Página inicial
 
Mural de recados
22.06 | Paulo alvinegro
Pois é patativa também dei a viagem perdida não tinha ingresso nenhum na sede o ...
22.06 | Patativa
O central e seu amadorismo fui até o lacerdao nesta quinta feira comprar meu ing ...
22.06 | José
Boa tarde Warley, Se caso o central empatar essa partida, ele ta classificado ? ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/03/2011
18h35 | esportes - FUTEBOL INTERNACIONAL
No surpreendente Braga, brasileiros são tantos que até perdem a conta
Atacantes Alan e Lima são os mais festejados pelos fãs em treino após a histórica classificação às quartas de final da Liga Europa contra o Liverpool

Do globoesporte.com 

Lima deixa o treino mais cedo e é cercado por uma dezena de torcedores vestindo camisas e cachecóis do Sporting Braga no estacionamento do Estádio Municipal. Menos de 15 horas antes, outros tantos estavam no aeroporto do Porto à espera dele e dos companheiros após a histórica classificação às quartas de final da Liga Europa às custas do Liverpool. Um êxito que, como quase tudo o que diz respeito ao Braga, tem marca brasileira. São tantos jogadores do Brasil no elenco que fica até difícil fazer a conta.

Confira todos os confrontos das quartas de final da Liga Europa

Lima, jogador brasileiro do Braga (Foto: Rafael Maranhão / GLOBOESPORTE.COM)
Lima carrega um torcedor no colo: ex-Santos é um
dos 12 brasucas do Braga (Foto: Rafael Maranhão)

– Somos eu, Alan, Artur, Paulão, Paulo César, Kaká, Salino, Mossoró, Vandinho... peraí – disse Lima, parando e olhando em volta para tentar lembrar de mais alguém.

– Tem ainda mais gente. E agora até diminuiu o grupo, porque alguns deixaram o clube durante a temporada.

São 12 brasileiros no total, três a mais do que o número de portugueses do elenco. Junto com três africanos, um argentino e um peruano, eles são responsáveis por alguns dos grandes feitos da história do clube.

– O momento mais incrível foi a classificação para a Liga dos Campeões vencendo o Sevilla por 4 a 3, na casa deles. Ali foi demais. Mas conseguir a vaga contra o Liverpool não fica muito atrás – afirmou Lima.

Poucos, como o ex-Colorado Márcio Mossoró, fizeram fama no futebol brasileiro. Mas quase todos são ídolos na cidade de onde vêm. No caso de Lima, a pequena Monte Alegre, no Pará. É para lá que o atacante sempre ruma quando chegam as férias, mas este ano ele terá um motivo a mais para ficar em Braga e festejar.

– Minha filha, Maria Paula, vai nascer em maio. Será meu primeiro filho e vai nascer aqui em Braga, porque minha mulher não vai poder viajar por causa da gravidez. Então, desta vez, vamos ter que trazer Monte Alegre para cá – sorriu o jogador, que disputou três Brasileiros, por Santos, Paraná e Avaí.

Enquanto Lima pega um pequeno torcedor no colo para tirar uma foto, o companheiro de ataque Alan passa ao lado cercado por um grupo de jovens fãs. Em Braga, o futebol do baiano criado no Rio faz tanto sucesso quanto o estilo e as tranças no cabelo. Foi de Alan o gol de pênalti no jogo de ida contra o Liverpool, que fez a diferença para o sucesso do clube.

– Tentei não pensar em nada na hora da cobrança, apenas em botar a bola na rede. Mas não fiquei nervoso. Ninguém sabe até onde nós vamos chegar. A festa está grande aqui e vamos fazer todo o possível para que ela continue – contou.

Uma torcedora se aproxima e pergunta por um objeto cobiçado em terras bracarenses.

– Alan, como consigo uma camisola sua?

Alan, jogador brasileiro do Braga (Foto: Rafael Maranhão / GLOBOESPORTE.COM)Há dez anos em Portugal, Alan posa com torcedora do Braga (Foto: Rafael Maranhão/GLOBOESPORTE.COM)

Em Portugal, camisola é a camisa do uniforme, não a roupa de dormir feminina. Com quase uma década no futebol local, Alan já aprendeu há tempos.

– Olha, eu adoraria, mas é tanta gente que me pede que eu já estou até em dívida com alguns. Por isso, prefiro não prometer nada porque não sei se conseguirei cumprir.

A sinceridade surpreende a torcedora, que agradece, pede uma foto e vai embora com um sorriso no rosto, como quase todos em Braga nesta sexta-feira.

Esta é a primeira vez em que três equipes portuguesas chegam às quartas-de-final de uma mesma competição europeia. O Braga agora enfrenta o Dínamo de Kiev, com o jogo de ida no dia 7 de abril, na Ucrânia, e a partida de volta no dia 14, em casa. Os grandes Porto e Benfica são outros representantes de Portugal no torneio.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker