Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/07/2010
12h21 | esportes - SÉRIE C
(SÉRIE C) - Salgueiro ficou no empate com o CRB em Maceió (1x1)
A partida aconteceu na noite do último sábado (24) no estádio Rei Pelé.

Do futebol alagoano.com 

No futebol, quem não faz, leva! Essa máxima se aplica perfeitamente ao resultado do jogo entre CRB e Salgueiro. O empate de 1 a 1 pareceu castigo para o Galo da Pajuçara. É que, apesar de ter feito um excelente primeiro tempo, conseguindo abrir o placar, o CRB perdeu chances incríveis de ampliar o marcador por, pelo menos, quatro vezes, no reinício da partida. O Galo não soube transformar em gol as jogadas de ataque.

Os grandes destaques da partida foram o meia Ewerton e o atacante Edmar. Eles foram peças fundamentais no bom desempenho do Galo que merecia ter vencido. O gol do CRB foi marcado por Edmar, aos nove minutos de jogo. O time alagoano foi superior, manteve a pressão, trocou passes e quase não deixou espaços para o Salgueiro, que teve poucas chances de saída de bola.

Mas os minutos finais foram dramáticos para Galo, que passou a pecar nas finalizações. O time parece ter sentido a saída de Edmar, que sofreu contusão mas não resistiu a dor e saiu aplaudido. O empate foi com um gol de bola parada, com uma bomba de Júnior Maranhão, aos 42 minutos do segundo tempo.

O resultado deu ao Galo seu primeiro ponto na competição, enquanto o Salgueiro foi a dois, já que empatou seu primeiro duelo. O CRB ainda não venceu na competição. O time pernambucano assumiu provisoriamente o segundo lugar do Grupo B, enquanto os alagoanos amargam a penúltima colocação. A classificação deve sofrer alterações com o complemento da rodada.

Protagonistas

Ewerton e Edmar foram os grandes nomes do primeiro tempo do jogo. Com cruzamentos e bolas precisas, o meia deixou Edmar por diversas vezes em excelente condição de ataque, uma delas tendo como resultado o gol marcado nessa etapa da partida.

O CRB começou marcando forte a equipe do Salgueiro, que sentiu a pressão e iniciou o jogo sem encontrar espaços para criar jogadas. Sem deixar o adversário reagir, o Galo conseguiu abrir o placar ainda aos nove minutos, com Edmar, para alegria da torcida. A jogada começou com a cobrança de falta de Dio, a bola esbarrou na barreira e sobrou para Ewerton, que cruzou para Edmar chutar forte, mandando uma bomba no ângulo superior esquerdo, sem chance para o goleiro Marcelo: 1x0.

A pressão alagoana aumentou e o Galo seguiu buscando seu segundo gol, ainda no primeiro tempo. A essa altura, o time alagoano conseguia trocar passes com facilidade e o Salgueiro recuou um pouco, mas sem se entregar, buscando espaços para tentar armar as jogadas de contra-ataque.

O CRB desperdiçou duas chances de ampliar o placar para que pudesse seguir tranqüilo na partida. Em mais uma bola lançada por Ewerton, Edmar partiu com velocidade, mas acabou chutando a grama. No lance seguinte, o atacante chegou com perigo mais uma vez, após ter recebido a bola, de Ewerton novamente, mas acabou chutando sem força e permitiu uma defesa fácil para o goleiro Marcelo.

Impedimentos

O Salgueiro percebeu a qualidade técnica do atacante, que joga sozinho no ataque regatiano. Numa marcação mais apertada, ele foi derrubado numa falta violenta e machucou o tornozelo, provocando uma entorse. Ele recebeu atendimento em campo e conseguiu voltar para o jogo. Mesmo machucado, Edmar ameaçou o Salgueiro, avançando com velocidade na área adversária, mas foi derrubado pelo goleiro Marcelo. O lance foi polêmico. O árbitro ameaçou marcar pênalti, mas voltou atrás, após perceber que o assistente havia levantado a bandeira, marcando impedimento.

Foi quando o assistente Dijalma Ferreira apareceu no jogo como o melhor marcador do incansável Edmar, que foi parado mais uma vez em jogada que poderia ter como finalização, o gol marcado. O torcedor ficou na bronca e questionou a visão do bandeirinha que parou a jogada.

Fôlego

O Salgueiro apareceu na partida nos minutos finais da primeira etapa. O lance de maior perigo foi uma bola cruzada na pequena área e quase sobrou para o atacante Beá finalizar. Mas o goleiro Juninho conseguiu defender, usando os pés. A zaga regatiana livrou o perigo com um chutão pra frente.

Suspense no reinício de jogo

No reinicio do jogo, a grande dúvida era se Edmar iria ou não voltar a campo. Ele foi o último a subir para o gramado, mantendo o suspense. O jogador foi avaliado pelo departamento médico e liberado para o segundo tempo, após terapia com gelo no tornozelo machucado. O CRB voltou conseguindo manter o ritmo do primeiro tempo e continuou pressionando, nos primeiros minutos, sem deixar o adversário respirar. Mas o Salgueiro passou a prender a bola, valorizando os passes curtos. Foi jogando assim que o time sergipano conseguiu algumas jogadas de perigo que assustaram o Galo.

Aos 20 minutos, Edmar mostrou que a contusão começou a comprometer seu rendimento. O atacante perdeu um gol que dificilmente deixaria de ter feito se estivesse em total condição de jogo. A jogada começou com Ewerton, que foi brilhante ao deixar dois marcadores para trás. Ele teve tempo para escolher entre Wendel e Edmar, que estava livre e recebeu a bola, ficando cara a cara com o goleiro Marcelo, mas acabou chutando por cima, sem qualidade.

A essa altura, o Salgueiro se preocupava apenas em se defender, impedindo o Galo de ampliar o placar e se segurou de todas as formas. O CRB seguiu criando boas chances, mas desperdiçou oportunidades incríveis de definir o jogo. Aos 31 minutos, o CRB perdeu Edmar, que não aguentou a dor e pediu para ser substituído. Ele saiu de campo aplaudido pelo torcedor regatiano.

Castigo

Mesmo sentindo a pressão constante dos donos da casa, o Salgueiro não desistiu do jogo e seguiu sem se entregar. Numa cobrança de falta pela esquerda, após uma dividida na pequena área, a bola chegou a balançar a rede. Os jogadores ainda comemoraram o gol, mas o árbitro anulou.

E o Galo acabou sendo castigado pela quantidade de chances desperdiçadas. O Salgueiro chegou ao empate com um gol de bola parada. Na cobrança de falta, o volante Júnior Maranhão mandou uma bomba! A bola acertou o poste direito do gol de Juninho e acabou entrando. O Salgueiro marcou o gol no finalzinho da partida, aos 42 minutos: 1x1.

FICHA TÉCNICA

CRB 1x1 SALGUEIRO-PE
Campeonato Brasileiro 2010 - Série "C"
Estádio: Rei Pelé (Trapichão) Maceió-AL
Data/hora: 24/07/2010 - 20h30

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Auxiliares: Belmiro da Silva (BA) e Dijalma Silva Ferreira (BA)

Cartões amarelos: Salgueiro - Lismar, Beá, Juninho Maranhão, Lúcio
CRB - Dio

Gol: Edmar (9' 1° tempo) - CRB; Júnior Maranhão (42' 2º tempo) - Salgueiro

EQUIPES

CRB - Juninho, Amaral, Leandro, Toninho e Dio; André Silva, Eder (Léo), Lê e Renato (Wendel); Ewerton e Edmar (Nino Guerreiro). Técnico: Freitas Nascimento

Salgueiro - Marcelo, Rogério Rios, Léo, Lúcio e Serginho; Lismar (Romário), Juninho Maranhão, Chiquita (Jesuí) e Klebson; Paulo Rangel e Beá. Técnico: Pedro Manta

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker