Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | Jose Helio Pessoa
DODEIRO NÃO ATRAPALHA....O CENTRAL SÓ NÃO É MAIOR DO QUE SUA LOUCURA...TIRAR LI ...
25.04 | Patativa
Que time é esse em ? O vexame vai ser pior do q do ano passado jogadores que nun ...
25.04 | Patativa
Quem tem que sair é esse bodeiro que nunca fez nada pelo central e só faz atrapa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
04/03/2011
14h04 | esportes - Massa
Estrela de reality show, embaixador... Roberto Carlos já causa impacto na Rússia
Veterano lateral-esquerdo poderá até fazer parte do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2018 que será realizada no país

Maior contratação da história do futebol russo, o veterano Roberto Carlos também já causa impacto fora das quatro linhas. Há pouco mais de uma semana no Anzhi, o lateral vai ser a estrela de um reality show que está sendo produzido pelo seu empresário, Fabiano Farah, em parceira com a empresa holandesa Endemol.

A ideia é fazer uma atração semelhante ao programa "The Match" que, no ano passado, foi sucesso na Índia contando com o tetracampeão Branco como protagonista e a participação de nomes como Forlán e Romário.

- Estamos negociando com emissoras russas e a ideia é exibi-lo a partir do segundo semestre de 2011. O formato é o mesmo do "The Match" que foi produzido por mim com a Endemol. Ou seja, o Roberto Carlos será uma espécie de manager que vai formar um time para a disputa de um jogo contra uma equipe profissional - contou Farah, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM.

Roberto Carlos, o embaixador

Além de pintar em breve nas telinhas da república que fazia parte da extinta URSS, o ex-lateral-esquerdo do Corinthians também está negociando uma possível participação no comitê organizador da Copa do Mundo de 2018 que será realizada na Rússia.

Suleiman Kerimov, dono do Anzhi e um dos homens mais ricos do planeta, foi um dos principais articuladores da candidatura russa e é voz ativa no comitê.

Roberto Carlos no Anzhi, da Rússia (Foto: Divulgação)Roberto Carlos em ação pelo Anzhi. Jogador vai
trabalhar também fora de campo (Foto: Divulgação)

- Assim como o Brasil, que vai sediar o Mundial de 2014 e as Olimpíadas de 2016, a Rússia hoje é considerada uma Meca do esporte. O país já trabalha nas principais plataformas esportivas: a fórmula 1 (uma etapa do circuito será realizada a partir de 2014), os Jogos Olímpicos de inverno (na cidade de Sochi, em 2014) e o futebol (Copa de 2018). E o Roberto Carlos é uma nova peça nesse processo que tem a liderança do Suleiman. Seu contrato com o Anzhi de dois anos e meio vai além para o âmbito do futebol - contou Farah.

O empresário brasileiro também revelou que o bilionário russo não é um típico magnata, que só pensa em gastar e gastar.

- Ele é bastante atuante em causas sociais, tanto que chamou o Roberto para ser o embaixador de uma fundação que cuida de vítimas de acidentes automobilísticos. Além disso, é um "self made man", ou seja, ele construiu a fortuna que possui com as próprias forças - elogiou Farah.

Uma prova do moral de Roberto Carlos com Suleiman - e também do bom coração do bilionário - é o fato dele ter cedido um dos seus jatinhos particulares para que o veterano viesse a São Paulo na última quinta-feira para visitar a filha Manuela que, no próximo dia 7, completa um ano de idade.

Do globoesporte.com
 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker