Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/01/2010
17h49 | esportes - 'TRAGÉDIA
Ônibus da seleção do Togo é metralhado ao chegar a Angola para a Copa Africana
Dois jogadores ficaram feridos no incidente, motorista morre. Grupo separatista de província angolana já havia feito ameaças

O ônibus que transportava a seleção do Togo foi metralhado nesta sexta-feira ao cruzar a fronteira entre Congo e Angola, onde será disputada a Copa Africana de Nações (CAN). Pelo menos dois jogadores saíram machucados, integrantes da comissão técnica também foram feridos, e o motorista do veículo morreu.

- Temos dois jogadores feridos. Tínhamos acabado de cruzar a fronteira (entre o Congo e o território de Cabinda, onde o Togo deve disputar suas partidas do Grupo B), e estávamos cercados pela polícia. Tudo estava normal, quando fomos metralhados. Todo mundo tentou se esconder embaixo dos assentos, e a polícia respondeu - contou o jogador Thomas Dossevi ao canal de TV francês Infosport.

O Manchester City divulgou um comunicado em seu site oficial para dizer que o atacante Adebayor, principal estrela de Togo, não sofreu ferimentos. O Aston Villa também que Saifou também está bem após o ataque.

Motorista do ônibus morre

Os atletas feridos são o goleiro Kodjovi Obilalé e o defensor Serge Akakpo. Também saíram machucados um auxiliar técnico, um médico da delegação e um jornalista. O motorista do ônibus não resisitiu e morreu.

- Akapo foi baleado nas costas. O encarregado da comunicação também foi ferido, e perdeu muito sangue. Não temos notícias do Obilalé, ele também sangrava muito. Ser agredido dessa forma por um jogo de futebol não faz sentido - acrescentou Dossevi.


O Togo tem estreia na CAN marcada para o dia 11 de janeiro, em Cabinda, contra Gana. A seleção integra o Grupo B, ao lado também de Costa do Marfim (rival do Brasil na Copa do Mundo) e Burkina Faso.

Grupo separatista já teria feito ameaças às seleções 

Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

A província de Cabinda não faz fronteira com o restante de Angola e possui grupo separatista

O território de Cabinda, província angolana rica em petróleo que fica entre a República Democrática do Congo (RDC) e o Congo (não tem fronteira com o restante de Angola), é assolado por um conflito separatista desde a independência angolana, em 1975.

Segundo publica o "Jornal Digital", de Angola, a resistência de Cabinda, denominada, FLEC (Força de Libertação do Estado de Cabinda), já havia alertado em diversas ocasiões para a falta de segurança das equipes que se deslocariam à província durante o torneio.

- A situação de guerra é uma realidade em Cabinda e qualquer estrangeiro poderá ser uma vítima - teriam dito os líderes da FLEC.

Torneio pode ser cancelado


O Togo já cogita pedir o cancelamento da Copa Africana de Nações por conta do incidente.

- Se pudermos boicotar a CAN, vamos fazê-lo. Só pensamos em voltar para casa - disse um indignado Thomas Dossevi, que é jogador do Nantes, da França.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker