Página inicial
 
Mural de recados
23.05 | Central de coraçao
Eu nao tou entendendo mais nada dessa direçao , a parceria com o las vegas foi d ...
23.05 | Ze ligado
Mas não é com esse ataque de nervos com azul que é um dos piores jogadores que ...
23.05 | Patativa
Esta mensagem vai para o ingrato jogador Araújo,este ex jogador em atividade que ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
30/10/2010
13h15 | esportes - Copa 2014
Fifa estuda acabar com empates e prorrogação nas Copas do Mundo
Joseph Blatter, presidente da entidade, diz que competição precisa ser mais atrativa e revela ideia de profissionalizar a arbitragem para o Mundial

Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro

A baixa média de gols da Copa do Mundo da África do Sul, de 2,26, deixou os dirigentes da Fifa preocupados. Nos últimos meses, a entidade realizou estudos e já admite acabar com os empates e com a prorrogação para tornar o Mundial mais atraente. A iniciativa se deve muito pela cobrança dos patrocinadores, que pretendem investir em um evento com um formato mais dinâmico. A informação é do jornal "O Estado de S.Paulo".

- Queremos uma Copa do Mundo mais atrativa. Na primeira fase, ninguém quer perder. Na Copa deste ano, tivemos seis partidas que terminaram sem gols. Temos que rever isso - afirmou o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

A ideia inicial da Fifa é que nenhuma partida do Mundial termine empatada. Com isso, os dirigentes estudam introduzir cobranças de pênaltis em todos os confrontos que teminem em igualdade também na fase de grupos. No momento mais agudo da Copa, a expectativa é que seja novamente testado o "gol de ouro". Assim, as equipes teriam mais iniciativa para chegar ao ataque. Porém, nem todos na entidade estão de acordo.

- Vamos discutir esse assunto - afirmou o dirigente.

Para se ter uma ideia, o Mundial da África do Sul teve a segunda pior média de gols, vencendo apenas a Copa da Itália, em 1990, que atingiu 2,21. Todas as mudanças seriam divulgadas de forma oficial pela entidade antes da competição em 2014, no Brasil.

Profissionalização da arbitragem

A qualidade da arbitragem na Copa do Mundo da África do Sul também foi questionada por Blatter. Segundo o dirigente, a entidade quer profissionalizar um grupo de juízes para o Mundial do Brasil.

- Queremos a profissionalização dos árbitros - disse Blatter, admitindo que a entidade poder incluir assistentes atrás dos gols durante a Copa.


.
 
 
 
eXTReMe Tracker