Página inicial
 
Mural de recados
22.07 | MARCOS LEITE
NA SÉRIE A2 SÓ SOBE O CAMPEÃO, ESPERO SEJA O PORTO GAVIÃO DO AGRESTE. OU PESQUEI ...
21.07 | jose arruda
Warley, obrigado pela informação atualizada sobre o Sub 20-2017. A FPF divulgou ...
21.07 | Adalgisio
Warley relembra aquela campanha do central na serie D que o time era comandado p ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/03/2010
12h26 | esportes - LIBERTADORES
Cerro Porteño x Timão: ‘guerra’ anunciada no estádio Defensores del Chaco
Paraguaios e brasileiros se enfrentam pela terceira rodada da Libertadores. Anfitriões prometem jogo pesado para cima das estrelas alvinegras

O estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, recebeu esse nome em 1974 como homenagem aos soldados que lutaram na guerra do Chaco, contra a Bolívia. E é nesse clima de "guerra" que o Cerro Porteño espera o Corinthians nesta quarta-feira, às 21h50m, pelo Grupo 1 da Taça Libertadores da América.

- Se for necessário e eu tiver que dar pontapés em Roberto Carlos, eu vou dar, porque são pontos importantes em disputa - declarou o volante Jorge Brítez à rádio 780 AM.

Lanterna da chave, com apenas um ponto, El Ciclón, como é conhecido no Paraguai, precisa desesperadamente da vitória para manter chances de classificação às oitavas de final. O cenário para o Corinthians, por outro lado, é mais confortável. A equipe brasileira lidera o Grupo 1 com quatro pontos em duas partidas.

É por essa tranquilidade que o lateral-esquerdo Roberto Carlos, alvo dos paraguaios, dá uma resposta às ameaças e uma dica aos companheiros.

- Nós não nos preocupamos muito com o ambiente. Se eles têm o pensamento de ganhar, a primeira preocupação é jogar futebol. Não adianta violência ou agressão. Não podemos entrar na catimba. Vamos jogar o nosso futebol brasileiro de sempre, com inteligência e alegria, que o resultado vai aparecer - falou o lateral-esquerdo.

Corinthians e Cerro Porteño se enfrentaram apenas duas vezes na história. Ambas pela primeira fase da edição de 1999 da Libertadores. No Pacaembu, o Timão aplicou uma goleada de 8 a 2, com cinco gols de Fernando Baiano, atualmente nos Emirados Árabes. Na volta, em Assunção, o Cerro se vingou, mas venceu "apenas" por 3 a 0.

Timão com dúvidas, Cerro definido


O ponto obtido fora de casa contra o Independiente Medellín-COL deve fazer Mano Menezes repetir a formação que foi a campo em Bogotá. Pior para o atacante Dentinho. O jogador, artilheiro do Timão na temporada, com cinco gols, deve perder a vaga de titular, obtida na vitória por 2 a 1 sobre o Santo André, pelo Paulistão. Danilo, poupado no Estadual, é o maior candidato a ficar com o posto.

Na lateral direita, o treinador alvinegro indicou que usará o volante Marcelo Mattos improvisado novamente. O titular Alessandro está recuperado de um problema muscular na coxa direita, mas, por precaução, não foi relacionado. Moacir, reserva imediato, é considerado muito ofensivo para marcar a principal opção de ataque do Cerro, o ex-flamenguista César Ramírez, que cairá pelo setor.

- Não sei se vamos jogar com Jorge, Dentinho e Ronaldo no início ou optar por um homem no meio, sendo Danilo ou Tcheco. Precisamos ter um jogador a mais no setor para equilibrar a parte numérica e fazer a diferença na parte individual. O Moacir fez um bom jogo contra o Santo André. Nosso adversário tem um jogador bastante ofensivo por ali, que é o Ramírez. Vamos tentar levar isso em consideração também - explicou o comandante Mano Menezes.

Para derrubar o favoritismo dos corintianos, o técnico argentino do Cerro Porteño, Pedro Troglio, conta com os gols do atacante César "El Tigre" Ramírez, que defendeu o Flamengo entre 2005 e 2006, marcando 11 gols em 32 jogos. Ele é o principal ídolo da torcida. O elenco conta também com o meia Júlio dos Santos, ex-Atlético-PR.

Apesar de jogarem em casa, os paraguaios vão a campo com uma formação mais cautelosa, com três volantes. Os marcadores Jorge Brítez e Jorge Nuñez voltam à equipe depois de cumprirem suspensão pela confusão na partida contra o Fluminense, pela Copa Sul-Americana do ano passado.

CERRO PORTEÑO CORINTHIANS
Diego Barreto; Julio Irrzábal, Diego Herner, Miguel Torrén e Iván Piris; Jorge Nuñez, Luis Cáceres, Jorge Britez e Julio dos Santos; César Ramirez e Pablo Zeballos.Felipe; Marcelo Mattos (Moacir), Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Dentinho; Jorge Henrique e Ronaldo.
Técnico: Pedro Troglio.Técnico: Mano Menezes.
Estádio: Defensores del Chaco. Data: 17/03/2010. Árbitro: Pablo Antonio Pozo (Chile). Auxiliares: Patricio Antonio Basualto (Chile) e Julio André Díaz Pardo (Chile).
Transmissão: A TV Globo exibe ao vivo para os estados de SP, MT, PR e RS.
Tempo Real:  O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h30m (de Brasília).

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker