Página inicial
 
Mural de recados
24.05 | Antonio
Araújo pedindo 400,000 R$ pro Central !!! Isso é um absurdo, o cara jurou amor a ...
23.05 | Central de coraçao
Eu nao tou entendendo mais nada dessa direçao , a parceria com o las vegas foi d ...
23.05 | Ze ligado
Mas não é com esse ataque de nervos com azul que é um dos piores jogadores que ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/07/2011
10h50 | esportes - COPA AMÉRICA
‘Zebras’ driblam os favoritos, brilham e se destacam na Copa América 2011
Uruguai, Peru, Paraguai e Venezuela derrubam Argentina, Colômbia, Brasil e Chile e fazem semifinais recheadas de surpresas no meio desta semana

Por Julyana Travaglia, Leandro Canônico e Márcio IannaccaDireto de Campana, Argentina

 

Do globoesporte.com


comemoração Paraguai Fred  (Foto: AFP)Paraguaios comemoram vitória nos pênaltis após erro de Fred, o quarto da Seleção Brasileira (Foto: AFP)

Com um drible desconcertante nos analistas, as “zebras” fizeram um golaço na Copa América de 2011. Assim, o torcedor que vê as semifinais definidas com os duelos Paraguai x Venezuela e Uruguai x Peru pode perguntar: por onde andam os favoritos? A resposta, então, será que estão todos eliminados, voltando pra casa.

Os casos mais surpreendentes são os da anfitriã Argentina e do atual bicampeão Brasil. Depois de uma primeira fase com dois empates e apenas uma vitória, os hermanos tiveram o Uruguai pela frente nas quartas de final. Resultado: um empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação e derrota nos pênaltis (5 a 4).

- Não chamo de fracasso. Fizemos o possível para ganhar a Copa. A palavra fracasso é muito forte. Temos que seguir trabalho – disse o técnico da Argentina, Sergio Batista, logo depois da eliminação para a Celeste.

Gabriel Cichero e Oswaldo Vizcarrondo gol Venezuela (Foto: EFE)Chichero foi o herói da Venezuela na vitória sobre o Chile, nas quartas de final do torneio (Foto: EFE)

A Seleção Brasileira teve uma campanha idêntica à da Argentina na primeira fase. Empatou dois jogos e venceu um. Só que deu mais sorte e classificou-se como primeira da chave. Reencontrou, então, o Paraguai. E se deu mal. Mesmo jogando bem, não saiu do 0 a 0. Nos pênaltis, errou quatro cobranças e perdeu por 2 a 0.

- A derrota sempre nos traz tristezas, porque o futebol só valoriza quem vence. Mas temos de sair da Copa América com uma noção bastante clara de que o Brasil evoluiu ao ponto de fazer um quarto jogo com uma superioridade imensa, permitindo apenas duas conclusões do adversário – declarou Mano Menezes.

Jogadores Uruguai comemoram (Foto: Reuters)Uruguaios vibram com a vitória sobre a Argentina
(Foto: Reuters)

Outro que chegou às quartas de final como favorito e deu adeus mais cedo do que a maioria imaginava foi a Colômbia. Melhor time do grupo da Argentina, a equipe cruzou com o Peru, que se classificou apenas como melhor terceiro colocado. Para surpresa de muitos, a zebra venceu na prorrogação por 2 a 0.

Por fim, a maior surpresa de todas: a Venezuela. A Vino Tinto não só passou às semifinais da competição pela primeira vez na história, como eliminou o Chile, apontado pelo técnico do Brasil, Mano Menezes, como o melhor time da primeira fase, com uma vitória por 2 a 1. As “zebras” realmente estão em alta.

A decisão da Copa América será no próximo domingo, dia 24 de julho, em Buenos Aires. Antes, porém, Peru e Uruguai disputam uma das vagas na decisão na terça-feira, em La Plata. E na quarta-feira, Paraguai e Venezuela jogam em Mendoza.

Carlos Lobaton gol perú (Foto: Reuters)Surpreendentemente, o Peru despachou a Colômbia com vitória de 2 a 0 na prorrogação (Foto: Reuters)

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker