Página inicial
 
Mural de recados
28.06 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! Aqui estou eu em Fortaleza, daqui a pouco vou assistir SALG ...
28.06 | ojuara
CONCORDO NELHOR PAGAR SAFADAO DE QUE INVESTIR NESSE CLUBE SAFADO DE LADROES PORQ ...
28.06 | Paulo Junior
Parabéns pela atitude dos torcedores do Central em dividir o dinheiro com os fun ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
24/04/2013
17h51 | esportes - Futebol
Borussia vence o Real por 4 a 1 e fica mais perto de fazer a decisão nacional com rival na Liga dos Campeões

Parece que a aula de futebol dada pelo rival Bayern de Munique inspiraram o Borussia Dortmund e Lewandowski. Com quatro gols do atacante polonês, os alemães golearam o Real Madrid por 4 a 1 e ficaram mais perto da final da Liga dos Campeões. Cristiano Ronaldo descontou.

A atuação espetacular do camisa 9 dos donos da casa tiveram fatos curiosos. Ele foi o primeiro jogador a marcar quatro gols em um mesmo jogo de semifinal da Champions, e o quarto a fazer essa quantidade de gols no time merengue em jogos oficiais. Antes, apenas Samitier (1926), Eulogio Martínez (1957) e Diego Milito (2006) tiveram esse privilégio.

Com o resultado, o Dortmund pode perder por até dois gols de diferença no jogo de volta, na próxima terça-feira, no Santiago Bernabéu, que garante o seu lugar na decisão.

O JOGO

Apesar de utilizarem esquemas idênticos, o modista 4-2-3-1,  os donos da casa começaram sufocando o adversário. E a pressão deu resultado logo aos 7 minutos. Após jogada trabalhada pela esquerda, Schmelzer cruzou, Pepe falhou e Lewandowski escorou para o fundo do gol. A vantagem precoce deu tranquilidade suficiente para o Dortmund imprimir seu estilo de jogo.

Já o Real Madrid esbarrava na eficiente e cerrada marcação alemã. Com isso, só conseguia chegar perto do gol de Weidenfeller através da bola parada. Mesmo assim, não oferecia muito perigo. Já o Borussia aproveitava o dia inspirado da dupla Reus/Lewandowski para emplacar contra-ataques e jogadas em velocidade. Götze, já negociado com o rival Bayern, esteve apagado.

Quando todos imaginavam que os alemães iriam para o vestiário em vantagem, aconteceu o inesperado. Após cobrança de lateral, a bola sobrou para Hummels. O zagueiro falhou e permitiu que Xabi Alonso entrasse livre e só tivesse o trabalho de rolar para Cristiano Ronaldo empatar o confronto.

O duro golpe nos minutos finais do primeiro tempo parece não ter afetado o Dortmund. Muito menos Lewandowski. Tanto que em 10 minutos, o camisa 9 do Borussia marcou duas vezes (primeiro com passe de Reus, depois aproveitando cruzamento de Schmelzer). O clima de festa contagiou a equipe de vez. Gündoğan só não fez o quarto porque Diego López fez grande defesa.

Pouco depois Xabi Alonso derrubou Reus na área. E adivinha quem foi para cobrança? Ele mesmo: Lewandowski. Cobrança no meio do gol e quarto gol na conta do Cara da partida. Tentando diminuir o prejuízo, Mourinho apostou nas entradas de Di Maria, Benzema e Kaká. Apesar de duas boas chances, os espanhóis não conseguiram o segundo gol.

Com o resultado, o Borussia ficou perto de fazer a decisão nacional contra o Bayern de Munique. Depois dos primeiros jogos fica a pergunta: A Alemanha é, no momento, o país do futebol? Parece que sim.

FICHA TÉCNICA
BORUSSIA DORTMUND  4 X 1  REAL MADRID

Local: BVB, em Dortmund (ALE)
Data-Hora: 24/4/2013 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Auxiliares: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)
Cartões amarelos: Khedira, Sergio Ramos e Özil (REA); Lewandowski (BOR)
Gols: Lewandowski - 7'/1ºT (1-0), Cristiano Ronaldo - 42'/1ºT (1-1), Lewandowsk  - 5'/2ºT (2-1),  Lewandowsk  - 10'/2ºT (3-1) e Lewandowski  - 21'/2ºT (4-1)

BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller, Piszczek (Grosskreutz - 37'/2ºT), Subotić, Hummels e Schmelzer; Bender, Gündoğan (Schieber - 46'/2ºT), Götze, Reus e Błaszczykowski (Kehl - 36'/2ºT); Lewandowski - Técnico: Jürgen Klopp.

REAL MADRID: Diego López, Sergio Ramos, Varane, Pepe e Fábio Coentrão; Khedira, Xabi Alonso (Kaká - 34'/2ºT), Özil, Modrić (Di Maria - 23'/2ºT) e Cristiano Ronaldo; Higuaín (Benzema - 23'/2ºT) -  - Técnico: José Mourinho.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker