Página inicial
 
Mural de recados
27.06 | A verdade nua e crua
Fiquei sabendo que o Sousa entrou em campo irregular e clube será punido com a p ...
27.06 | Patativa
Carlos meu amigo alvinegro não perca seu tempo com esses palhaços que querem ver ...
27.06 | Carlos
O verdade nua e crua diga seu nome vc tem medo a merda que vc falou foi tão gran ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
09/05/2012
19h10 | esportes - FUTEBOL
Gols de Falcao e Diego dão título ao Atlético de Madrid

Uma semana depois de Madri ver a festa dos torcedores do Real na Praça Sibeles, agora é a vez dos Colchoneros encherem a Praça Neptuno. O local é o ponto de encontro dos torcedores do Atlético de Madrid, e nesta quarta-feira estará lotado de gente enlouquecida com o segundo título da Liga Europa conquistado pelo clube, depois dos 3 a 0 sobre o Athletic Bilbao no Estádio Nacional, em Bucareste, na Romênia.

O destaque do triunfo tem nome de ave e mais uma vez voou alto. Falcao García, o senhor da Liga Europa, balançou as redes duas vezes e repetiu o sucesso da temporada passada, quando pelo Porto foi o destaque de uma campanha vencedora. Desta vez foram 15 gols em 12 partidas, somadas as aparições pela equipe portuguesa, já são 29 jogos e 29 tentos. Nem Messi ou Cristiano Ronaldo, no futebol espanhol o dono da Europa em 2012 foi o colombiano.

 

Partida impecável fez o camisa nove do Atlético de Madrid. Além de levar à loucura o setor defensivo do Athletic Bilbao, Falcao coroou a apresentação com duas pinturas. A primeira aos sete minutos, ao receber passe de Diego e finalizar com a perna canhota. A segunda saiu aos 34 minutos, quando o atacante teve a frieza de deixar o zagueiro Aurtenetxe no chão antes de bater para o gol.

O técnico do clube basco, Marcelo Bielsa, era literalmente a imagem da loucura à beira do gramado. Andava nervosamente de um lado a outro, se agachava, cuspia, ajeitava os óculos. Tentava imaginar uma solução que freasse a avalanche dos Colchoneros.

A solução foi tentar marcar a saída de bola do Atlético de Madrid no segundo tempo e puxar o time mais para frente. O tempo passava e o Atlético de Madrid vendo que o título ficava cada vez mais perto passou a explorar os contra-ataques. Chamou o Athletic Bilbao para o seu campo e os bascos chegavam na base do abafa.

A pressão do Athletic Bilbao fez com que outro jogador do Atlético de Madrid se destacasse, o goleiro Courtois. Exigido em pelo menos três lances perigosos dentro de sua área, o arqueiro belga mostrou ótimo reflexo e segurança. Todavia, a tática suicida dava espaços para o Colchonero e Falcao García quase marcou o terceiro quando entrou na área e finalizou na trave direita do goleiro Iraizoz. 

Terceiro gol que sairia em um contra-ataque e na bela arrancada de Diego. O brasileiro passou por dois defensores bascos e fechou o caixão do Athletic. O time de Madri já podia soltar o grito de campeão, e aos jogadores do Athletic só restou o choro da derrota.

Nesta quarta-feira não há na Espanha torcedor mais feliz que o do Atlético de Madrid. Por um momento, os Colchoneros se sentirão muito maiores e colocarão banca sobre os rivais de Real Madrid e Barcelona. 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO DE MADRID 3 x 0 ATHLETIC BILBAO

Local: Estádio Nacional, Bucareste (ROM)
Data-Hora: 09/5/2012 - 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Wolfgang Stark (ALE)
Auxiliares: Jan-Hendrik Salver (ALE) e Mike Pickel (ALE)
Cartão amarelo: Falcao García (ATL); Ander Herrera (ATH), Amorebieta (ATH), Íñigo Pérez (ATH), Susaeta (ATH)
Cartão vermelho: Não houve
Gols: Falcao García 7'/1ºT (1-0), Falcao García 34'/1ºT (2-0), Diego 40'/2ºT (3-0)

ATLÉTICO DE MADRID: Courtois, Juanfran, Godin, Miranda e Filipe Luis; Mario Suárez, Gabi, Diego (Koke 45'/2ºT), Adrián López (Salvio 43'/2ºT) e Arda Turan (Álvaro Domínguez 48'/2ºT); Falcao García - Técnico: Diego Simeone.

ATHLETIC BILBAO: Iraizoz, Iraola, Javi Martínez, Amorebieta e Aurtenetxe (Ibai Gómez, intervalo); Iturraspe (Íñigo Pérez, intervalo) , Ander Herrera (Toquero 18'/2ºT) e De Marcos; Susaeta, Muniaín e Llorente - Técnico: Marcelo Bielsa.





.
 
 
 
eXTReMe Tracker