Página inicial
 
Mural de recados
22.05 | Davi
Essa Racreche sei não viu... ...
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
22.05 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! E a saga de vergonha continua. Até quando senhores alvinegr ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/05/2013
18h02 | esportes - Futebol
Bayern curte o feriado, passeia em Barcelona e vai à final da Champions

A Liga dos Campeões terá uma final alemã inédita no próximo dia 26 de maio, em Londres. Nesta quarta-feira, em pleno Dia do Trabalho, o Bayern de Munique foi dar um passeio em Barcelona. Os jogadores tiveram um feriado diferente, com uma volta pela Rambla e à noite estiveram no Camp Nou para bater uma bolinha, onde de quebra venceram por 3 a 0 o Barcelona, e ratificaram a passagem da equipe bávara para Wembley. O adversário na decisão será o rival Borussia Dortmund.

Estas semifinais de Liga dos Campeões, curiosamente, refletiram a realidade econômica da Europa. De um lado uma Alemanha economicamente mais forte, e de outro uma Espanha que passa por grave crise financeira e possui a maior taxa de desemprego do continente. Venceu o lado mais forte, em ambos duelos.

Como operários bem aplicados, os jogadores do Bayern fizeram um trabalho bem feito. Depois da goleada por 4 a 0 em Munique, mantiveram a marcação pressão no campo do Barcelona e, quando atacados, se defendiam com a mesma eficiência. Um mar de camisas vermelhas era visto a partir da intermediária todas as vezes em que o Barça ensaiava um ataque.

No outro lado, o time blaugrana ressentia mais uma vez a ausência de Messi, desta vez não apenas futebolisticamente mas também fisicamente. Isso porque o camisa 10, que poderia desequilibrar, começou no banco de reservas.

Além de não contar com o seu principal jogador, o Barcelona ainda tinha problemas para manter sua troca de passes devido à feroz marcação bávara. Para dar mais trabalho aos catalães, o Bayern assustava em contra-ataques velozes. Curioso que assustava, mas não finalizava. O time de Jupp Heynckes foi frio, dava as cartas pois sabia que a obrigação de se desdobrar estava do outro lado.

Quando os primeiros 45 minutos terminaram, o gerente Jupp Heynckes já previa que a meta seria alcançada pelos seus comandados. Era só manter a coisa do jeito que estava e pronto, a viagem para Londres estaria confirmada. Só que Robben resolveu dar uma uma de funcionário do mês e cumpriu o seu ofício. Correu pela ponta direita, puxou para o meio e soltou a bomba de canhota. Golaço.

E se Robben ganhou aquele quadrinho de funcionário do mês, o mesmo não pode ser dito de Piqué. O zagueiro do Barcelona cometeu uma falha grave, daquelas que dão margem para uma demissão por justa causa. Lahm cruzou e o defensor, na tentativa de afastar a bola, espirrou o taco e meteu com raiva contra o próprio gol.

A conta já estava fechada? Ainda não. Müller e Ribèry não quiseram ficar atrás do colega Robben. O francês desceu pela esquerda e cruzou para o alemão tomar o elevador, subir mais alto que todo mundo e usar a cabeça para marcar o terceiro.

E Messi? Bem, o camisa 10 do Barcelona não cobriu o seu plantão. Foi dispensado pelo chefe Tito Vilanova por licença médica. Prescindiu de um talento que poderia - quem sabe? - causar algum incômodo durante o feriado bávaro na Catalunha.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 0 X 3 BAYERN DE MUNIQUE

Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP)
Data-Hora: 1/5/2013 - 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (SVN)
Auxiliares: Matej Zunic (SVN) e Bojan Ul (SVN)
Cartões amarelos: Daniel Alves e Piqué (BAR); Robben (BAY)
Cartões vermelhos: -
Gols:
Robben 3'/2ºT (0-1), Piqué (contra) 27'/2ºT (0-2) e Müller 31'/2ºT (0-3)

BARCELONA: Valdés, Daniel Alves, Piqué, Bartra (Montoya 41'/2ºT) e Adriano; Song, Xavi (Sánchez 10'/2ºT) e Iniesta (Thiago Alcântara 20'/2ºT); Villa, Fàbregas e Pedro - Técnico: Tito Vilanova.

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm (Raffinha 32'/2ºT), Boateng, Van Buyten e Alaba; Schweinsteiger (Luiz Gustavo 21'/2ºT), Javi Martínez (Tymoshchuk 29'/2ºT), Ribèry, Robben e Müller; Mandzukic - Técnico: Jupp Heynckes.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker