Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | MARCOS LEITE
GUSTAVO, PELO Q ACOMPANHO O FUTEBOL DOS 26 ESTADOS DO BRASIL E MAIS O DF, O ATLÉ ...
21.08 | Antonio do Salgado
Que vaidade danada desses empresarios em ser presidente do Central, porque nao a ...
21.08 | Kaio
Mais 2 anos no poço ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/03/2010
12h55 | esportes - LIBERTADORES
Cruzeiro busca vencer o Deportivo Italia para facilitar a classificação em Minas
De olho em sequência de dois jogos no Mineirão, equipe destaca importância de vitória nesta quinta-feira, em Caracas

O ditado do futebol diz que o próximo jogo é o mais importante. Mas o Cruzeiro também pensa à frente. Por isso, enxerga que poderá, nesta quinta-feira, dar uma importante arrancada rumo à classificação para a segunda fase da Libertadores. A equipe enfrenta o Deportivo Italia, considerado o adversário mais fraco de seu grupo, antes de uma sequência de duas partidas consecutivas no Mineirão contra seus principais concorrentes. Dessa forma, o confronto que acontece no Estádio Olímpico de Caracas nesta quinta-feira, às 21h45m (horário de Brasília), ganha ainda mais importância.

Após duas rodadas, o Cruzeiro é o segundo colocado do Grupo 7, com três pontos ganhos, enquanto o Deportivo Italia ocupa a lanterna, com duas derrotas. Assim, os mineiros acreditam que uma vitória nesta quinta-feira, em Caracas, é fundamental para que a equipe enfrente novamente o time venezuelano e o líder Vélez Sarsfield - ambos no Mineirão, nos dias 24 e 31 de março, respectivamente - em condições ainda mais claras de se consolidar no primeiro lugar. 

- Parece que é fácil, mas são 270 minutos em que muitas coisas podem acontecer. Somente com muita luta poderemos fazer com essa matemática dê certo. Mas também não poremos achar que vamos vencer a qualquer momento. A partida aqui na Venezuela será complicada - previu o meia Roger.

Para o Cruzeiro, o futebol da Venezuela deixou, há muito tempo, de ser inocente ou de baixíssimo nível técnico. O grupo sabe que, além do gramado irregular do Estádio Olímpico, terá pela frente um adversário que encara a partida desta quinta-feira como a oportunidade de ganhar algum fôlego em seu grupo na Libertadores e continuar sonhando com a classificação.

- Conhecemos pouco sobre o nosso adversário, mas sabemos que vai fazer de tudo para sair de uma situação incômoda. O Deportivo Italia precisa ganhar, e por isso vai sair em busca da vitória. Mas ao mesmo tempo poderão se expor, o que pode dar ao Cruzeiro a condição de vencer - observou o lateral-direito Jonathan.

O técnico Adilson Batista fará poucas alterações em relação à equipe que venceu por 4 a 1 o Colo Colo, última partida do Cruzeiro na Libertadores. Com Gilberto cumprindo sua segunda partida de suspensão, Wellington Paulista com uma lesão no tornozelo direito e Elicarlos ainda se recuperando de dores na coxa esquerda, Pedro Ken ganha uma oportunidade entre os titulares. Kleber, que foi ausência das últimas três partidas da equipe por causa de uma contratura na coxa esquerda, volta ao ataque.

Equipe que vive bom momento no Campeonato Venezuelano - ocupando a quarta posição a dois pontos do líder Caracas e com um jogo a menos do que o rival -, o Deportivo Italia confia num bom resultado em casa para continuar a pensar na classificação. O único desfalque do técnico Eduardo Saragó será o experiente goleiro boliviano José Fernandez, de 39 anos.

- Vamos enfrentar uma das grandes equipes do continente, atual vice-campeão da Libertadores, que por isso ficou com um sabor amargo e neste ano esperam conquistar o título - frisou o treinador da equipe venezuelana. 

DEPORTIVO ITALIA CRUZEIRO
Liebeskind, McIntosh, Maidana, López e Lobo; Jimenez, Di Julio, Urdaneta e Hernandez; Blanco e Cristian CásseresFábio, Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Henrique, Pedro Ken e Roger; Thiago Ribeiro e Kleber
Técnico: Eduardo Saragó.Técnico: Adilson Batista.
Estádio: Estádio Olímpico de Caracas, Venezuela. Data: 11/03/2010. Horário: 21h45m. Árbitro: Carlos Vera (EQU). Auxiliares: Carlos Herrera (EQU) e Christian (EQU)
Transmissão: O SporTV transmite ao vivo para todo o Brasil, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real a partir das 21h15m (de Brasília).

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker