Página inicial
 
Mural de recados
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
23.05 | Central de coraçao
Eu nao tou entendendo mais nada dessa direçao , a parceria com o las vegas foi d ...
23.05 | Ze ligado
Mas não é com esse ataque de nervos com azul que é um dos piores jogadores que ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
11/12/2013
23h03 | esportes - COPA SUL-AMERICANA
Lanús vence Ponte, leva Sul-Americana e classifica o Botafogo na Libertadores

"Ponte Preta, sempre, sempre, na derrota ou na vitória". Como diz um trecho do hino da equipe, a Macaca contou com o apoio irrestrito de sua fiel torcida, mas não conseguiu evitar a perda da Copa Sul-Americana. O Lanús (ARG) venceu os campineiros por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Néstor Dias Pérez e faturou o título internacional. Comemoração de argentinos e botafoguenses, pois o time carioca, quarto no Brasileiro, está na primeira fase da próxima Libertadores.

 

Os gols foram marcados por Ayala e Blanco, ainda no primeiro tempo. Mas, nada apaga a bela campanha da equipe do Moisés Lucarelli na competição, que superou as próprias limitações em busca de um título inédito. Agora, foco é voltar à Série A do Brasileiro. 

 

PONTE, MACACA QUERIDA...

Os pontepretanos invadiram Buenos Aires. Não é à toa, pois a sua equipe, na primeira competição internacional de sua história, já tinha chegado na decisão. História essa de 113 anos e carente de conquistas. Chance de nesta quarta-feira quebrar estigmas e tirar o grito de "é, campeão" que estava engasgado.

 

Com a bola rolando, o técnico Jorginho surpreendeu. Sem Uendel, suspenso, optou por deslocar Fernando Bob à lateral-esquerda e escalar Magal. Contudo, a tática não surtiu o efeito desejado. Durante os 45 minutos, a Ponte só chegou em uma cobrança de falta de Fellipe Bastos. Pouco, muito pouco para quem tinha sonhos tão grandes...

 

O Lanús dominou os setores e impôs o ritmo da partida. As principais jogadas saíram pelos pés de Ayala. Dele, aliás, saiu o gol do Lanús, para festa dos argentinos e botafoguenses, estes que secaram a Ponte de olho em uma vaga na Libertadores. No lance, Magal deu bobeira no meio-campo e,após chute de Blanco, a bola sobrou limpa para o primeiro tento.

Baraka e Fernando Bob tentam desarmar González (Crédito: Daniel Garcia/AFP)

O gol nada mexeu com o ímpeto do time campineiro. Elias, Rildo e Leonardo praticamente não foram acionados e, nas poucas oportunidades que tentaram buscar o jogo, nada fizeram. Antes do intervalo, Jorginho foi expulso por reclamação. E se estava ruim, a desvantagem no placar aumentou. Blanco, após cobrança de escanteio, empurrou às redes após rebote. Tento do Lanús! Gol do Botafogo!

 

Na etapa final, Jorginho mudou a equipe. Já a tática dos argentinos foi a de esperar as ações pontepretanas para sair em contra-ataque. Mas, o time campineiro pouco criou e praticamente não levou perigo ao adversário. Tinha mais posse de bola, que pouco se traduziu em oportunidades.

Com o jogo sob controle e exigindo boas defesas de Roberto, o Lanús só esperou o apito final para celebrar a conquista. Título este que alegra a parte alvinegra do Rio de Janeiro. A Ponte agora, volta à realidade e foca a volta à Série A do Brasileiro por glórias.

 

 

FICHA TÉCNICA
LANÚS 2 X 0 PONTE PRETA

 

 

Local: Néstor Díaz Perez, em Buenos Aires (ARG)
Data/Hora: 11/12/2013 – 21h50
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Auxiliares: Carlos Artroza (CHI) e Sergio Román (CHI)

 

 

Público/renda: não disponíveis
Cartões amarelos: Ayala, Somoza e Blanco (LAN); Fellipe Bastos (PON)
Cartão vermelho: Não teve

 

GOLS: Ayala, 24'1ºT (1-0); Blanco, 48'1ºT (2-0)

LANÚS: Marchesin; Carlos Araújo, Goltz, Izquierdoz e Velázquez; Somoza, González, Ayala, Blanco (Ortiz - 32'2ºT) e Benítez (Pasquini, aos 46'/2T); Santiago Silva. Técnico: Guilhermo Barros Schelotto.

PONTE PRETA: Roberto; Artur (Ferrugem - 11'/2ºT), César, Diego Sacoman e Fernando Bob; Baraka, Magal (Adaílton - intervalo), Fellipe Bastos e Elias; Rildo (William - 21'/2ºT) e Leonardo. Técnico: Jorginho.





...
 
 
 
eXTReMe Tracker