Página inicial
 
Mural de recados
22.05 | Davi
Essa Racreche sei não viu... ...
22.05 | Aldery
Alguém lembra aqui da Série B de 1997? Da parceria entre Central e Cadimo Barros ...
22.05 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! E a saga de vergonha continua. Até quando senhores alvinegr ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/03/2011
12h39 | esportes - FUTEBOL INTERNACIONAL
Messi ‘elege’ o pai no futebol: ‘Tive relação fantástica com Ronaldinho’
Melhor do mundo, argentino agradece a brasileiros por conselhos quando ainda começava nos profissionais. E espera encerrar carreira no Barcelona
Messi gol Barcelona (Foto: Reuters)Messi elogiou Ronaldinho em entrevista (Reuters)

Quando Lionel Messi fez seus primeiros gols e distribuiu suas primeiras assistências pelo profissional do Barcelona, Ronaldinho Gaúcho era “o cara”. Contratado a peso de ouro pelo clube, o brasileiro liderava a equipe que se sagraria bicampeã espanhol e alcançaria a glória máxima em 2006, com a conquista da Liga dos Campeões. Melhor do mundo em 2009 e 2010, o craque argentino não esquece disso. E não fala do meia rubro-negro, antecessor da camisa 10, sem elogiá-lo. À época quase como um pai no futebol...

– Tive uma relação fantástica com ele. Seus conselhos eram sempre importantes, assim como os de Deco, Sylvinho, (Thiago) Motta... Todos me ajudaram muito. Sempre estavam disponíveis e fizeram ser muito mais fácil minha inclusão no futebol profissional – disse Messi, que estreou sob comando de Frank Rijkaard, em amistoso contra o Porto, em novembro de 2003, em entrevista à “Sky Sport 1”.

O técnico holandês teve grande parcela em sua grandiosa carreira, mas Messi não esconde que a chegada de Pep Guardiola, em 2008, mudou o Barcelona ainda para melhor.

– Ele entrou imediatamente em sintonia com todo mundo, se ajustou muito bem e conseguiu que formássemos um grupo unido. Certamente mexeu com a mentalidade interna, que estava triste porque não havia ganhado nada há alguns anos, mas estávamos impressionados com a confiança que nos depositou. Acreditava tanto em nós que não queríamos desapontá-lo – afirmou.

Já integrado a um seleto grupo de ídolos do Barcelona, Lionel Messi, ainda com 23 anos, reforçou o desejo de encerrar sua carreira no Barcelona. Ao menos enquanto atuar no futebol europeu.

– Gostaria de terminar aqui e, em seguida, talvez, cumprir o meu sonho de poder jogar na Argentina. Mas, na Europa, gostaria que jogasse integralmente neste clube – contou o jogador, muito elogiado pelo presidente do Inter de Milão, Massimo Moratti.

Lionel Messi no treino do Barcelona (Foto: Reuters)Aos 23 anos, craque já sabe onde quer encerrar a carreira: no próprio Barcelona (Foto: Reuters)

Repetir Luis Figo e se transferir para o Real Madrid, portanto...

– Nunca irei ao Real Madrid, nem a outro clube. Hoje digo que gostaria de jogar aqui para sempre, mas também sei que não posso estar seguro do que acontece na carreira de um jogador, mas minha intenção é ficar aqui.

O atacante ainda se disse surpreso com a conquista da Bola de Ouro pela segunda vez consecutiva, em janeiro.

– Todos davam Xavi e Iniesta por favoritos e creio que a mereciam, porque haviam feito uma temporada fantástica e ganhado o Mundial. Foi uma grata surpresa quando me deram porque é um prêmio que me faz ficar muito feliz.

Do globoesporte.com 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker