Página inicial
 
Mural de recados
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
23.05 | Central de coraçao
Eu nao tou entendendo mais nada dessa direçao , a parceria com o las vegas foi d ...
23.05 | Ze ligado
Mas não é com esse ataque de nervos com azul que é um dos piores jogadores que ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/04/2010
12h17 | esportes - LIBERTADORES
Sobrevivência e paz: em clima de tango argentino, Inter visita o Banfield
Clube luta contra a melancolia da derrota no Gre-Nal em jogo que pode encaminhar classificação às quartas de final da Taça Libertadores

A dor e a melancolia, essências de um bom tango argentino, abraçam o Inter para o jogo contra o Banfield, às 21h50m desta quarta-feira, na cidade de Lomas de Zamora, vizinha a Buenos Aires. Talvez os melhores compositores "porteños" jamais tenham percebido, mas a facada de uma derrota em Gre-Nal, o amargor de ver a festa do maior rival, as dúvidas internas que o jogo causa, tudo isso formaria um tango. O negócio é deixar a decepção de lado e fazer samba - ou um típico rock gaúcho. Se vencer esta noite, no estádio Florencio Sola, o Inter minimiza os efeitos do clássico e encaminha classificação às quartas de final da Libertadores da América.

O Colorado vai a campo mordido. ‘Tem que doer muito', disse Guiñazu, o capitão do time, logo depois do Gre-Nal. E doeu - mais na torcida do que no elenco, mas doeu. Agora, a competição é outra. É vez de encarar a dureza de uma partida de pressão, com a torcida adversária fungando no pescoço, para superar as desconfianças brotadas da derrota de domingo. O duelo de volta com o Banfield é na quinta-feira da semana que vem, no Beira-Rio.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a missão colorada contra o time argentino em Tempo Real. A RBS TV transmite ao vivo para o Rio Grande do Sul. O SporTV 2 mostra para Minas Gerais.

Pressão e mudanças 

O Inter está consciente de que vai sofrer para vencer o Banfield. O estádio é acanhado, com as arquibancadas coladas ao campo. O ambiente será de caldeirão fervendo. A expectativa é de que 35 mil pessoas estejam presentes para apoiar o time argentino. O goleiro Pato Abbondanzieri deu a dimensão do problema ao afirmar que a pressão é maior do que na Bombonera.

- É mais como o campo do Boca do que como o campo do River, mas muito mais, porque é menor, a torcida fica mais perto. A Bombonera está bonita para jogar, como no River. No Banfield, tem um bom piso, e a torcida joga muito - disse o goleiro.

O time colorado irá a campo mais retraído. Fossati optou por retomar o sistema de três zagueiros. Com isso, é preciso que saia alguém do setor ofensivo. E o escolhido, muito provavelmente, será o centroavante Alecsandro, de má atuação no Gre-Nal. Walter será o responsável pelos gols, respaldado por Andrezinho e D'Alessandro na criação, mais os alas Nei e Kleber, liberados para atacar.

O treinador pede calma ao Inter. Ele quer que o relógio corra a favor dos visitantes na casa do Banfield.

- O que temos que pensar é que não são só 90 minutos. São 180. Não adianta querer dar ritmo forte quando o adversário tem o freio de mão (puxado). Mas, aqui, podemos cadenciar o jogo, levá-lo no seu ritmo. Temos que estar inteligentes para distribuir o ritmo - disse o técnico.

O Inter respeita o Banfield, especialmente o meia Rodríguez, canhoto habilidoso, muito elogiado por D'Alessandro. O clube argentino vive momento de empolgação diante da possibilidade de ir longe na Libertadores um ano depois de conquistar seu primeiro campeonato nacional.

BANFIELD INTERNACIONAL
Lucchetti, Julio Barrazar, Victor Lopez, Jonathan Maidana e Bustamante; Battión, Erviti, Quinteros e James Rodríguez; Ramírez e Fernández.Pato Abbondanzieri, Bolívar, Sorondo e Fabiano Eller; Nei, Sandro, Guiñazu, Andrezinho, D'Alessandro e Kleber; Walter.
Técnico: Julio César Falcioni.Técnico: Jorge Fossati.
Estádio: Florencio Sola, em Lomas de Zamora, Argentina. Data: 28/04/2010. Horário: 21h50m. Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai). Auxiliares: Pablo Fandiño (Uruguai) e Maurício Espinosa (Uruguai).
Transmissão: A RBS TV transmite ao vivo para o Rio Grande do Sul e Chapecó-SC. O SporTV 2 mostra para Minas Gerais.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h10m (de Brasília).


.
 
 
 
eXTReMe Tracker