Página inicial
 
Mural de recados
24.04 | George Luís
Sou Centralino de Coração, apaixonado pela Patativa do Agreste, mas sem dúvidas, ...
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
23.04 | Patativa
Será que os dirigentes do Salgueiro administram o clube tal como os do Central, ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
21/06/2012
23h09 | esportes - LIBERTADORES
LIBERTADORES /// Boca Juniors elimina La U e pega o Corinthians na final
Clique e Confira.

Copeiro, frio, com uma camisa muito pesada e uma dose de sorte. Esse é o adversário do Corinthians na final da Libertadores. Nesta quinta, o Boca Junios, com o regulamento de baixo do braço, segurou o 0 a 0 com a Univerisad de Chile, em Santiago, e confirmou vaga, pela décima vez, na decisão do torneio mais importante do continente.

O primeiro jogo será em Buenos Aires. Já o Timão, que eliminou o Santos na última quarta, define em São Paulo.

Gelado como a temperatura nos Andes e com o relógio como aliado, o Boca Juniors entrou em campo para fazer o tempo passar até o apito final. A estratégia de fazer lançamentos em profundidade foi dando resultado à medida que a defesa da Universidad de Chile se desarrumava.

Riquelme, o grande nome do primeiro tempo e uma espécie de treinador em campo, largou Mouche duas vezes na cara do gol, mas o companheiro perdeu as chances. Antes, o camisa 10 pegou, de primeira um cruzamento do atacante e carimbou a trave de Herrera. O time argentino foi percebendo que estava mais próximo de abrir o placar do que os anfitriões.

Já a La U chegou ao ataque com muitos jogadores, mas se descuidou feio atrás, deixando sempre alguém do Boca Juniors no mano a mano. A rigor, os chilenos, com Fernadez, numa cabeçada defendida por Orion, tiveram apenas uma única chance em 45 minutos. Trocando passes, foi uma equipe inofensiva aos portenhos.

Na etapa final, o jogo mudou. A Universidad foi para o tudo ou nada e começou a assustar. Diáz acertou a trave e obrigou, em seguida, Orion a fazer grande defesa. Ruidíaz também acertou o poste. Sempre com chutes de fora da área porque penetrar na área não dava.

O Boca não mudou a postura. Se arriscar? Por qual motivo? O time argentino seguiu segurando o jogo e esperando a confirmação da décima final da Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA:

UNIVERSIDAD DE CHILE 0 x 0 BOCA JUNIORS

Competição: Libertadores da América
Data-hora: 21/6/12, às 21h15 (de Brasília)
Local: Estádio Nacional, Santiago (CHI)
Árbitro: Darío Ubriaco (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinosa (URU) e Miguel Nievas (URU)
Cartão Amarelo: Rojas, Herrera (UNI); Silva, Riquelme, Schiavi, Roncaglia (BOC)
Cartão Vermelho: -
Gols: -

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera, Rojas, Osvaldo González (Magalhães, 15'/2ºT) e Marino; Matías Rodríguez, Díaz, Aránguiz e Mena; Junior Castro (Ubilla, Intervalo), Fernandes (Ruidíaz, 27'/2ºT) e Henríquez. Técnico: Jorge Sampaoli.

BOCA JUNIORS: Orión, Roncaglia, Schiavi, Caruzzo e Clemente Rodríguez; Ledesma (Rivero, 47'/2ºT), Somoza, Erviti e Riquelme; Mouche (Cvitanich, 28'/2ºT) e Santiago Silva (Viatri, 38'/2ºT) Técnico: Julio César Falcioni.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker