Página inicial
 
Mural de recados
16.08 | CLEO
O TERRENO ONDE DEVEM CONSTRUIR O CT DO CENTRAL? TÁ JOGADO PRAS COBRAS, COMO SE D ...
15.08 | MARCOS LEITE
RESTA AOS SÓCIOS PROPRIETÁRIOS DO COMÉRCIO, SE UNIR, RESTAURAR E REFORMAR O CLU ...
15.08 | VICTOR HUGO
É VERDADE GUSTAVO, O CENTRALZÃO TEM Q CONSTRUIR SEU CT NINHO DA PATATIVA NO SEU ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/12/2011
02h43 | esportes - COPA SUL-AMERICANA 2011
Fim do sonho da tríplice coroa: La U elimina o Vasco Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/vasco/freia-boa-fase-Vasco-Santiago_0_600540150.html#ixzz1fG76sZeF © 1997-2011 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

O Vasco começou bem, tentou, mas não foi páreo para a Universidad de Chile, que venceu e eliminou o Cruz-Maltino nas semifinais da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, no Estádio Santa Laura. Os gols da vitória chilena por 2 a 0 foram marcados pelos atacantes Canales e Vargas, um em cada tempo. Na final da competição, o time chileno enfrentará a LDU, que derrubou o Vélez Sarsfield.

 

Além de sentir falta de Felipe, que ficou no Rio poupado para o jogo decisivo de domingo contra o Flamengo, o Vasco acabou prejudicado na etapa final após expulsão do lateral-direito Fagner, que deu uma cotovelada no adversário.

Agora o Vasco, que sonhava com tríplice coroa depois da conquista da Copa do Brasil, aposta as fichas na última rodada do Campeonato Brasileiro. Em caso de vitória no clássico contra o Fla, no Engenhão, e derrota do Corinthians, no Pacaembu, o Gigante da Colina fatura o pentacampeonato nacional.

 

VASCO COMEÇA BEM, MAS RECUA E LA U ABRE O PLACAR

O Vasco começou o jogo melhor. Concentrando as jogadas pelo lado direito, contando com Allan e Fagner tabelando, o Cruz-Maltino chegou mais durante os 15 primeiros minutos. Logo aos dois minutos, após longo passe de Juninho, Allan demorou a cruzar e se enrolou com a bola.

A resposta da La U veio no lance seguinte. Apesar de tímida no início, a equipe chilena assustou após cruzamento da esquerda, desviado por Renato Silva, quase traindo Fernando Prass.

A primeira real chance de gol também foi para La U. Após a defesa carioca deixar o rápido Vargas sozinho, Prass teve de se virar e voar nos pés do atacante para impedir o drible. Recuado, o Vasco chamou o time chileno para cima. Aos 20, depois de ganhar de Jumar, Vargas bateu cruzado, Prass fez boa defesa e, no rebote, Canales bateu na rede pelo lado de fora.

A pressão chilena fez efeito dez minutos depois. De um cruzamento pela direita e confusão dentro da área, a bola sobrou para Aranguíz bater. Prass fez o que pôde e espalmou a bola, mas Canales, bem colocado, empurrou para as redes no rebote: 1 a 0.

Canales complicou o Vasco ainda no primeiro tempo (Foto: Ivan Alvarado/Reuters)

O gol não desanimou os vascaínos. No entanto a dificuldade na ligação entre a defesa e o ataque ditou o ritmo do time nos 45 minutos iniciais. Era chutão de Dedé e Allan, Diego Souza e Alecsandro que se virassem.

O time chileno foi para o vestiário em vantagem, mas o Vasco jogou de igual para igual até o apito final do primeiro tempo.

EXPULSÃO DE FAGNER DECRETA DERROTA VASCAÍNA

O Vasco voltou para o segundo tempo com esperanças de igualar o placar e levar a partida para os pênaltis. Aos dois minutos, após jogada individual e tabela com Alecsandro, Rômulo bateu cruzado dentro da área e Herrera fez grande defesa. No lance seguinte, Dedé ainda cabeceou com perigo após escanteio batido por Bernardo.

Rômulo foi o melhor do Vasco em campo. Jogando mais adiantado, armando junto com Bernardo e deixando a marcação à cargo de Nilton, ele deu chute perigoso de longe aos 17, para mais uma grande defesa de Herrera.

Aos 23 a La U assustou pela primeira vez. Após lançamento, Vargas apareceu em velocidade e tocou por cima de Prass, mas a bola acabou saindo.

Com Leandro na vaga de Juninho, o técnico Cristovão Borges arriscou suas últimas fichas. Um lance de Fagner acabou com qualquer chance de reação cruz-maltina. Após dividir a bola com Canales no meio de campo, o lateral deu uma cotovelada no chileno e foi expulso.

No lance seguinte, o castigo. Mena foi até a linha de fundo e cruzou, justamente pela esquerda, onde deveria estar a maracação de Fagner. Livre dentro da área, Vargas teve apenas trabalho para empurrar e aumentar a vantagem da La U.

Sem Fagner, Cristovão optou pela entrada de Diego Rosa na vaga de Diego Souza. O Vasco recuou de vez. A Universidad de Chile, que não precisava de mais nada para se classificar à final, apenas administrou os 15 minutos finais.

Apesar de ter brigado de igual para igual até a expulsão de Fagner, o Vasco não conseguiu bater a Universidad de Chile, time sensação da América do Sul em 2011. Classificados para a final, os chilenos irão encarar a LDU.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE 2 X 0 VASCO

Local: Estádio Santa Laura, Santiago (CHI)
Data/hora: 30/11/2011 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Dario Ubriaco (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinoza (URU) e Miguel Nievas (URU)
Cartões amarelos: O. González, Aránguiz (UCH); Renato Silva, Dedé (VAS)
Cartão vermelho: Fagner (26'/2ºT)

GOLS: Canales, 30'/1ºT (1-0); Vargas, 28'/2ºT (2-0)

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera, Osvaldo González (Acevedo, 36'/2ºT), Marcos González e Rojas; Rodríguez, Aránguiz, Díaz, Mena e Canales; Vargas (Marino, 43'/2ºT) e Castro (Lorenzetti, 32'/2ºT) - Técnico: Jorge Sanpaoli.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Nilton, Rômulo, Juninho (Leandro, 12'/2ºT) e Allan (Bernardo, intervalo); Diego Souza (Diego Rosa 28'/2ºT) e Alecsandro - Técnico: Cristovão Borges





.
 
 
 
eXTReMe Tracker