Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/04/2011
17h42 | esportes - FUTEBOL INTERNACIONAL
LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA: Real Madrid 0x2 Barcelona - Messi dá mais um show!
Messi destroi o Real Madrid no Santiago Bernabéu
Dois chutes, dois gols. Messi é brilhante, é artilheiro, é espetacular. Em dois lances, construídos em menos de um minuto, deu ao Barcelona um belíssimo presente: uma vitória com a sua marca, com a marca do improviso, com a marca do craque. O time culé fez 2 a 0 nos merengues e tem grande vantagem para a partida de volta das semifinais da Liga dos Campeões, na próxima semana. O Barcelona tem um pé e meio na final.

Mourinho repetiu a formação tática da final da Copa do Rei. Não tinha Khedira, pôs Lass Diarra; não tinha Ricardo Carvalho, pôs Albiol - e armou o time no 4-1-4-1. No primeiro tempo, sua armadilha deu certo.

Embora o Barcelona tivesse o domínio de bola (75% a 25%), não conseguiu se desvencilhar da marcação do time branco. A primeira etapa não teve lances agudos. O lance que acordou a torcida aconteceu na saída para o intervalo: Pinto e Sergio Ramos trocaram agressões e o goleiro reserva do Barça acabou expulso.

O Real voltou mudado para a etapa final. Özil foi substituído por Adebayor, exatamente como na última partida. E passou a sofrer uma pressão ainda maior dos catalães. Ainda assim, Casillas não trabalhava com frequência, o jogo era muito preso no meio de campo.

Até que Pepe resolveu entrar em ação. Uma entrada criminosa em Daniel Alves e a merecida expulsão desmontou o Real Madrid. E desmontou o frio Mourinho, que também levou o vermelho por reclamação. O Real se perdia, e o Barça se achava no Bernabéu.

O time culé começou a envolver o rival com toques rápidos e mais espaço. Afellay entrou no lugar de Pedro, machucado, e mudou o panorama da partida. O holandês fez jogadaça pela ponta direita e deu para Messi, dentro da área, tocar entre as pernas de Casillas e fazer 1 a 0.

O argentino não fazia uma partida brilhante até os 41 minutos. Mas em uma jogada de cinema, desarmou a esquadra branca. Passou por seis rivais, não foi incomodado. Era sua segunda finalização na partida. Foi seu segundo gol, o segundo do Barça (seu 11º em 11 jogos na Champions). O gol que dá ao time catalão uma vantagem imensa para o jogo de volta. E Mourinho vai precisar de muito mais do que palavras para vencer esse duelo.
 
Do Lancenet 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker