Página inicial
 
Mural de recados
30.04 | Jose Helio Pessoa
ALÔ CARUARU...É HORA DE UNIÃO !!! O CENTRAL É UMA INSTITUIÇÃO CENTENÁRIA... QUEI ...
30.04 | paulo
ESTE TIME QUE O TECNICO ESTA MONTANDO E O CENTRAL OU E O VELO CLUB .TODOS OS JOG ...
29.04 | Preto e branco
Esse velo clube quase caiu para a série a 4 do paulista e o central só quer traz ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/12/2011
12h58 | esportes - MUNDIAL DE CLUBES
Kashiwa vence na abertura do Mundial e se credencia para enfrentar o Santos

Os brasileiros do Kashiwa Reysol foram apenas coadjuvantes, mas mesmo assim o time japonês venceu por 2 a 0 o Auckland City na abertura do Mundial de Clubes e jogará contra o mexicano Monterrey para saber quem enfrenta o Santos nas semifinais do torneio. Comandado pelo técnico Nelsinho Baptista e com Jorge Wagner e Leandro Domingues como destaques, o Kashiwa não teve dificuldades para derrotar o time neozelandês, nesta quinta-feira. Tanaka e Kudo, fizeram os gols da partida.

A partida entre Kashiwa e Monterrey acontece no domingo, às 8h30, horário de Brasília e quem vencer volta a jogar na quarta-feira, no mesmo horário, contra o time brasileiro. Antes disso, sai o adversário do Barcelona. Al-Saad, do Qatar, e Esperance, da Tunísia, decidem, às 5 horas, quem pega o time espanhol.

"Foi um jogo difícil, no começo muito nervoso, erramos muitos passes. Mas depois conseguimos fazer um primeiro tempo muito bom e fazer o gol. No segundo tempo mantemos a equipe um pouco acuada, mas graças a Deus conseguimos a vitória", disse Leandro Domigues, em entrevista a rádio Estadão/ESPN. "Nós acreditamos que agora, com a estreia no Mundial, com o Monterrey vamos render mais", completou Nelsinho.

O Auckland City é um daqueles times que colocam em dúvida a organização do Mundial de Clubes, torneio que deveria ter os melhores times do planeta. No entanto, o time neozelandês não é nem sombra de um time poderoso e entrou em campo somente para se defender. O Kashiwa pouco quis saber e dominou a partida desde o início, apesar das poucas oportunidades criadas. 

As primeiras chances do time japonês saíram dos pés dos brasileiros. Jorge Wagner, sempre perigoso nas bolas paradas desde os tempos de Sao Paulo, Corinthians e Cruzeiro, e Leandro Domigues, ex-Vitória, participavam de todas as jogadas do Kashiwa.

A superioridade, no entanto, só ficou evidente no placar no final do primeiro tempo e em menos de cinco minutos, a dupla de ataque do time japonês resolveu o jogo. Primeiro, Tanaka fez jogada individual pela esquerda e enganou o goleiro Spoonley ao mandar direto para gol ao invés de cruzar.

Depois foi a vez de Kudo, mostrar o oportunismo de centroavante e aproveitar o bate rebate na área e mandar para o gol, após cruzamento de Leandro Domingues. O brasileiro, eleito o melhor jogador do Campeonato Japonês, ainda perdeu uma grande chance aumentar, mas preferiu um toque por cima do goleiro e falhou.

No segundo tempo, os japoneses sentiram o cansaço e tiraram o pé do acelerador e por alguns instantes foram pressionados pelo time da Nova Zelândia. O goleiro japonês Sugeno, com apenas 1,79m, evitou o pior e fez duas boas defesas, sendo que a primeira precisou se esticar todo para evitar o gol de Mulligan.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker