Página inicial
 
Mural de recados
24.04 | Fabio
Obg torcida centralina! Se Deus quiser esse título virá para o interior. ...
24.04 | George Luís
Sou Centralino de Coração, apaixonado pela Patativa do Agreste, mas sem dúvidas, ...
23.04 | Davi
Parabéns ao Salgueiro pela campanha q vem fazendo,embora nos ultimos anos o time ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
14/09/2011
10h10 | esportes - Superclássico das Américas
SURPERCLÁSSICO DAS AMÉRICAS: Argentina x Brasil -> 21h50, no Estádio Mário Alberto Kempes, em Córdoba-ARG
Clique e Confira...

Redação Giro dos Esportes, do globoesporte.com 

A Seleção Brasileira e a Argentina podem até não ter tido sucesso na Copa América. Ambas foram eliminadas nas quartas de final do torneio. Mas nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), o retorno das duas equipes a Córdoba, uma das cidades-sede do torneio, pode significar a redenção em busca de um futuro melhor até a Copa de 2014. Para o time de Mano Menezes, um empate por 2 a 2 com o Paraguai e uma vitória por 4 a 2 sobre a Colômbia nos dois jogos na cidade. Para os Hermanos, um único triunfo no Estádio Mário Alberto Kempes, local onde será disputado o primeiro embate entre os países em jogo válido pelo Superclássico das Américas. Quem levará a melhor?

Mano Menezes e Alejandro Saabela taça do Superclássico das Américas seleção brasileira (Foto: Mowa Press)Mano Menezes e Alejandro Sabella apresentam a taça do Superclássico das Américas (Foto: Mowa Press)

Mas as coincidências não ficam apenas nos retornos das equipes à cidade. No caso do Brasil, os jogadores que estiveram na Copa América têm muitas lembranças das duas vezes em que o grupo esteve em Córdoba. Mesmo hotel, mesmo ônibus, mesmo trajeto até o Mário Kempes... Para Neymar, por exemplo, é a terceira vez que se hospeda na mesma concentração. E, mais uma vez, sem as novelas brasileiras à disposição na TV. A diversão foi outra.

- Aquele game com a rapaziada - postou o atacante no Twitter, na véspera do duelo.

Para o jogo de ida do Superclássico das Américas nesta quarta-feira, Brasil e Argentina só poderão contar com atletas que atuam nos dois países. A segunda partida será no Mangueirão, em Belém. A equipe que somar o maior número de pontos nos dois jogos ficará com o troféu Nicolás Leoz, criado pelo artista uruguaio Carlos Páez Vilaró.

Sem poder contar com os "estrangeiros", Mano chamou dez caras novas para o clássico sul-americano, atletas que nunca defenderam a Seleção Brasileira: o goleiro Rafael, do Santos, os laterais Mário Fernandes, do Grêmio, e Bruno Cortês, do Botafogo, o zagueiro Rhodolfo, do São Paulo, os volantes Paulinho, do Corinthians, Casemiro, do São Paulo, e Rômulo, do Vasco, os meias Cícero, do São Paulo, Oscar, do Internacional, e Renato Abreu, do Flamengo.

Treinador aposta em ataque com Neymar, Ronaldinho e Damião

Ronaldinho no treino da Seleção em Córdoba (Foto: Mowa Press)Ronaldinho durante o treino da Seleção em
Córdoba, local do duelo desta quarta (Mowa Press)

Para derrotar os arquirrivais, Mano Menezes fez uma aposta: o mesmo ataque que teve boa atuação na vitória por 1 a 0 sobre Gana, em amistoso realizado no início de setembro, em Londres. Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Leandro Damião foram escalados entre os titulares. O atacante do Internacional, inclusive, marcou o gol do triunfo sobre os africanos, na capital inglesa.

Mano também apostou no entrosamento da dupla de volantes do Corinthians. Paulinho e Ralf estão confirmados no meio-campo, ao lado do experiente Renato Abreu, atleta mais velho da lista do comandante, com 33 anos. A defesa é o setor com mais novidades. A zaga será formada por Dedé e Réver. Os laterais serão Danilo e Kléber, também escalado pela rodagem com a camisa da Seleção.

Durante a coletiva de apresentação do jogão desta quarta-feira, Mano falou com seriedade da importância da partida para a Seleção Brasileira.

- Essa não é uma partida para jogar. É uma partida para vencer - disse o treinador.

Em 23 jogos válidos pela Copa Roca, a partir de 2011 Superclássico das Américas, a Seleção Brasileira venceu 14, perdeu nove e empatou três. O time canarinho ficou com o caneco em sete oportunidades contra apenas três dos Hermanos.

ônibus seleção Copa América utilizado para o Superclássico (Foto: Márcio Iannacca / Globoesporte.com)No retorno a Córdoba, Seleção usa o mesmo ônibus da Copa América (Márcio Iannacca / Globoesporte.com)

Argentina aposta na base do Velez

O técnico Alejandro Sabella vai apostar na base do Velez Sarasfield no confronto diante do Brasil. No único treino aberto à imprensa, o treinador optou pelo entrosamento da principal equipe do futebol argentino na atualidade. São seis atletas da equipe: Sebastian Dominguez, Canteros, Augusto Fernandez, Zapata, Papa e Martinez.

Por outro lado, o treinador não poderá contar com a experiência de Verón e Riquelme. Os dois estão machucados e não foram relacionados para o duelo. Para o técnico Mano Menezes, mesmo com tantos desfalques e sem poder utilizar os atletas que atuam no exterior, a Argentina vai dar trabalho.

- Existem algumas vantagens e algumas desvantagens. Respeitamos o Verón e o Riquelme, porque sem dúvida são uma referência. Mas se a Argentina não os terá, terá juventude com força, vontade, gana, porque são chances que surgem. E sabemos que quem tem base minimiza a falta de entrosamento - afirmou Mano.

ARGENTINA X BRASIL
Orion, Sebá Dominguez, Desábato e Ré; Pillud, Canteros, Papa, Augusto Fernandez e Zapata; Boselli e Burrito Martinez.Jefferson, Danilo, Réver, Dedé e Kléber; Ralf, Paulinho, Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho; Neymar e Leandro Damião.
Técnico: Alejandro SabellaTécnico: Mano Menezes
Árbitro: Enrique Osseas Zencovich (CHI)
Auxiliares: Patricio Basualto Vargas (CHI) e Carlos Astroza Cárdenas (CHI)
Estádio: Mário Alberto Kempes, em Córdoba (ARG)

.
 
 
 
eXTReMe Tracker