Página inicial
 
Mural de recados
29.05 | MARCOS LEITE
Q VENHA O JUAZEIRENSE DE JUAZEIRO O CANCÃO DE FOGO. VAMOS GANHAR MAIS UMA E OUVI ...
29.05 | Patativa
Na minha opinião escapam , ....O goleiro , O zagueiro Danilo Dias (ótimo zagueir ...
29.05 | Duda
A verdade é que o time não passa confiança ainda. Dizem que Dodo É um bom jogado ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
17/04/2012
18h30 | esportes - Futebol
Com gol no fim, Bayern sai na frente no duelo com o Real
Gol de Mario Gomez aos 44 minutos do segundo tempo dá a vitória dos bávaros sobre o Real Madrid na Allianz Arena

Do Lancenet 

Não foi uma partida cheia de lances de emoção e técnica no Allianz Arena, nesta terça-feira, mas foi um duelo onde a disciplina tática do Bayern de Munique acabou premiada. No fim, um merecido 2 a 1 sobre o Real Madrid, que coloca o clube bávaro perto do objetivo de voltar a seu estádio na decisão da Liga dos Campeões. 

A marcação perfeita no meio de campo fez com que a pressão inicial do Real Madrid fosse rapidamente abafada. Schweinsteiger, Boateng, Luiz Gustavo e Badstuber eram os cães de guarda do técnico Jupp Heynckes. Özil, Di María e Cristiano Ronaldo, responsáveis pela criação do time merengue, estavam neutralizados, deixando Benzema isolado.

Com a posse de bola o Bayern de Munique aproveitava para sair em velocidade pelos lados do campo. Na direita, a dobradinha era entre Lahm e Robben, enquanto que pela esquerda desciam tabelando Alaba e Ribéry.

Foi o meia francês o destaque do encontro, premiado com o gol que abriu o placar para os bávaros ainda no primeiro tempo. Ainda que tenha contado com a ajuda de Sergio Ramos, pois o zagueiro do Real Madrid errou o tempo da jogada, Ribéry estava bem colocado no centro da grande área e soube aproveitar a bola espirrada após bater no peito de Schweinsteiger.

A apatia do Real Madrid ficou no vestiário: o time merengue fez uma verdadeira blitz na volta para a segunda etapa. A velocidade de Cristiano Ronaldo e Di María; combinada com a precisão de Özil, conseguiram criar boas chances. O goleiro Neuer começou a ter mais trabalho, a defesa do Bayern ficou acuada até que saiu o gol de empate.

Gol que nasceu de um lance inacreditável, pois Cristiano Ronaldo recebeu na cara de Neuer e sozinho chutou em cima do goleiro. Sorte que a bola sobrou para o próprio Cristiano, que cruzou na direção de Özil. Na pequena área o alemão não teria como perder.

Heynckes então resolveu mexer no meio de campo, tirou Schweinsteiger e colocou Müller. A velocidade do jovem fez com que o Bayern retomasse terreno no setor de criação, e consequentemente dificultasse a saída de bola do Real Madrid.

A tarefa acabou facilitada quando José Mourinho resolveu tirar Özil para colocar Marcelo. Sem o homem de criação, Cristiano Ronaldo passou a ser facilmente anulado por Luiz Gustavo. Nos últimos minutos, Casillas ainda salvou uma cabeçada certeira de Mario Gomez. O cheiro do gol do Bayern estava ainda mais forte. A impressão se tornou realidade quando Mario Gomez decretou a vitória completando jogada magistral de Lahm, que fez o que quis com o perdido Fábio Coentrão.

Perdido ficou depois o time do Real Madrid, que além do jogo perdeu o controle emocional. Prova disso foi a falta desclassificante que Marcelo fez sobre Müller. O brasileiro merecia ser expulso, mas o árbitro Howard Webb só mostrou o amarelo. Aliás um total de seis jogadores do time de Madri foram advertidos, mais um fator que mostra a pilha de nervos da equipe branca.

A batalha entre madridistas e bávaros continuará no próximo dia 25, no Santiago Bernabéu. O Bayern deu um grande passo rumo à decisão, mas que não permite qualquer descuido. Um gol solitário do Real Madrid poderá dar a vaga aos espanhóis. Tudo dependerá se o Bayern souber manter sua disciplina tática. 

FICHA TÉCNICA
BAYERN DE MUNIQUE 2 x 1 REAL MADRID

Local: Allianz Arena, Munique (ALE)
Data-Hora: 17/4/2012 - 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (ING)
Auxiliares: Michael Mullarkey (ING) e Stephen Child (ING)
Cartão amarelo: Badstuber (BAY), Robben (BAY), Lahm (BAY); Fábio Coentrão (MAD), Xabi Alonso (MAD), Di María (MAD), Sergio Ramos (MAD), Higuaín (MAD), Marcelo (MAD)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Ribéry 17'/1ºT (1-0), Özil 7'/2ºT (1-1), Mario Gomez 44'/2ºT (2-1)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Boateng, Badstuber e Alaba; Luiz Gustavo, Schweinsteiger (Müller 15'/2ºT), Robben, Ribéry e Kroos; Gomez - Técnico: Jupp Heynckes.

REAL MADRID: Casillas, Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos e Fábio Coentrão; Xabi Alonso, Khedira, Di María (Granero 34'/2ºT), Özil (Marcelo 23/2ºT) e Cristiano Ronaldo; Benzema (Higuaín 38'/2ºT) - Técnico: José Mourinho.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker