Página inicial
 
Mural de recados
22.11 | CLEO
VERDADE MARCONDES ESSA É A HORA DA MASSA ALVINEGRA AJUDAR O CENTRALZÃO. ...
22.11 | MARCONDES
TODOS UNIDOS PELO CENTRAL, IMPRENSA, DIRETORIA E TORCIDA SÓ ASSIM O CENTRAL VAI ...
22.11 | paulo
ESSE BABACA DA PATATIVA DEVE SER TORCEDOR DO SPORTE RECIFE ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/12/2010
16h10 | esportes - MUNDIAL DE CLUBES
(MUNDIAL DE CLUBES) - Inter de Milão despacha zebra africana e conquista Mundial
Congolês Mazembe não foi páreo para equipe milanesa: 3 a 0

Do Lancenet 

 

 
Com uma vitória por 3 a 0 sobre o congolês Mazembe, gols de Pandev, Eto'o e Biabiany, a Internazionale de Milão venceu o Mundial de Clubes da Fifa, neste sábado, em Abu Dhabi, e sagrou-se tricampeã mundial (64/65/2010).

A Inter entrou disposta a não dar espaços para um novo passeio da zebra africana, que despachou os poderosos Pachuca e Internacional ao longo de sua estadia nos Emirados Árabes.

Com absoluto domínio da posse de bola, a equipe italiana, que não tinha italiano algum em campo, tratou de imprimir seu ritmo de jogo. Sem a presença do contundido Sjneider, coube ao camaronês Samuel Eto'o decidir a parada.

Aos 16, o atacante serviu Pandev, que tirou do irreverente Kidiaba. Se já era superior na partida, o gol praticamente selou o título italiano. Quatro minutos mais tarde, Eto'o deixou sua marca. Após boa troca de passes da Inter, o camisa 9, de fora da área, ampliou a contagem. Na comemoração, uma estranha dança com duas sacolas plásticas.

Nem mesmo o apoio maciço da plateia - incluindo milhares de colorados - foi suficiente para que o time africano enfrentasse a Inter de igual para igual. Com poucos espaços, os lampejos do Mazembe resumiram-se a poucos chutes ao gol de Julio César, que teve pouco ou nenhum trabalho nos primeiros 45 minutos de jogo.

A rigor, o placar rapidamente construído tornou o jogo previsível. A poucos minutos do título, a Inter tocou a bola pacientemente. A impressão era de que o terceiro gol sairia de forma natural. Não fosse a imprecisão de Milito, a vantagem seria bem maior. Os africanos, nocauteados, não foram capazes de causar nenhum susto na equipe milanesa, salvo por algumas entradas violentas.

 

Como era de se esperar, o Mazembe voltou do intervalo bem mais assanhado. O ímpeto ofensivo, contudo, não resultou em maiores problemas para o setor defensivo italiano, que esteve bem seguro durante toda a partida. 

Assim como esteve desde a marcação do gol de Eto'o, a Internazionale seguiu tranquila até armar o bote decisivo. Aos 39, o francês Biabiany recebeu belo passe de Stankovic, tirou de Kidiaba e correu para o abraço.

Fim de jogo e uma certeza no gramado do Zayed Sports City: não houve derrotados.

 

FICHA TÉCNICA

INTERNAZIONALE x MAZEMBE

Local: Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi (EAU)
Data/hora: 18/12/2010 - 15h
Árbitro: Yuichi Nishimura (JPN)
Assitentes: Toru Sagara (JPN) e Toshiyuki Nagi (JPN)
Cartões amarelos: Kaluyituka, Ekanga, Kasusula (MAZ); Thiago Motta (INT)
Cartões vermelhos: -

Gols: Pandev, 12'/1ºT (1-0), Eto'o, 16'/1ºT (2-0), Biabiany, 39'/2ºT (3-0)

INTERNAZIONALE: Julio César, Maicon, Córdoba, Lúcio e Zanetti; Thiago Motta (Mariga, 41'/2ºT), Cambiasso, Chivu (Stankovic, 6'/2ºT)  e Pandev, Milito (Biabiany, 24'/2ºT) e Eto'o. Técnico: Rafa Benítez.

MAZEMBE: Muteba Kidiaba; Joel Kimwaki, Kiritcho Kasusula, Miala Nkulukuta, Amia Ekanga; Kazembe Mihayo, Mbenza Bedi, Dioko Kaluyituka (Ndoga, 44'/2ºT), Ngandu Kasongo (Kanda,intervalo); Given Singuluma e Mulota Kabangu.Técnico: Lamine N'Diaye.

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker