Página inicial
 
Mural de recados
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
23.06 | Antonio
Olha a quantidade de possíveis desfalques que o Central pode ter no jogo, é muit ...
23.06 | Danilo
http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2017/06/empresario-ilu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/03/2012
19h06 | esportes - Futebol
Messi torna-se o maior artilheiro da História do Barcelona

Aos 16 minutos do primeiro tempo, o placar eletrônico do Camp Nou compartilhava as imagens de Messi e Cesar Rodrigues. A contagem já estava igualada. Porém, o argentino, com apenas 24 anos, ao marcar o terceiro da vitória sobre o Granada por 5 a 3, tornou-se o maior artilheiro da História do Barcelona. Depois, ainda aumentou o número para 233, deixando o espanhol com 231. 

A vitória deixa o Barça a cinco pontos do Real Madrid, que enfrenta, fora de casa, o Villarreal nesta quarta-feira, pelo complemento da 29ª rodada da Liga Espanhola.

Messi entrou em campo com fome de bola. As jogadas do Barça eram quase todas direcionadas aos seus pés. No entanto, foi com a cabeça que o craque colocou Xavi na frente do gol para um arremate certeiro. A 22ª assistência na temporada 2011-2012.

Logo depois, Messi recebeu na entrada da área, mas chutou em cima do goleiro. A próxima, ele não perderia. Centro de Cuenca pela extrema esquerda. A bola viaja procurando a canhota do argentino, que emenda na direção do gol. A redonda foi na diagonal até morrer na rede. 232º gol de La Pulga pelo clube da Catalunha. Adendo, ele só tem 24 anos.

O Granada voltou para o segundo tempo disposto a colocar água no chope do argentino. Aos nove, Mainz descontou. Aos 16, Daniel Alves se debruçou sobre as costas de Deni Benítez na área. O brasileiro Siqueira cobrou penalidade máxima e empatou a partida para os andaluzes.

O melhor estava guardado para o momento certo. Daniel Alves colocou a bola pelo alto e o camisa 10 (em posição irregular - ele pode!) tocou por cima de Julio Cesar. O argentino está no topo. É o maior do clube. Agora, a corrida é para alcançá-lo.

Engana-se quem pensava que Messi havia pedido a conta. No final do jogo, ele recebeu, tirou a marcação e encerrou sua memorável noite com um hat-trick. Mais um recorde estabelecido: maior artilheiro numa temporada do futebol espanhol

Os gols de Tello para o Barça e Siqueira, novamente, para o Granada, além da expulsão merecida de Daniel Alves, não chamaram a atenção. A História já estava escrita.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker