Página inicial
 
Mural de recados
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
19.08 | Antonio do Salgado
Com certeza ja deram um ninha em Airton Junior, e sobre a outra chapa kd o Alexa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/06/2012
18h45 | esportes - Eurocopa
Após temporal, França bate a Ucrânia pelo Grupo D

Em um jogo paralisado pela chuva de Donetsk por quase uma hora - logo aos quatro minutos do primeiro tempo -, a dona da casa Ucrânia não resistiu à superioridade do adversário e sucumbiu à França, por 2 a 0, nesta sexta-feira, na Donbass Arena.

Foi a primeira vitória francesa em um torneio de grande porte desde a semifinal da Copa do Mundo de 2006. Naquela ocasião, os Bleus bateram Portugal por 1 a 0, com gol de Zidane.

Com o triunfo, os franceses chegam a quatro pontos e são líderes do Grupo D. A Ucrânia fica com três pontos, mas ainda têm chances de se classificar às quartas de final. Basta uma vitória diante da Inglaterra na última rodada da fase de grupos.

PRIMEIRA ETAPA

O primeiro tempo pode ser dividido entre antes e após a interrupção por conta da chuva de Donetsk. Nos primeiro quatro minutos com a bola rolando, os ucranianos pressionaram a saída de bola e forçaram erros de passe dos franceses em duas ocasiões. Em uma delas, o goleiro Lloris quase cedeu a bola a Voronin.

Mas aí a chuva apertou e os raios se multiplicaram, obrigado o árbitro Björn Kuipers a suspender a partida. Quase uma hora depois, os times voltaram a campo, mas o jogo mudou.

Árbitro teve de paralisar o jogo devido à chuva (FOTO: Patrick Hertzog/AFP)


Melhor para a França, que se reorganizou no vestiário e voltou mais ofensiva, com Nasri e, principalmente, Ribéry ligados.

Mais uma vez, porém, os Bleus abusaram do preciosismo, insistindo nas jogadas de efeito para furar o bloqueio ucraniano. As tabelas saíam com naturalidade, mas na hora do último toque os visitantes davam azar.

Foi assim com Benzema e Ribéry e até quando o ponteiro do Bayern de Munique liberou Ménez para marcar - impedido - o primeiro gol, justamente invalidado pela arbitragem. O próprio Ménez também perdeu gol feito, após jogada do camisa 7 francês.

Do lado ucraniano, Sheva continuava a ser a melhor opção. O atacante do Dínamo de Kiev ficou cara a cara com Lloris, com o arqueiro do Lyon fazendo linda defesa para impedir a abertura do placar no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Se na primeira parte do jogo os franceses pecaram pelo preciosismo, na etapa complementar eles mostraram que podem se destacar pela objetividade.

Em duas jogadas rápidas, a França abriu e ampliou o placar, aos sete e aos 10 minutos, não sem antes tomar um susto. Shevchenko, sempre caindo pela esquerda, driblou Debuchy e arriscou de fora da área. A bola por pouco não entrou.

Essa seria a única chance de efeito dos ucranianos, pois os franceses passaram a dominar o jogo a partir daí. Aos sete, Ménez recebeu lindo passe de Benzema, limpou Selin e abriu o placar.

Aos 10, nova assistência do atacante do Real Madrid, desta vez para Cabaye, que chutou no contrapé de Pyatov, ampliando o placar e acabando com os espíritos da Ucrânia.

A partir daí, porém, o antigo preciosismo voltou. A França abusou de toques para tentar ampliar o placar. Curiosamente, a impressão é a de que, caso mantivesse a objetividade, os franceses poderiam até golear, tamanha sua superioridade no segundo tempo.

Pois não foi o que aconteceu com o próprio Cabaye carimbando a trave adversária e Ribéry também tendo chance em cobrança de falta. Os ucranianos até que tentaram diminuir o prejuízo, mas o poder de fogo era baixo e Lloris quase não foi exigido.

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira, para a última rodada da chave. A França enfrentará a Suécia no Estádio Olímpico de Kiev vai medir forças com a Inglaterra novamente na Donbass Arena, em Donetsk.

FICHA TÉCNICA
UCRÂNIA 0 X 2 FRANÇA

Local: Donbass Arena, em Donetsk (UCR)
Data-Hora: 15/6/2012 - 13h (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (HOL)
Auxiliares: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)
Cartões amarelos:  Ménez, Debuchy e Mexès (FRA); Selin (UCR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Ménez 7'/2ºT (0-1) e Cabaye 10'/2ºT (0-2)

UCRÂNIA: Pyatov, Gusev, Mikhalik, Khacheridi e Selin; Tymoshchuk, Voronin (Devic - Intervalo), Yarmolenko (Aliyev 22'/2ºT), Konoplyanka e Nazarenko (Milevskiy 15'/2ºT); Shevchenko - Técnico: Oleg Blokhin.

FRANÇA: Lloris, Debuchy, Rami, Mexès e Clichy; Cabaye (M'Vila 23'/2ºT), Diarra e Nasri; Ménez (Martin 27'/2ºT), Ribéry e Benzema (Giroud 30'/2ºT) - Técnico: Laurent Blanc.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker