiais do São Paulo, tampouco os dois da Libertadores do Grêmio, seu maior rival, sua eterna fonte de comparação.

É justamente por isso que a Libertadores de 2010 vale tanto. O Inter quer se tornar inquestionável. Quer ser um sinônimo definitivo de clube vencedor.

- Temos que aproveitar. É um momento único - resumiu D'Alessandro.

Giuliano comemoração InternacionalGiuliano (D), talismã colorado na Libertadores, deve começar o jogo (Foto: Agência Estado)

O momento é propício para a confiança. Em uma Libertadores acidentada, o Inter parece crescer na hora certa, agora sob o comando de Celso Roth. Passar pelo São Paulo, mesmo com derrota, foi o teste de fogo para um elenco que ficou no limiar da alegria e da decepção em 2010. Agora, chega o teste final.

- O peso da responsabilidade, tanto dos jogadores como da comissão técnica, é do tamanho da Libertadores. Qual o tamanho que tem ser campeão da América? É grande, não é? Pois a responsabilidade é grande também - comentou o técnico Celso Roth.

O Inter não gostou muito da ideia de jogar em um campo sintético. Mas teve que aceitar. Foram dois dias de treinamentos no Omnilife para os colorados se habituarem à maior velocidade do jogo e a uma bola que parece mais rebelde, pouco afeita ao controle dos jogadores especialmente quando quica no chão.

O meia Tinga, expulso no Morumbi, é desfalque dos mais fortes para o Colorado. O técnico Celso Roth não revelou o substituto, mas é provável que o escolhido seja Giuliano, talismã vermelho, autor de quatro gols na Libertadores. Wilson Matias e Andrezinho também têm chances.

Cuidado com o Chivas

Tecnico José Luis Real Chivas MéxicoJosé Luis Real deixa favoritismo com o Inter
(Foto: Alexandre Alliatti / Globoesporte.com)

É bonito ser bicampeão da América, ter a passagem ideal para Abu Dhabi, mas antes é preciso combinar com o Chivas. O adversário colorado, ao desbancar o Universidad de Chile em Santiago nas semifinais, apenas comprovou a força que todos no México conhecem. É um clube muito grande, com a maior torcida do país, dono do recorde de 11 títulos nacionais. E com um estádio novinho em folha.

O Chivas respeita muito o Inter, até se vê inferior ao adversário, mas confia em título. Apoiado por 45 mil pessoas no Omnilife, o clube de Guadalajara quer tornar o México campeão da Libertadores pela primeira vez.

- Creio que pode ser lógico, normal, que Inter seja favorito, pela história do clube, pelas conquistas. O Chivas não teve um título a nível internacional. Me parece muito lógico que o Inter seja o favorito. Mas temos a oportunidade de ganhar uma final. Tenho certeza de que vamos fazer tudo que está a nosso alcance para ganhar de uma equipe da importância do Inter - comentou o técnico do clube mexicano, José Luis Real.

O Chivas conseguiu ter seus dois atacantes em condições de jogo. Omar Bravo, segundo maior artilheiro da história do clube, com mais de 100 gols, renovou contrato e estará em campo. Arellano se recuperou de problema muscular e também deve começar a partida.

CHIVAS X INTERNACIONAL
Michel, Mário de Luna, Magallon, Reynoso e Miguel Ponce; Édgar Mejía, Xavier Báez, Marco Fabián e Adolfo Bautista; Omar Bravo e Omar Arellano.Renan, Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Sandro, Guiñazu, Giuliano (Wilson Matias), D'Alessandro e Taison; Alecsandro.
T: José Luis RealT: Celso Roth
Local: Estádio Omnilife, em Guadalajara (México). Data: 11 de agosto, às 21h50m.
Árbitro: Hector Baldassi (Argentina). Auxiliares: Ricardo Casas (Argentina) e Hernan Maidana (Argentina).
O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real. A TV Globo e o SporTV transmitem ao vivo.


 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker