Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
20/04/2011
19h14 | esportes - Futebol
GLOBOESPORTE.COM Valência, Espanha imprimir Cristiano Ronaldo levou a melhor no duelo contra Lionel Messi. Nesta quarta-feira, no Mestalla, em Valência, o português decidiu a favor do Real Madrid, que ficou com o título da Copa do Rei. Com um gol no prime

GLOBOESPORTE.COMValência, Espanha

Cristiano Ronaldo levou a melhor no duelo contra Lionel Messi. Nesta quarta-feira, no Mestalla, em Valência, o português decidiu a favor do Real Madrid, que ficou com o título da Copa do Rei. Com um gol no primeiro tempo da prorrogação, CR7 deu a vitória aos merengues por 1 a 0 sobre o Barcelona e acabou com a seca de quase três anos sem títulos da equipe comandada por José Mourinho. A última conquista havia sido em agosto de 2008, quando o time bateu o Valencia, pela Supercopa da Espanha.

Pela primeira vez desde que foi contratado pelo Real Madrid por € 94 milhões (cerca de R$ 212 milhões), Cristiano Ronaldo decidiu uma final a favor dos merengues. E para alegria dos torcedores, justamente contra o rival Barcelona. No confronto do último sábado, pelo Campeonato Espanhol, empate no duelo particular com Messi: 1 a 1. Agora, deu CR7.

Após a Copa do Rei, as duas equipes voltam a duelar por uma vaga na final da Liga dos Campeões. O próximo encontro entre Real e Barcelona será na próxima quarta-feira, no Santiago Bermanbéu. O jogo de volta, em 3 de maio, será no Camp Nou.

Cristiano Ronaldo comemora gol do Real Madrid contra o Barcelona (Foto: AFP)Cristiano Ronaldo comemora o gol título do Real Madrid sobre o Barcelona (Foto: AFP)

O bate-papo de Casillas e Piqué ainda no corredor de acesso do gramado do Mestalla já dava indícios de como seria o confronto entre os rivais. No jogo do último sábado, pelo Campeonato Espanhol, o zagueiro do time catalão teria cantado no vestiário para os merengues que o Barcelona venceria a Copa do Rei. A informação foi divulgada pelo jornal "Marca".

- Já ganhamos o Campeonato Espanhol de vocês. Agora, nós vamos ganhar a Copa do Rei - teria dito o jogador, que negou a frase pelo Twitter.

Antes das semifinais da Liga dos Campeões, porém, Barcelona e Real Madrid voltam a campo pelo Campeonato Espanhol. O time catalão vai encarar o Osasuna, no Camp Nou. Já os merengues pegam o Valencia, no mesmo Mestalla da decisão da Copa do Rei. As duas partidas vão acontecer no próximo sábado, dia 23.

.Real Madrid joga melhor em etapa inicial marcada por bulhas

partida entre Barcelona e Real Madrid pela Copa do Rei (Foto: Reuters)Jogadores de Real e Barça discutem após lance
mais ríspido no jogo desta quarta (Foto: Reuters)

Assim como o confronto do último sábado, a final da Copa do Rei começou tensa, com os dois times se estudando. O Real Madrid, porém, entrou mais ligado e buscando mais o ataque para tentar abrir o marcador e finalmente vencer a primeira do Barcelona na atual temporada. Mas o que chamou a atenção foram os ânimos exaltados dos atletas.

Logo aos três minutos de jogo, Daniel Alves derrubou Di María na intermediária e o bate-boca entre os rivais foi inevitável. Os jogadores do Real Madrid correram em direção ao árbitro Alberto Undiano Mallenco, que assinalou apenas a falta. Na cobrança, Cristiano Ronaldo encontrou Sérgio Ramos dentro da área. O zagueiro chutou e a bola bateu em Adriano, saindo pela linha de fundo. O espanhol reclamou de pênalti, mas o lance foi normal.

A partir daí, o Real Madrid passou a mandar no jogo. Os destaques eram Cristiano Ronaldo e Özil. No primeiro lance, aos 11, o alemão fez um ótimo lançamento já dentro da área para o português. O atacante perdeu tempo com o domínio de bola, mas conseguiu finalizar com força, vencendo o goleiro Pinto. Mascherano tirou em cima da linha.

partida entre Barcelona e Real Madrid pela Copa do Rei (Foto: Reuters)Mourinho e Guardiola se cumprimentam antes do confronto Real e Barcelona (Foto: Reuters)

O jogo continuou quente e mais uma bulha entre os rivais. Pepe deu um pisão em Messi e revoltou os atletas do Barça. O árbitro assinalou apenas a falta. Aos 25, o português foi premiado com o primeiro cartão do jogo após falta em Pedro pelo lado direito. O lance contrariou os jogadores merengues e o técnico José Mourinho, que reclamaram da marcação.

Dois minutos depois, Villa e Arbeloa se envolveram em mais um lance polêmico. Após disputa de bola, o zagueiro deu um pisão na perna direita do espanhol. O árbitro só observou a troca de empurrões entre os atletas e não advertiu ninguém com o amarelo.

Cristiano Ronaldo na partida do Real Madrid contra o Barcelona (Foto: AFP)Observado por Mascherano, Cristiano Ronaldo tenta levar o Real Madrid ao ataque (Foto: AFP)

Özil e Cristiano Ronaldo quase colocam o Real Madrid em vantagem

Messi no jogo do Barcelona marcado por Pepe do Real Madrid (Foto: EFE)Marcado por Pepe, Messi foi bem marcado no
primeiro tempo do jogo desta quarta (Foto: EFE)

Ao perceber que não adiantava falar, o Real Madrid começou a jogar e quase abriu o marcador. Aos 29, Özil percebeu a passagem de Cristiano Ronaldo nas costas da zaga e fez um ótimo lançamento. O português tentou chutar de primeira, mas pegou fraco na bola. Pinto fez a defesa.

Seis minutos depois, a parceria se repetiu. Özil tomou a bola de Piqué no meio-campo e lançou para Cristiano Ronaldo. O jogador avançou na intermediária, invadiu a área e bateu cruzado. Pinto fez uma ótima defesa, evitando o gol dos merengues.

Faltando dois minutos para o fim do primeiro tempo, Cristiano Ronaldo deu uma espaldinha para Özil pelo lado direito. O alemão cruzou para Pepe, que subiu mais do que Daniel Alves e cabeceou como manda o figurino. A bola bateu na trave e correu sobre a linha do gol. Quase o primeiro. E a etapa inicial ficou por aí.  

Barcelona acorda na etapa final e por pouco não bate o Real no tempo normal

David Villa na partida do Barcelona contra o Real Madrid (Foto: AFP)David Villa tenta passar por dois adversários na
final da Copa do Rei, em Valência (Foto: AFP)

O Barcelona voltou para o segundo tempo com outro ânimo. Disposto a bater o Real Madrid mais uma vez, o time catalão passou a pressionar os rivais. Logo aos dois minutos, Villa deu um lindo passe para Iniesta dentro da área. O espanhol se chocou com Sérgio Ramos e pediu pênalti. O árbitro corretamente mandou o lance seguir.

Três minutos depois, Pedro mostrou que o Barça não estava desligado do jogo. O espanhol pedalou diante de Sérgio Ramos e do bico da grande área soltou a bomba. Casillas se esticou todo, mas não viu a cor da bola, que passou rente ao travessão do goleiro merengue. A partida seguiu movimentada, com as duas equipes buscando a vantagem no placar.

Visivelmente superior na etapa final, o Barcelona demonstrava o velho futebol conhecido dos torcedores: muita posse de bola, poucos chutes a gol, e toques para invadir a área do Real Madrid. A estrela catalã, Lionel Messi, acordou para o jogo e passou a tentar os lances individuais e as tabelas com Iniesta, Daniel Alves, Xavi e David Villa.

O Real Madrid só foi assustar o Barcelona aos 18. Xabi Alonso recebeu na entrada da área e soltou a bomba. A bola passou com perigo por cima do gol de Pinto. Cinco minutos depois, Messi fez uma linda jogada e tocou por trás dos zagueiros para Pedro, que estava adiantado. O atacante invadiu a área e tocou na saída de Casillas. O árbitro anulou corretamente o gol alegando impedimento do camisa 17.

Daniel Alves na partida do Barcelona contra o Real Madrid (Foto: AFP)Daniel Alves tenta superar a marcação de Di María no clássico desta quarta-feira (Foto: AFP)

O Barcelona seguiu mandando na etapa final, e Messi comandando as ações. Aos 29, o argentino recebeu um ótimo passe de Daniel Alves na entrada da área e soltou a bomba. Casillas se atirou na bola e fez uma linda defesa. Na sobra, David Villa errou a finalização.

No lance seguinte, mais uma chance perdida pelo Barcelona. Messi fez uma linda jogada pela direita, avançou para o meio e tocou para Xavi. O espanhol rolou para Pedro já dentro da área, que tentou encobrir Casillas. O camisa 1 merengue fez uma linda defesa.

No jogo de defesa contra ataque na etapa final, o Barcelona perdeu mais uma chance. Aos 35, Iniesta invadiu a área e chutou para outra defesa de Casillas. Três minutos depois, lançamento para Messi. Marcelo tentou cortar a bola e quase marcou contra. No último lance do tempo normal, em contra-ataque puxado por Cristiano Ronaldo, Di María recebeu pelo lado esquerdo, cortou para o meio e chutou para linda defesa de Pinto. Fim de papo na etapa final.

Cristiano Ronaldo decide no primeiro tempo da prorrogação

Pedro lamenta gol anulado na partida do Real Madrid contra o Barcelona (Foto: Reuters)Pedro lamenta gol anulado na partida entre Real Madrid e Barcelona (Foto: Reuters)

A partida seguiu bem disputada, mas bem diferente do segundo tempo, quando o Barcelona dominou o Real Madrid por completo. A primeira chance na prorrogação foi dos merengues. Aos ointo minutos, Xabi Alonso fez um ótimo lançamento para Cristiano Ronaldo, que ganhou na corrida de Mascherano. O português entrou na área e bateu cruzado. Pinto se esticou todo e não alcançou a bola, que passou à direita de goleiro catalão.

Aos 12, o Real Madrid fez o gol do título. Di María tabelou com Marcelo e recebeu na frente. O argentino cruzou com carinho na cabeça de Cristiano Ronaldo. O português subiu mais do que os zagueiros e meteu a testa na bola. Golaço dos merengues, que venceram o Barcelona pela primeira vez na temporada 2010/2011.

Cristiano Ronaldo quase fez mais um aos 13. O português aproveitou sobra da defesa e da meia-lua chutou em cima dos zagueiros. Quase o segundo tento do Madrid. 

BARCELONA 0 X 1 REAL MADRID
Pinto; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Adriano; Busquets (Keita), Xavi e Iniesta; Pedro, Villa (Affelay) e Messi.Casillas; Marcelo, Ricardo Carvalho (Garay), Sergio Ramos e Arbeloa; Pepe, Xabi Alonso e Khedira (Granero); Özil (Adebayor), Cristiano Ronaldo e Di María.
Técnico: Pep GuardiolaTécnico: José Mourinho
Gols: Cristiano Ronaldo, aos 12 minutos do primeiro tempo da prorrogação.
Cartões amarelos: Pepe, Adebayor, Di María e Xabi Alonso (Real Madrid); Pedro, Adriano e Messi (Barcelona)
Cartão vermelho: Di María (Real Madrid)
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (Espanha)
Estádio: Mestalla, em Valencia (Espanh

.
 
 
 
eXTReMe Tracker