Página inicial
 
Mural de recados
30.04 | Jose Helio Pessoa
ALÔ CARUARU...É HORA DE UNIÃO !!! O CENTRAL É UMA INSTITUIÇÃO CENTENÁRIA... QUEI ...
30.04 | paulo
ESTE TIME QUE O TECNICO ESTA MONTANDO E O CENTRAL OU E O VELO CLUB .TODOS OS JOG ...
29.04 | Preto e branco
Esse velo clube quase caiu para a série a 4 do paulista e o central só quer traz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/06/2012
17h59 | esportes - EUROCOPA 2012
Balotelli elimina Alemanha e coloca Itália na final da Euro Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/minuto/Balotelli-elimina-Alemanha-Italia-Euro_0_727127437.html#ixzz1z7jAqlLV © 1997-2012 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Di

O futebol precisa dos anti-heróis para tornar-se menos "politicamente correto" e insosso. Personagem de inúmeras polêmicas e celeumas extra-campo, o controvertido Balotelli levou a Itália à final da Eurocopa contra a Espanha, eliminou a poderosa Alemanha marcando duas vezes na vitória por 2 a 1, em Varsóvia, e colocou a Azzurra na Copa das Confederações de 2014, no Brasil.

 

Uma frase do jornalista italiano Leo Longanesi resume o momento do atacante do Manchester City: "O pior que pode acontecer a um gênio é ser compreendido".

 

 

A Itália, que segue sem perder para a Alemanha em jogos decisivos, enfrenta a Espanha, no próximo domingo, às 15h45 (horário de Brasília), em Kiev, na Ucrânia.

 

O JOGO

 

A Alemanha teve velocidade, volume de jogo e chances para marcar o primeiro gol. Os primeiros minutos indicavam que seriam uma pressão descomunal. Pirlo salvou em cima da linha. A defesa da Itália levou sorte no lance seguinte porque a bola bateu em Barzagli, saindo pela linha de fundo. E o mastodôntico Buffon espalmou disparo complicado de Kroos.

 

Mas a Azzurra tem um meio de campo paciente e sapiente. Começou testando Neuer com chutes d fora da área, sem conseguir penetrar na área rival.

 

Depois, duas enfiadas preciosas e conclusões cirúrgicas. Cassano apareceu do lado esquerdo e centrou para Balotelli, que, de cabeça, jogou no contrapé do goleiro alemão. Novo lançamento para o "bad-boy" (Montolivo foi o autor), que fulminou Neuer. Ou seja, em dois lances. Dois gols. Precisão máxima!

 

O time alemão não teve escolha. Seguir pressionando e tentar, ao máximo, ficar com a bola. Reus tentou colocar fogo no jogo. Klose substituiu um apagadíssimo Mario Gomez. O gol saiu apenas com Özil nos descontos, numa cobrança de pênalti.

 

A Itália soube se defender muito bem. Além do ótimo Buffon, um dos pontos fortes do time de Prandelli é o desarme e o bloqueio das jogadas do adversário. A Espanha, próximo rival, já havia sofrido com o poder de marcação da Azzurra durante a fase de grupos.

 

Para encerrar, com a Alemanha batida e estirada, a Itália, já sem Balotelli, por piedade, não fez mais três gols.

 

FICHA TÉCNICA:

ALEMANHA 1 X 2 ITÁLIA

 

Local: Estádio Nacional de Varsóvia, Varsóvia (POL)
Data-Hora: 28/06/2012, às 15h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Stéphane Lannoy (FRA)
Cartão Amarelo: Hummels (ALE); Balotelli, Bonucci, De Rossi, Thiago Motta (ITA)
Cartão Vermelho:
Gols: Balotelli, 19'/1ºT (0-1); Balotelli, 36'/2ºT (0-2); Özil, 46'/2ºT (1-2)

 

ALEMANHA: Neuer; Boateng (Müller, 25'/2ºT), Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger, Kroos e Özil; Podolski (Reus, Intervalo) e Mario Gomez (Klose, Intervalo). Técnico: Joachim Löw

ITÁLIA: Buffon; Balzaretti, Bonucci, Barzagli e Chiellini; De Rossi, Pirlo, Marchisio e Montolivo (Thiago Motta, 18'/2ºT); Balotelli (Di Natale, 24'/2ºT) e Cassano (Diamanti, 12'/2ºT). Técnico: Cesare Prandelli.





.
 
 
 
eXTReMe Tracker